Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Ricardo Gozzi
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-18T08:31:54-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

As semelhanças entre Itaúsa (ITSA4) e Romário, mais um dia de ‘céu nublado’ na bolsa e outros destaques do dia

Assim como a seleção de 1994, uma holding — empresa que investe em participações em outras companhias — precisa ser equilibrada

18 de novembro de 2021
8:31
romário na seleção de 1994
O que um clássico time tem a ver com uma clássica ação? a resposta você encontra aqui - Imagem: CBF/Divulgação

Há quem considere que o atacante Romário ganhou a Copa de 1994 sozinho.

Foram cinco gols em sete jogos, quase todos decisivos, é verdade.

Mas experimente perguntar, por exemplo, a opinião de Bebeto sobre essa interpretação.

Ele dificilmente sai do sério, mas asseguro que a resposta vai vir meio atravessada.

Afinal, a bola não chegava até Romário sozinha nem ele se prestava ao serviço de buscá-la no campo de defesa e carregá-la até a meta adversária.

O Baixinho foi fundamental para a conquista do tetra, sim, mas o título provavelmente não teria vindo se aquele fosse um time de 11 Romários.

A seleção de 1994 era um time coeso, equilibrado, altamente qualificado do goleiro ao ponta-esquerda - ou pelo menos era assim que se dizia antes de Telê Santana dar o primeiro passo decisivo para a extinção dos pontas, lá nos anos 1980.

Assim como a seleção de 1994, uma holding — empresa que investe em participações em outras companhias — precisa ser equilibrada.

Ela pode ter um craque, ou até mais de um, mas também vai precisar de quem carregue o piano, segure a onda na defesa e dilua o chamado desconto de holding.

Até pouco tempo atrás, a Itaúsa era, na prática, um time de 11 Romários, já que a holding consistia basicamente em sua participação no Itaú Unibanco.

De uns tempos pra cá, porém, essa holding passou a dispor de outros craques. Da XP à Alpargatas, passando por Aegea, Dexco (a antiga Duratex) e bons jogadores em outras posições, o desconto em ITSA4 parece ter passado da conta.

Neste momento decisivo, nosso analista tático Victor Aguiar explica pra você se está na hora de comprar ou vender Itaúsa.

O que você precisa saber hoje?

ESQUENTA DOS MERCADOS
Cenário doméstico foca nos desdobramentos da PEC dos precatórios, enquanto inflação global e petróleo pressionam bolsas. O panorama local não é dos melhores, com a piora das projeções para a economia nacional e exterior sem tração por mais um dia.

PUXADINHO FISCAL
Guedes defende “expansão” do teto de gasto; ministro alega que salto do gasto com precatórios foi incontrolável. Citando os R$ 90 bilhões a serem pagos pela União, o ministro sustentou que a PEC traz previsibilidade para o planejamento orçamentário nos próximos 20 anos.

EM APUROS?
TC (TRAD3) perde membros do alto escalão em meio a resultados em xeque. Ação do TC acumula queda de mais de 30% em relação ao preço do IPO.

MONEY TIMES
Viver nega que acionista majoritário vai deixar o controle da empresa. Posicionamento foi divulgado depois de notícia de que a Jive, gestora especializada em comprar empresas problemáticas e ‘tirá-las do buraco’, teria a intenção de se desfazer do negócio após o término da recuperação judicial.

AGORA LONGE DAS TELAS
Acordo para venda de produtora de filmes derruba ações da Evergrande. Negócio foi visto pelos participantes do mercado financeiro como ruim para a incorporadora chinesa e excelente para a produtora HengTen.

SORTE CRIPTO
Mega-Sena é coisa do passado. A ‘loteria do futuro’ não tem perdas e pode se tornar a maior pagadora de dividendos do mundo cripto; entenda.

Um abraço e boa leitura!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies