O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2021-11-30T08:53:42-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

Ômicron de “A” a “Z”, dividendos, balanço da Black Friday e outros destaques

A variante ômicron recebeu este nome para evitar maiores conflitos de linguagem, mas Matheus Spiess vai além da semântica em sua análise

30 de novembro de 2021
8:53
covid-19 correndo da vacinas
Confira o melhor do Seu Dinheiro na sua manhãImagem: Shutterstock

Junto com futebol e política, o tema epidemiologia virou de domínio público em tempos de covid. Com tantos especialistas na área, sobrou até para o alfabeto grego, usado para batizar as variantes do coronavírus.

Em meio à descoberta da Ômicron, a nova e altamente contagiosa cepa da covid na África do Sul, algumas pessoas decidiram questionar o nome dado à variante.

Pela sequência do alfabeto grego, ela deveria ser batizada de “Nu”, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu pular essa letra. E não foi a pedido do pessoal do Nubank, e sim para evitar confusão com a palavra “new” — novo, em inglês.

A letra seguinte, o “Xi”, era ainda mais problemática por ser um sobrenome muito comum, segundo a OMS. Basta lembrar que entre as pessoas com a letra grega no nome está ninguém menos que o presidente chinês Xi Jinping.

Questões semânticas à parte, a Ômicron entrou na lista de variantes de preocupação (VOC, na sigla em inglês), a mesma categoria das “parentes” Delta e Gama.

A revelação da nova variante da covid derrubou os mercados na sexta-feira, com o temor de uma reviravolta no processo de reabertura da economia em curso.

Em escala reduzida, foi um roteiro bem parecido com o que ocorreu no início da pandemia, com a queda global das bolsas e das commodities como o petróleo.

Os investidores tiveram um alívio ontem depois que os primeiros estudos não indicaram casos graves nos infectados com a Ômicron, mas a incerteza continua.

Na coluna de hoje, o Matheus Spiess vai de “A” a “Z” e conta o que já sabemos sobre a variante e os possíveis impactos no mundo dos investimentos.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Notícia sobre possível baixa eficácia das vacinas contra ômicron derruba mercados, em dia de discurso de Powell e votação dos precatórios. O investidor local ainda permanece de olho nas falas de Roberto Campos Neto e Paulo Guedes em eventos separados hoje. 

ADEUS ANO VELHO
Ano novo, imposto velho. Reforma do IR fica para 2022, confirma presidente do Senado. O governo Bolsonaro pressionava pela aprovação da proposta para financiar o Auxílio Brasil, mas não conseguiu apoio na Casa.

VAREJO DECEPCIONADO?
Black Friday supera prévias, mas vendas do fim de semana ainda perdem para os números registrados em 2019. Segundo índice calculado pela Cielo, as vendas cresceram 6,9% em relação ao ano passado, mas foram 3,8% inferiores ao período pré-pandemia.

SÓ NO SAPATINHO
Dividendos: Arezzo (ARZZ3) vai distribuir R$ 60 milhões aos acionistas; veja como participar. Serão R$ 33,78 milhões em JCP e R$ 26,22 milhões em dividendos a serem depositados até 31 de janeiro de 2022.

MONEY TIMES
Petrobras confirma previsão de US$ 60 bilhões a US$ 70 bilhões em dividendos até 2026. Deste total, de R$ 20 bilhões a R$ 25 bilhões serão destinados à União, principal acionista da empresa.

MONEY TIMES II
Ômicron ameaça a retomada do turismo brasileiro nesta alta temporada? Segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens, a procura por saídas no Natal e Réveillon cresceu mais de 60% nas últimas semanas.

Aquele abraço e uma ótima terça-feira!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Cautela pesa e Ibovespa futuro abre em queda com exterior fraco; dólar avança para R$ 4,95

RESUMO DO DIA: Após o rali da última terça-feira (17), as bolsas amanheceram com leves perdas, em um movimento de ajuste cauteloso. A inflação na Europa preocupa, enquanto o Federal Reserve dá sinais mistos sobre o aperto monetário. Por aqui, o Ibovespa acompanha a privatização da Eletrobras (ELET3) e falas de Roberto Campos Neto e […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de swing trade: compra de ações da Suzano (SUZB3) e lucro de 5,3% no bolso com Wiz (WIZS3)

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Suzano (SUZB3), com entrada em R$ 52,74; confira a análise

O melhor do Seu Dinheiro

As stablecoins são o Real dos anos 1990? Confira a notícia do dia e outras sete histórias que mexem com os seus investimentos

Manter a paridade com o dólar não é tarefa simples, e o novíssimo mercado das criptomoedas experimentou esse travo amargo na semana passada; entenda a crise das stablecoins

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas lá fora tentam emplacar terceiro dia de alta, limitadas por dados inflacionários; Ibovespa mira Eletrobras (ELET3) e briga entre poderes

Ainda hoje, os investidores acompanham o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento

TRAGÉDIA NA CHINA

Alguém derrubou esse avião de propósito na China; investigadores agora tentam descobrir quem foi

Dados recuperados da caixa preta sugerem que alguém na cabine derrubou o intencionalmente o Boeing 737-800 da China Eastern com 132 pessoas a bordo no fim de março

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies