Menu
Jasmine Olga
O melhor do Seu Dinheiro
Jasmine Olga
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-17T20:40:40-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BCs viram a página e bolsa sofre, ação do Nubank podem ser arriscada e governo embolsa R$ 11 bi com leilão do pré-sal; confira os destaques do dia

A alta volatilidade vista nos mercados globais reflete o peso que a agenda dos últimos dias teve para a recalibragem de expectativas para o ano que virá

17 de dezembro de 2021
20:40
Ações, Investidor, Bolsa
Imagem: Shutterstock

O ano ainda não chegou ao fim, mas a proximidade das festas de Natal e Ano Novo promete desacelerar o ritmo do mercado financeiro nas próximas duas semanas.

Mas a página de 2021 já está virada — pelo menos quando o assunto é a forma de atuação dos bancos centrais ao redor do mundo para combater a inflação herdada da crise do coronavírus, mesmo que a pandemia ainda pareça longe de um fim definitivo.

A alta volatilidade vista nos mercados globais nesta semana reflete o peso que a agenda dos últimos dias teve para a recalibragem de expectativas para o ano que virá e a digestão lenta por parte dos investidores.

Os bancos centrais do Brasil, dos Estados Unidos, da Europa, da Inglaterra, do Japão e diversos outros países emergentes abandonaram categoricamente a leitura de que a pressão inflacionária se trata de um processo transitório. Os estímulos monetários, abundantes nos últimos dois anos, começam a ser retirados, e as taxas de juros em breve se afastarão das mínimas históricas.

São muitas informações a serem levadas em consideração, principalmente porque as novas diretrizes de política monetária não estão escritas em pedra. Caso a ômicron ou outras variantes do coronavírus se tornem ameaças mais sérias ou a economia volte a vacilar, os planos podem ser revistos.

É por isso que as leituras do novo cenário ainda estão incompletas, e a volatilidade deve persistir enquanto esta for a realidade. Acompanhando a forte queda vista no mercado americano, o Ibovespa encerrou o dia com um recuo de 1,04%, aos 107.200 pontos, mesmo com o bom desempenho das commodities metálicas. Na semana, as perdas totalizaram 0,52%.

A tendência de que o capital migre para moedas mais fortes ou ativos como os títulos do Tesouro americano pressionou o dólar ao longo de toda a semana, mas o Banco Central brasileiro interveio para tentar segurar a cotação da moeda americana.

Ainda assim, o dólar à vista avançou 1,26% na semana, indo a R$ 5,6850. Analistas apontam que a leve alta desta sexta-feira, de 0,10%, foi influenciada pelo ingresso pontual de recursos no país.

Confira alguns dos destaques do noticiário corporativo nesta sexta:

  • Bradespar (BRAP4) assustou com queda brusca de 60%, mas movimento era apenas correção após mudanças no capital social da companhia;
  • Investidores reagiram positivamente ao plano da BRF de realizar uma nova oferta bilionária de ações;
  • BofA prevê alta de 40% nas ações da PetroRio (PRIO3).

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

DIA DE AJUSTE
Bradespar (BRAP4) despenca quase 60% nesta sexta – mas calma, é só um ajuste. Ações da companhia apenas refletem distribuição de ações da Vale aos acionistas e redução do capital social da holding.

ANÁLISE SD
Por que a BRF (BRFS3) quer fazer uma nova — e bilionária — oferta de ações? A dinâmica da dívida da companhia pressiona seus planos estratégicos, e a oferta de ações pode trazer um alívio importante.

BTC HOJE
Bitcoin (BTC) perde os US$ 47 mil e mercado de criptomoedas se prepara para outro fim de semana em baixa. Após a decisão de juros do Fed, o mercado de criptomoedas recua com a perspectiva de retirada de estímulos.

ROXO DE VERGONHA
O rei está nu? Para o BTG, Nubank quase não tem espaço para subir na bolsa; veja a projeção para os papéis do banco digital. A combinação de uma valorização elevada e um momento ruim pode tornar a ação uma aposta muito arriscada.

ENCHENDO OS COFRES
Governo garante R$ 11,1 bi em leilão do pré-sal, e Petrobras (PETR4) fica com dois campos em consórcio. Apesar do valor menor, governo conseguiu leiloar campos que ficaram encalhados em 2019; entenda.

PENSANDO POSITIVO
Eletrobras (ELET3 e ELET6): ‘Vamos cumprir o cronograma’, diz ministro sobre privatização. Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu adiar para 2022 sua decisão sobre desestatização, atrasando o cronograma.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

TECHS SOFREM

Por que a alta dos juros nos EUA derruba as ações de Locaweb (LWSA3) e Inter (BIDI11) na B3?

O movimento com as ações ligadas ao setor de tecnologia na B3 ocorre desde o início do ano. Os papéis da Locaweb, por exemplo, acumulam queda de 40% apenas nos primeiros dias de 2022

FOLLOW ON

BRF definirá dia 1º preço da ação no follow on, que pode girar cerca de R$ 8 bi

A operação pode abrir o caminho para a Marfrig assumir o controle da BRF

Fatia maior

Gestora Alaska aumenta participação na Cogna (COGN3) para mais de 15%, e ação dispara

Papel tem uma das maiores altas do Ibovespa depois que gestora de Henrique Bredda e Luiz Alves Paes de Barros informou ter adquirido mais ações na companhia de educação

O PLAYSTATION QUE SE CUIDE

Em guerra pelo metaverso, Microsoft compra fabricante do ‘Call of Duty’ e do ‘Candy Crush’ por R$ 380 bilhões

Aquisição da Activision Blizzard pela empresa fundada por Bill Gates é a maior da história do setor de games

BITCOIN (BTC) HOJE

‘Freakconomics’ 2.0: atentado nos Emirados Árabes faz bitcoin (BTC) cair; entenda o que mais movimenta as criptomoedas hoje

Avanço do petróleo, valorização dos Treasuries, queda das bolsas e pressão no bitcoin: tudo está conectado ao atentado de hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies