Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-06T15:02:16-03:00
Estadão Conteúdo
agenda da casa

Candidato ao comando da Câmara sem agenda liberal não tem chance de vencer, diz Maia

Presidente da Câmara também afirmou que a base do governo precisa pensar em soluções para o próximo ano diante do cenário de crise

6 de novembro de 2020
15:02
maia
Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que um candidato à sua sucessão, para as eleições de fevereiro do ano que vem, sem agenda liberal não terá chance de vitória.

"A minha opinião é que nenhum candidato a presidente da Câmara que não defenda uma agenda liberal na economia tem chance de sair vitorioso no plenário da Câmara", disse o deputado em evento promovido pelo Banco Itaú nesta sexta-feira, 6.

"A gente está vendo movimentos, e sabe que esses movimentos estão trazendo deputados que querem a presidência para um discurso que nunca fizeram", afirmou.

Maia ressaltou que, no sistema do País, o presidente da Câmara tem um papel decisivo no avanço de reformas estruturantes. "É claro que eu vou sempre defender um presidente da Câmara que garanta a harmonia dos Poderes, mas principalmente sua independência. Uma segunda questão que a gente vai ter que saber é se no exercício da presidência ele vai ser um presidente que vai assumir esse papel. Como eu disse, no sistema brasileiro, é fundamental. Não tem como avançar reformas sem a participação efetiva do presidente da Câmara no parlamento brasileiro", afirmou.

O presidente da Câmara também afirmou que a base do governo precisa pensar em soluções para o próximo ano diante do cenário de crise. Ele quer retomar a pauta do Legislativo depois do fim do primeiro turno das eleições municipais no dia 16, mas disse estar em dúvida sobre qual é a posição do governo em relação aos projetos.

"Não sei se teremos céu de brigadeiro ou com muita turbulência. Hoje eu acho que teremos mais turbulência porque o governo não é só a equipe econômica e não sabemos qual vai ser a posição do governo em questões muito difíceis e polêmicas", disse no evento organizado pelo banco Itaú.

Ele voltou a fazer a defesa do teto de gastos e disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai ter de ter capacidade para convencer governo e sua base sobre a importância de não se furar a regra. "Eu acho que o grande desafio é a gente conseguir tirar a inércia dos gastos extraordinários de 2020", disse. "Guedes vai ter de ter capacidade de mostrar que é impossível esse furinho no teto", disse.

Governo Bolsonaro

Maia disse ainda que os próximos seis meses serão decisivos para o fortalecimento ou enfraquecimento do governo do presidente Jair Bolsonaro. "Se o governo não organizar o Estado, abrirá espaço para que outras correntes possam pensar em construir suas candidaturas para 2022", afirmou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa em queda livre e outros destaques desta sexta

Com a queda de 2,07% desta sexta-feira, aos 111.439 pontos, o Ibovespa emplacou o seu quarto pregão seguido de baixa e, agora, acumula um retorno negativo de mais de 6% em 2021. É um desempenho decepcionante para um índice que começou o ano renovando máximas e atingiu o seu nível recorde há apenas três meses; […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies