🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

A educação mexeu com os mercados — e com você?

30 de julho de 2021
10:51 - atualizado às 10:52
Educação
Imagem: Shutterstock

Esta semana se iniciou com um tom nada positivo para os mercados. Quem acordou cedo na segunda-feira (26) para acompanhar os Jogos Olímpicos assistiu de camarote à continuidade da derrocada dos índices de ações, que precificaram o anúncio de mais medidas intervencionistas por parte do governo chinês. Nas manchetes que movimentaram os mercados, apareceram os setores imobiliário, de música, de tecnologia e, em especial, o de educação privada online.

Entre as novas diretrizes — que já vinham se tornando conhecidas desde a última sexta-feira (23) —, está a proibição de acesso ao mercado de capitais por parte das empresas privadas do setor de educação, que ministram disciplinas do núcleo básico do currículo educacional. Também foram proibidos os investimentos estrangeiros nessas empresas, que passam a ser sociedades sem fins lucrativos. O governo atribuiu a medida à mudança estrutural dos valores da educação privada no país, que passou de “educacional” para “lucrativa”.

Na terça-feira (27), o índice de ações Nasdaq Golden Dragon China, que se orienta pelas 98 maiores ações chinesas listadas nos EUA, já registrava uma queda acumulada nos dois dias anteriores de aproximadamente 15%, a maior desde a crise financeira de 2008. O frenesi incomodou até mesmo o governo chinês, que chegou a convocar uma reunião com as instituições financeiras locais na quarta-feira para tentar acalmar os (des)ânimos.

Não há dúvida de que educação é um assunto sensível. Muito além dos custos, o conteúdo é o que realmente importa. Você não precisa mais do que o ensino primário completo para calcular o preço das mensalidades escolares, mas o valor da educação para a sociedade é inestimável.

Todos conhecemos histórias de transformação através da educação. Em grande medida, posso afirmar que sou uma delas. Filha de educadores do ensino básico, minha mãe é professora de português e literatura e meu pai, de matemática e química. Recebi minha herança cedo: um dicionário Houaiss, um livro do Ricardo Feltre e o acesso irrestrito a duas mentes brilhantes. A entrada da Empiricus na minha vida durante o período da faculdade foi o meu primeiro passo rumo à educação financeira. De lá para cá, nem eu mesma sou capaz de dizer com exatidão o impacto daquela minha primeira assinatura.

A educação é, sobretudo, libertadora.

Felizmente, temos observado alguns sinais de melhora no nosso país. O fenômeno do “financial deepening” é um deles. Desde o início do ano, vimos uma grande quantidade de lançamentos de novos produtos financeiros concomitantemente ao processo efervescente de nascimento de novas gestoras. A aceleração da competição entre os agentes de mercado exige do investidor cada vez mais conhecimento de análise de estratégias para se posicionar nos melhores produtos e fugir dos lobos vestidos de cordeiro. O mundo dos ETFs é um ótimo exemplo.

Existem diversos motivos pelos quais os ETFs são uma alternativa interessante para compor um portfólio. Dentre eles: diversificação, liquidez, acesso a diferentes mercados e, potencialmente, custos reduzidos. O conjunto dessas facilidades gera um instrumento que possibilita simplificação operacional e, sobretudo, agilidade na alocação tática da carteira.

Aqui na série Os Melhores Fundos de Investimento, temos uma certa preferência por estratégias ativas. Entretanto, como é de conhecimento dos nossos assinantes, recomendamos, por exemplo, ETFs de commodities e de cripto. Já aqui no Brasil, um ETF que replicasse o Idex-CDI, índice de crédito privado criado pela JGP, também nos seria de grande serventia.

E então, onde estão as pegadinhas? Eficiência e custos. A máxima de que ETFs são baratos está longe de ser uma verdade absoluta. Enquanto alguns ETFs têm taxas inferiores a 0,1% ao ano, é possível encontrar produtos que implementam estratégias mais sofisticadas com custos bem acima do 1,4% ao ano da média da indústria global.

Trazendo um pouco mais para o nosso contexto, temos atualmente os seguintes ETFs que replicam o Ibovespa, com suas respectivas taxas de administração ao ano:

  • XBOV11 (0,5%),
  • BOVA11 (0,3%),
  • SAET11 (0,25%),
  • BOVB11 (0,2%),
  • BBOV11 (0,18%),
  • BOVV11 (0,1%),
  • IBOB11 (0,03%),
  • BOVX11 (0%).

Aqui também vale o bom e velho costume de ler as letras pequenas do rodapé. Já imaginou adquirir um produto de taxa zero e passar a pagar uma taxa mais alta que seus concorrentes após um tempo?

Também é importante estar atento à aderência do ETF ao índice a ser replicado. A habilidade dos gestores pode ser medida em grande parte pela diferença (spread) entre o ETF e seu índice de referência. Um exemplo é o XFIX11, ETF criado em novembro de 2020 com o objetivo de replicar em um único veículo o Ifix, com taxa de administração de 0,3% ao ano. No intraday de 1o de junho, enquanto o Ifix subia 0,15%, o XFIX11 chegou a cair 7%. E, se você acha que apenas um dia não significa muita coisa, o artigo deste link traz mais detalhes. Não há vantagem em pagar menos por um serviço inferior.

A única maneira de fugir das armadilhas do caminho é conhecê-las. A missão da Empiricus sempre foi empoderar e enriquecer pessoas através do conhecimento e da educação.

Nesta semana, tivemos o lançamento do nosso MBA em Análise de Ações e Finanças, mais uma relevante etapa nessa empreitada. E aqui uma excelente notícia para quem não conseguiu finalizar a compra ontem: o pagamento poderá ser realizado até as 23h59 de hoje. Sugiro ficar atento às nossas comunicações via e-mail durante o dia.

E ontem tivemos a reabertura do FoF Melhores Fundos Retorno Absoluto para investidores qualificados. Juntamente com a oportunidade de se juntar aos melhores gestores, a Empiricus ainda está oferecendo 1 ano de assinatura grátis da série Os Melhores Fundos de Investimento para aqueles que investirem a partir de R$ 5 mil. Outra iniciativa com o nosso DNA.

“A educação financeira de verdade [quando transpõe a barreira do conhecimento e passa para a esfera da ação] muda vidas.”

Na série Os Melhores Fundos de Investimento, somos eternos aprendizes, obstinados pela busca contínua de conhecimento e aprimoramento de nossas análises, com o compromisso de compartilhar o nosso processo de aprendizado com nossos assinantes.

Fica aqui, mais uma vez, um convite para você se juntar a nós.

Um abraço,

Laís

Compartilhe

BOMBOU NO SD

Dividendos de Klabin (KLBN11), Gerdau (GGBR4) e Petrobras (PETR4), halving do bitcoin e Campos Neto dá pistas sobre o futuro da Selic — veja tudo o que foi destaque na semana

20 de abril de 2024 - 14:01

A ‘copa do mundo’ das criptomoedas aconteceu de novo. A recompensa dos mineradores por bloco de bitcoin caiu pela metade

Mande sua pergunta!

Meu pai me ajudou a comprar um imóvel; agora ele faleceu, e meu irmão quer uma parte do valor; foi adiantamento de herança?

20 de abril de 2024 - 8:00

O irmão desta leitora está questionando a partilha da herança do pai falecido; ele tem razão?

SEXTOU COM O RUY

A ação que dá show em abril e mostra a importância de evitar histórias com altas expectativas na bolsa

19 de abril de 2024 - 6:07

Ações que embutiam em seus múltiplos elevadas expectativas de melhora macroeconômica e crescimento de lucros decepcionaram e desabaram nos últimos dias, mas há aquela que brilha mesmo em um cenário adverso

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: ChatGPT resiste às tentações de uma linda narrativa?

17 de abril de 2024 - 20:11

Não somos perfeitos em tarefas de raciocínio lógico, mas tudo bem: inventamos a inteligência artificial justamente para cuidar desses problemas mais chatos, não é verdade?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Ataque do Irã poderia ter sido muito pior: não estamos diante da Terceira Guerra Mundial — mas saiba como você pode proteger seu dinheiro

16 de abril de 2024 - 6:17

Em outubro, após o ataque do Hamas, apontei para um “Kit Geopolítico” para auxiliar investidores a navegar por esse ambiente incerto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Cinco coisas que deveriam acabar no mercado financeiro

15 de abril de 2024 - 20:01

O sócio-fundador da Empiricus lista práticas do universo dos investimentos que gostaria de ver eliminadas

DE REPENTE NO MERCADO

O que Elon Musk, Javier Milei, Alexandre de Moraes, o halving do bitcoin e a China têm em comum? 

14 de abril de 2024 - 12:00

Acredite: tudo isso movimentou o mercado financeiro esta semana; veja os destaques

Especial IR 2024

Meu dependente paga pensão alimentícia; posso abatê-la no imposto de renda?

13 de abril de 2024 - 8:00

Titular da declaração de imposto de renda declara o pai como dependente, e ele paga pensão alimentícia à mãe dela. E agora?

SEXTOU COM O RUY

Enquanto você se preocupa com a Oi (OIBR3), esta empresa da B3 virou a campeã de qualidade no serviço de internet – e ainda está barata na bolsa

12 de abril de 2024 - 6:07

Para se diferenciar, essa companhia construiu uma infraestrutura de qualidade, que tem proporcionado prêmios de internet fixa mais rápida do Estado de São Paulo, à frente das gigantes de telecom

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Quintal da China, quintal do mundo

10 de abril de 2024 - 19:15

Se a economia chinesa sofre, nós necessariamente compartilhamos dessa desgraça?

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar