Menu
2020-05-26T15:52:51-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Renda imobiliária

Vitreo lança primeira carteira de fundos imobiliários e quer captar R$ 100 milhões

Após colocar em operação sua distribuidora de valores no início de maio, a Vitreo lança sua primeira carteira administrada composta de diferentes fundos imobiliários

26 de maio de 2020
15:42 - atualizado às 15:52
prédios imóveis
Imagem: shutterstock

Após colocar em operação sua distribuidora de valores no início de maio, a Vitreo lança sua primeira carteira administrada composta de diferentes fundos imobiliários, segundo nota à imprensa.

A carteira foi batizada de "Renda Imobiliária" e a expectativa da casa é de captar, inicialmente, R$ 100 milhões.

"O produto é voltado para investidores que buscam rendimentos periódicos, já que uma das características dos fundos imobiliários é o pagamento de rendimentos mensais", disse a Vitreo.

O investimento mínimo para abrir uma dessas carteira é de R$ 10 mil e a taxa de administração de 0,60% + R$ 18 ao ano. Nos rendimentos pagos pelos fundos não incidem Imposto de Renda — é somente o ganho de capital na venda das cotas que sofre taxa de IR de 20%.

O serviço de carteira administrada é o primeiro produto dessa nova fase da Vitreo, que gere R$ 4 bilhões em ativos e já conta com 29 fundos de investimento sob gestão, todos agora distribuídos pela sua DTVM.

A ideia é oferecer "portfólio cada vez mais amplo" com "composição completa e diversificada", para aproveitar a "oportunidade financeira que está se estabelecendo neste momento de mercados" com a pandemia do coronavírus, diz a Vitreo.

"Os fundos imobiliários estão com preços atrativos de compra neste momento. E há uma expectativa de elevação nas cotações quando a situação econômica nacional começar a se normalizar", disse George Wachsmann, CIO da gestora.

Segundo ele, esta é uma alternativa "segura e tangível", dado que há a aplicação dos recursos em imóveis como, por exemplo, lajes corporativas, escritórios, shoppings centers e agências bancárias.

Wachsmann disse que o cliente pode optar por reinvestir os rendimentos automaticamente na carteira ou encaminhá-los para a sua conta corrente. "Em breve o cliente vai poder inclusive programar retiradas, escolhendo quanto e quando quer receber", explica.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

“efeito de três pontos”

O [mau] comportamento dos mercados: as semelhanças entre a trajetória do câmbio e de uma bola de basquete

O câmbio vai oscilar ao gosto das notícias – das guerras comerciais à falta de agenda econômica do governo federal. Mas existe um estranho – e ainda pouco compreendido – “efeito de três pontos”.

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

CCR: Alerj recomenda retomar concessão de rodovia, mas governo é contra

Assembleia quer retomada da rodovia para reduzir tarifas, consideradas altas devido a irregularidades no contrato de concessão

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies