Menu
Jasmine Olga
O melhor do Seu Dinheiro
Jasmine Olga
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-17T19:52:01-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa zera os ganhos do ano e vira para queda: a maré da bolsa virou?

17 de agosto de 2021
19:51 - atualizado às 19:52
Ibovespa queda bolsa
Imagem: Shutterstock

Depois de meses tenebrosos, marcados pela falta de vacina e insumos no pior momento da pandemia no país, o segundo trimestre de 2021 trouxe esperança para o Ibovespa. Os dados de atividade econômica começaram a mostrar um país em recuperação e a vacinação acelerou, com perspectivas reais para a imunização de jovens e adultos.

A animação com a reabertura econômica empolgou o índice por semanas, levando-o a renovar diversas vezes o seu recorde de fechamento — agora acima da casa dos 130 mil pontos. Mas, desde a última máxima registrada em 7 de junho, a coisa tem andado ladeira abaixo.

O principal índice da bolsa brasileira saiu dos 130.776 pontos naquela ocasião para os 117.903 pontos nesta terça-feira, uma queda de 1,07% no pregão de hoje. Com isso, apagou completamente os ganhos do ano e agora acumula um recuo de 1% em 2021.

Nesta tarde, o dólar à vista também fechou em queda, desta vez de 0,20%, a R$ 5,2701, mas da última vez que o champanhe estourou na B3, a moeda americana estava na casa dos R$ 5,03.

O resultado poderia ter sido pior caso as palavras do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, não tivessem acalmado o mercado e retirado o dólar das máximas, a R$ 5,30, e o Ibovespa das mínimas, próximo dos 116 mil pontos — afinal, o cenário político segue complicado, com embates entre os Três Poderes e uma reforma do Imposto de Renda que corre o risco de não ser aprovada ou de crescer com o peso dos “jabutis”.

O presidente do BC voltou a mostrar uma postura firme contra a inflação e disse que a instituição fará o possível para cumprir a meta e ancorar as expectativas de elevação dos preços. Depois disso, a bolsa saiu do seu nível mais baixo desde abril e o dólar e a curva de juros acentuaram o movimento de alívio.

A visão dos analistas já começa a mudar. O que antes parecia uma correção depois das máximas agora já mostra ares de reversão de tendência para o Ibovespa, saindo de um ciclo de alta para a neutralidade, já que a reabertura deve ser marcada apenas pelo retorno da demanda reprimida no último ano e não por uma melhora estrutural da economia.

O exterior hoje não ajudou, mas o movimento visto lá fora não preocupa. As bolsas americanas interromperam a sequência de recordes ao refletirem dados mistos da economia americana, e a variante delta traz incertezas. Mas o movimento de ajuste é visto como normal pelo mercado.

Depois de dias agitados, a temporada de balanços chegou ao fim, mas o noticiário corporativo também teve seus destaques:

  • De olho no marketplace, Magazine Luiza (MGLU3) lança ferramentas financeiras para parceiros;
  • O balanço do segundo trimestre da resseguradora IRB não agradou e as ações da companhia alcançaram novas mínimas;
  • A Mosaico segue em uma maré ruim na B3. As ações da empresa recuaram ainda mais após a divulgação do balanço.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do pregão e as ações com o melhor e o pior desempenho.

MAIS UM TOMBO
Mosaico (MOSI3) cai ainda mais depois de balanço; saiba os motivos
Apesar de tombo de quase 10% no pior momento do pregão de hoje, papéis reverteram tendência no fim do dia, e fecharam em alta de quase 7%.

SEGURA ESSA, BITCOIN!
Quem é Solana (SOL), a criptomoeda que disparou quase 70% em uma semana e chegou a avançar 15% só hoje
Analistas elogiam criptomoeda, por fazer transações mais rápidas e baratas, mas acreditam que ela ainda precisa ser mais testada no mercado.

PREOCUPAÇÃO ESG
Petróleo verde? Petrobras (PETR4) vai incluir descarbonização e outras ações ambientais em seu novo plano estratégico
O presidente da estatal, general Joaquim Silva e Luna, disse que a eficiência operacional em gases de efeito estufa é uma das quatro métricas de topo da companhia, que influenciam a remuneração de todos os executivos e empregados.

VOLTANDO AO NORMAL
Estado de São Paulo anuncia fim das medidas de restrição de público e horários — veja os detalhes da nova fase
Fase de retomada segura passou a valer nesta terça (17). Regras para máscaras, distanciamento social e os protocolos de higiene ainda foram mantidos.

EXILE ON WALL STREET
Ibovespa e empresas novatas da bolsa caíram; como proteger seu padrão de vida da tempestade? A resposta: o dólar
Ações de techs brasileiras despencaram com a deterioração do ambiente macroeconômico; mais do que nunca é importante investir no exterior.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

De olho no dragão

Ministério da Economia eleva expectativa para inflação em 2021; veja qual a nova projeção

A pasta também atualizou as estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, utilizado para a correção do salário mínimo

MERCADOS HOJE

Com precatórios e queda do minério de ferro no radar, Ibovespa opera em queda de 1%; dólar avança

Em Brasília, os investidores acompanham de perto as discussões em torno do pagamento dos precatórios e repercutem mais uma queda expressiva do minério de ferro

Logística

MSC quer comprar controle da Log-In (LOGN3), que tem a gestora Alaska como maior acionista; papéis disparam

A proposta da MSC Mediterranean equivale a R$ 25 por ação LOGN3 e pode chegar a R$ 1,8 bilhão; Alaska e Tarpon estão entre os principais acionistas da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies