Menu
2020-08-13T14:15:11-03:00
Estadão Conteúdo
OTIMISMO DO EX-SECRETÁRIO

Cintra: reforma tributária do Executivo é mais viável do que projetos da Câmara

Segundo ele, é possível que a reforma tributária seja aprovada em dois meses desde que seja o projeto de lei 3887, do governo.

13 de agosto de 2020
14:12 - atualizado às 14:15
marcos Cintra - Receita Federal
Imagem: osé Cruz/Agência Brasil

O ex-secretário especial da Receita Federal Marcos Cintra, acredita que a atual proposta de reforma tributária do governo é mais viável que outros projetos em tramitação no Congresso. "Pela primeira vez, podemos ver sucesso no andamento… Estou otimista em relação à reforma tributária", disse ele, durante live promovida pelo BTG Pactual.

Segundo ele, é possível que a reforma tributária seja aprovada em dois meses desde que seja o projeto de lei 3887, do governo, e que os complementos desoneração de folha também sejam trazidos à baila. "A reforma tributária do Executivo é mais viável do que projetos do Congresso. Lá na frente, podem se unificar novamente", avaliou

O ex-secretário não vê, contudo, a possibilidade no avanço das PECs 45 e 110.

"Em termos de criação de novos impostos, o projeto de lei 3887 não exclui a PEC 45, de trabalhar tributos do Estado. A PEC 45 pode seguir, mas tributos estaduais e federais devem ser discutidos separadamente. Aí eu vejo que tem viabilidade", avaliou Cintra.

Ele afirmou que seria 'ideal' seria incluir ICMS. Ponderou, contudo, que colocar todos os debates na mesa pode inviabilizar a reforma tributária.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Covas ou Boulos?

Como a eleição para prefeito mexe com o investimento em imóveis em São Paulo

Com revisão do Plano Diretor em 2021, investidor de ações de construtoras, fundos imobiliários e imóveis deve ficar de olho no resultado eleitoral. Há risco se Guilherme Boulos ganhar? E se Covas levar, setor pode ser beneficiado?

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 333 milhões em JCP do 4T20

Dessa forma serão pagos no dia 30 de dezembro e terão como base a posição acionária do dia 11 de dezembro de 2020

seu dinheiro na sua noite

Maradona e o rali da bolsa

O baixinho Maradona passa por dois marcadores, toca para o companheiro e depois corre para disputar a bola na área. Ele dá um salto e, de alguma forma, consegue subir mais que o goleiro inglês Peter Shilton para empurrar (literalmente) a bola para as redes. O lance do antológico gol de mão do craque argentino […]

fechamento dos mercados

Ibovespa desacelera com queda de Petrobras, mas fecha acima de 110 mil com Itaú e Vale e sobe 4% na semana

Bolsas americanas fecham para cima, renovando máximas históricas, em sessão mais curta; por aqui, ações de Petrobras reduziram alta perto do fim da sessão, eventualmente virando e fechando em queda, tirando índice acionário local da proximidade do pico intradiário

Urgente

Guilherme Boulos é diagnosticado com Covid-19

As agendas de campanha foram todas suspensas, e a coordenação da campanha vai propor à TV Globo que o último debate, previsto para hoje, seja feito de forma virtual.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies