Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2021-02-24T10:04:08-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

Quem tem medo de ESG?

24 de fevereiro de 2021
10:04
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Quem diria, o mercado financeiro também tem as suas causas, e se existe uma pela qual vale a pena lutar é a do ESG.

A sigla em inglês significa a preocupação com boas práticas ambientais (E), sociais (S) e de governança (G). Em outras palavras, não basta ser sócio de uma empresa que dá lucro se ela não atende adequadamente a esses três requisitos.

O mercado não abraçou a bandeira do ESG porque é bonzinho. A lógica é que as ações de companhias que não cuidam dessas questões terão um desempenho pior e possuem maior risco.

Das três letras, o “G” de governança já está na ordem do dia, como mostrou o episódio da interferência na Petrobras pelo presidente Jair Bolsonaro, que custou uma queda acumulada de 18% de PETR4 desde quinta-feira.

Descuidos no “E” de ambiental (environmental) também já cobraram seu preço, como na tragédia do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho.

Já o “S” de social foi colocado à prova em novembro quando um homem negro, cliente do Carrefour, foi espancado e morto por seguranças de uma loja da rede.

O caso teve uma enorme repercussão, mas o resultado do Carrefour Brasil, divulgado na semana passada, trouxe outra realidade, com forte aumento nas vendas no quarto trimestre e elogios dos analistas.

Isso significa que os consumidores não ligam para as questões ESG? E, se eles não ligam, por que os investidores deveriam se importar? A Julia Wiltgen colocou o dedo na ferida, entrevistou especialistas no tema e traz as respostas para você nesta ótima reportagem.

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa fechou ontem com alta de 2,27%, aos 115.227 pontos, com as sinalizações de que o governo deve seguir apoiando a agenda liberal, especialmente após o envio da MP que trata da privatização da Eletrobras ao Congresso. O dólar recuou 0,21%, aos R$ 5,4422.

O que mexe com os mercados hoje? A MP da privatização da Eletrobras reacendeu a esperança no mercado de que a agenda liberal do governo não foi abandonada. Mas as críticas no Congresso à proposta da PEC emergencial e a fala de Jerome Powell na Câmara dos EUA podem trazer maior cautela aos negócios.

EMPRESAS

Vai ficar mais barato comprar ações da Weg. A empresa anunciou que pretende desdobrar suas ações e vai pagar R$ 732,9 milhões em dividendos complementares. Veja os detalhes das duas propostas.

A Caixa prepara o desembarque definitivo do Banco Pan. Depois de se desfazer de parte dos papéis no ano passado, o banco público avalia a possibilidade de vender a sua fatia em ações ordinárias, atualmente avaliada em R$ 4 bilhões.

O Ministério Público enviou uma representação para pedir que a Petrobras não faça nenhuma alteração em seu comando até que o tribunal julgue se houve ou não interferência do presidente Jair Bolsonaro.

ECONOMIA

A pandemia da covid-19 segue preocupando. Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 1.386 mortes e 62.715 novos casos da doença, segundo o Ministério da Saúde.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para destravar o auxílio emergencial deve ser adiada para a próxima semana. A medida que prevê o fim dos pisos de gastos com saúde e educação foi o principal alvo de críticas.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies