Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Kaype Abreu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-07T10:19:58-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

Crise em Brasília, decisão da Selic, mercados instáveis e Petrobras forte: os destaques da semana

A instabilidade em Brasília, com novas ameaças ao teto de gastos, limitou o desempenho da bolsa. A Petrobras e a Selic também foram destaque

7 de agosto de 2021
10:19
Ibovespa
Brasília deve segurar o índice brasileiro mais uma vez - Imagem: Shutterstock/Andrei Morais

A semana que termina foi marcada pela crise institucional e novas ameaças ao teto de gastos, que conferiram maior volatilidade aos negócios locais. 

Na agenda do mercado, havia ao menos dois eventos importantes: a temporada de balanços e a decisão de política monetária do Banco Central.

Com a bateria de resultados foi a Petrobras quem surpreendeu: lucro acima do esperado, forte geração de caixa e antecipação de dividendos. 

O BC, por outro lado, seguiu o roteiro esperado: subiu a Selic de 4,25% para 5,25% ao ano. A autoridade monetária já contratou uma alta da mesma magnitude na próxima decisão, diante do avanço da inflação. 

Os possíveis reflexos desses acontecimentos para seus investimentos foram tema de reportagens do Seu Dinheiro

Com o início do mês, também levantamos as ações preferidas das corretoras para o período. Já a Wine, que planeja IPO, foi tema de outra matéria. Veja os destaques abaixo.

1 - Ibovespa sobe 0,83% na semana 

Ontem, o Ibovespa pegou carona nos números positivos da economia norte-americana e fechou o dia em alta de 0,97%, aos 122.810 pontos - o que apagou as perdas da semana e levou o índice a um avanço acumulado de 0,83%.

Mas as sessões anteriores foram marcadas pela cautela, diante do avanço da crise institucional no país e ameaças ao teto de gastos. O dólar e a curva de juros refletiram essa tendência. 

Mesmo com decisão do Copom na semana, o câmbio subiu 0,51% no período, chegando a R$ 5,23. Veja na matéria da Jasmine Olga um resumo do desempenho dos mercados nos últimos dias.

2 - Onde investir com a Selic a 5,25%?

O Banco Central elevou a taxa básica de juros em 1,00 ponto percentual na quarta-feira, confirmando as expectativas do mercado. 

Agora, a Selic já não perde para a inflação oficial projetada para os próximos 12 meses (de 4,47%, segundo o último Focus), ao contrário do que vinha acontecendo há algum tempo.

Mas as aplicações financeiras cuja remuneração é atrelada à Selic ou à taxa DI podem ainda ter alguma dificuldade de vencer o dragão, em razão de taxas, spread entre preços de compra e venda e/ou imposto de renda, por exemplo. 

Quer saber como ficam seus investimentos em renda fixa com a Selic em 5,25% ao ano? Confira nesta matéria da Julia Wiltgen

3 - As ações mais indicadas para agosto, segundo 14 corretoras

A cada 30 dias o Seu Dinheiro reúne em uma lista as ações preferidas de ao menos uma dezena de corretoras, para a série “Ação do mês”. 

Em agosto, as corretoras consultadas apostaram em veteranas da bolsa brasileira, após os recentes resultados divulgados pelas companhias.

Duas das mais citadas já são tradicionais no nosso pódio da ação do mês. Confira o ranking nesta matéria da Larissa Vitória

4 - Petrobras ainda vale a pena?

Os resultados do segundo trimestre da Petrobras, que trouxeram a antecipação de dividendos, impulsionaram as ações da estatal na semana. 

Além de gerar bastante caixa, a companhia teve lucro líquido de R$ 42,8 bilhões, ante prejuízo de R$ 2,7 bilhões no mesmo período do ano passado e acima do esperado por analistas. 

Será que depois da alta recente dos papéis, as ações da Petrobras continuam com uma relação de custo vs benefício atrativa? O colunista Ruy Hungria conta neste texto

5 - Os planos da Wine, que aguarda melhor safra para o IPO na B3

O e-commerce de vinhos Wine pode retomar o processo de abertura de capital entre o quarto trimestre deste ano e os primeiros meses de 2022. Ao menos foi o que disse Marcelo D'Arienzo, CEO da empresa, em entrevista ao Seu Dinheiro. 

Uma alternativa que a companhia provavelmente vai adotar para agilizar a operação é realizar o IPO por meio de uma oferta restrita, que dispensa o registro prévio na CVM.

Enquanto não chega a hora de estrear na B3, a Wine mira o interior do país. Veja os planos da companhia nesta matéria do Vinícius Pinheiro

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies