Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Victor Aguiar
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-12T08:41:41-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

A profecia do mercado: Via (VIIA3) como o próximo Magazine Luiza (MGLU3), o saldo da bolsa na semana e outros destaques do dia

Depois do resultado difícil da Via no terceiro trimestre, Via pode se tornar uma nova Magalu?

12 de novembro de 2021
8:41
pessoa lendo o futuro na bola de cristão
A profecia autorrealizável pelo mercado - Imagem: Shutterstock

Todo mundo quer encontrar o novo Magazine Luiza da bolsa: uma ação baratinha, meio largada às traças — e que esteja às vésperas de uma valorização alucinante.

É claro que o salto do Magalu não ocorreu por acaso. A empresa apostou nas vendas digitais numa época em que ninguém pensava nisso; a estratégia deu certo e quem percebeu o que estava para acontecer, ganhou muito dinheiro.

Dito isso, águas passadas não movem moinhos — é preciso achar uma nova mina de ouro. Só que, muitas vezes, o mercado troca os pés pelas mãos nessa busca.

Uma das candidatas clássicas ao posto é a Via; o raio dos ganhos desenfreados na bolsa cairia pela segunda vez sobre uma varejista, desta vez sobre a dona das Casas Bahia e do Ponto Frio.

Os defensores da Via sempre tiveram argumentos na ponta da língua: a empresa tem marcas consolidadas no mercado e muito espaço para desenvolver seus canais de e-commerce, que ficaram parados no tempo. As ações são um canhão prestes a disparar.

Só que a disparada iminente nunca aconteceu, pelo menos não para quem esperava pelo Magazine Luiza 2.0. A crença na tese, sozinha, não foi suficiente para concretizá-la — não há profecia autorrealizável no mercado.

É verdade que a Via teve uma evolução notável em seu e-commerce, dando um salto de escala num período relativamente curto. Mas não é fácil sustentar um crescimento forte no e-commerce e nas lojas físicas, simultaneamente, num mercado com concorrentes de peso.

O balanço da Via no terceiro trimestre foi um golpe duro em quem apostava que a empresa seria o novo Magalu, tanto no lado operacional quanto no front do desempenho das ações. Muitos analistas mostraram-se decepcionados com o que viram, cortando suas projeções para a empresa.

Na sua coluna desta sexta-feira, o Ruy Hungria comenta sobre a mudança de visão do mercado em relação à Via e a forte baixa pós-balanço nos papéis da empresa. Recomendo a leitura!

O que você precisa saber hoje?

ESQUENTA DOS MERCADOS
Bolsa brasileira caminha para semana positiva à espera de dados do setor de serviços e relatório de emprego nos EUA. Ainda hoje, os balanços do dia devem movimentar os negócios mais uma vez, com Cogna, Cosan, CVC, Enjoei, Saraiva e outras empresas divulgando os resultados do terceiro trimestre.

LU DECEPCIONOU?
E-commerce do Magazine Luiza (MGLU3) segue crescendo, mas lojas físicas não acompanham e lucro líquido da varejista recua 30% no terceiro trimestre. Quem esperava um crescimento mais sólido que o da rival Via (VIIA3) se decepcionou ao encontrar sinais negativos em diversas linhas do balanço divulgado hoje.

A DONA DA BOLSA
Receita menor e alta tímida no lucro: confira os destaques da B3 (B3SA3) no terceiro trimestre. Apesar da queda na receita líquida, o número de investidores da bolsa brasileira cresceu 33,5% no período e chegou a 3,3 milhões.

MOVIMENTO VOLTANDO
Lucro da CCR cresce 53% no 3º trimestre. Concessionária foi beneficiada pela recuperação do tráfego nas rodovias com a gradual retomada da atividade econômica devido ao arrefecimento da pandemia.

PREJUÍZO MENOR
IRB tem prejuízo de R$ 155 milhões no 3º trimestre. Resultado líquido contábil da resseguradora foi negativamente impactado pelos “negócios descontinuados”.

CRÉDITO ESPECIAL
Com remanejamento no Orçamento, Congresso garante verba R$ 9,36 bilhões para Auxílio Brasil. O montante, originalmente previsto para o finado Bolsa Família, garantirá um reajuste de quase de 18% no novo programa social.

Um ótimo fim de semana!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies