Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-18T09:02:00-03:00
O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: Carros por assinatura e o futuro da Movida (MOVI3), bolsas hoje e incertezas em Brasília

18 de agosto de 2021
8:58 - atualizado às 9:02
Três carros em frente a um arco com as cores e logo da Movida
Imagem: Divulgação

O que vale mais a pena: comprar ou alugar um carro? Eu me vi fazendo essa pergunta àquele que tudo sabe e tudo vê — o Google — quando precisei trocar recentemente o meu bravo Fiesta 2009.

Por coincidência, a Marina Gazzoni, CEO do Seu Dinheiro, também estava atrás de um carro novo mais ou menos na mesma época e fez exatamente a mesma pesquisa.

Cada um acabou escolhendo um caminho diferente (quem estiver curioso pode me escrever que eu conto quem comprou e quem alugou). Mas o fato é que ter um veículo hoje já não é mais sinônimo de ser dono de um.

Assim como a Marina e eu, boa parte das pessoas que pensam em colocar um carro novo na garagem pelo menos avalia os prós e contras do aluguel antes de tomar uma decisão.

O chamado carro por assinatura se tornou um novo e promissor filão para as empresas de locação de veículos. O potencial é tão grande que poderá ser o principal negócio do setor dentro de alguns anos.

A afirmação é de Renato Franklin, CEO da Movida. Além do carro por assinatura, ele diz que os hábitos do consumidor mudaram em meio à pandemia, e isso começa a se refletir em ganhos para a companhia.

Franklin defende que a empresa, inclusive, já está “em outro patamar”, reforçado após a recente aquisição da CS Frotas. Mas então por que as ações da empresa na bolsa (MOVI3) não refletem o novo tamanho da empresa? Confira essas e outras respostas na entrevista exclusiva que eu fiz com o CEO da Movida.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Risco fiscal pressiona bolsa brasileira, que deve digerir Brasília em dia de cautela antes da Ata do Fed. As reuniões dos Poderes e de representantes do Banco Central devem movimentar os negócios hoje.

RECUPERAÇÃO NOS NEGÓCIOS
Com Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4) na conta, lucro de empresas listadas na B3 dispara 1.615% no 2º trimestre. É possível notar o efeito positivo do preço das commodities e do dólar alto nos resultados de setores como siderurgia, química e papel e celulose.

DISPARADA SUSPEITA 
Executivos da Via (VIIA3) fecham acordo com a CVM para encerrar processo sobre ações da empresa; entenda o caso. Os executivos eram acusados de provocar oscilações atípicas nas ações da companhia durante uma série de lives realizadas em abril do ano passado.

DOMANDO O DRAGÃO
Campos Neto garante que Banco Central fará o que for preciso para trazer inflação de volta para a meta. Os modelos da autoridade monetária indicam que, se os juros forem aumentados acima de certo nível, os preços acabarão abaixo da meta. 

NADA DE CONSENSO 
Incerteza continua: Governo e oposição fecham acordo e reforma do Imposto de Renda é adiada mais uma vez. Foi aprovado um pedido feito pela oposição de retirar a matéria da pauta, por não estar claro se haverá perdas para Estados e municípios.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

DESTAQUE DO DIA

Minério de ferro despenca mais 8% e siderúrgicas e Vale acompanham queda

A redução da produção de aço vem trazendo seguidas perdas para o minério de ferro.

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: falas de Ray Dalio e da gestora que previu alta das ações da Tesla movimentam o dia

Otimismo com bitcoin a US$ 500 mil e preocupação com a regulamentação: quem vencerá o cabo de guerra das criptomoedas

Parceria digital

Assaí (ASAI3) faz parceria com Cornershop, aplicativo de compras online

A plataforma foi criada para que consumidores comprem produtos de supermercados locais com entregas rápidas ou programadas

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies