Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-13T18:24:21-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Suspeita de manipulação

Criptomoeda inspirada em meme tem alta de mais de 100% na semana após viralizar no TikTok

Vídeos de influenciadores falando sobre as oportunidades de se ficar rico investindo na criptomoeda viralizaram no TikTok e a cotação do ativo chamou a atenção do mercado

13 de julho de 2020
15:40 - atualizado às 18:24
dogecoin
dogecoin -

Não tem como negar que o aplicativo TikTok é o que anda fazendo a cabeça da garotada. Atualmente, é difícil encontrar uma música nas paradas de sucesso que não tenha surgido primeiramente em algum 'desafio' na plataforma de vídeos.

Não são somente músicas que se beneficiam do sucesso dentro do TikTok. A última 'moda' mexeu também com o mercado de criptomoedas, mais especificamente a 'Dogecoin', e está levantando dicussões sobre manipulações no mercado.

Se você está familiarizado com os memes da internet, deve se lembrar do cachorro 'doge', que virou febre em 2013. O termo normalmente está relacionado ao cachorro da raça Shiba Inu.

A imagem do cachorro e seus memes ficaram tão populares que em dezembro de 2013 uma moeda digital chamada 'dogecoin' foi lançada. A 'piada' leva como logo justamente a imagem do popular cachorro dos memes e ganhou adeptos, sendo muito utilizada como forma de 'gorjeta' para produtores de conteúdo em redes sociais como o Reddit e Twitter.

Nos últimos anos, no entanto, a moeda não tem recebido grande destaque, ainda que o controverso fundador da Tesla, Elon Musk, tenha classificado a criptomoeda como o seu ativo digital favorito. Mas o mercado da moeda digital voltou a se aquecer na última semana. A alta não segue nenhum fundamento específico ou reflete novidades em torno do protocolo da dogecoin. Trata-se apenas de manipulação nos preços, liderada por jovens no TikTok.

Na semana passada, um vídeo que se tornou viral na plataforma estimula o investimento em 'dogecoins'. No primeiro vídeo a alcançar status de viral, James Galante fala aos seus seguidores sobre a possibilidade de ficar rico investindo no criptoativo, já que o seu valor é praticamente inexistente. "Existem 800 milhões de usuários do TikTok. Quando atingir US$ 1, você terá US$ 10.000. Conte a todos que você conhece", afirma o tiktoker, em vídeo que já foi visto mais de 1 milhão de vezes.

Desde então, milhões de novos vídeos exaltando os benefícios de se investir na criptomoeda surgiram e o impacto foi sentido na cotação da dogecoin.

Cotaçao da dogecoin no ano Fonte: CoinmarketCap

Na última semana, a moeda chegou a se valorizar mais de 125%, saindo de algo em torno de US$ 0,00230 e chegando ao maior valor nos últimos anos, cotada a US$ 0,005420 no dia 8 de julho. A maior cotação da moeda é de US$ 0,018773, registrado em janeiro de 2018. Na época, a moeda também se beneficiou do boom que levou o bitcoin e outras criptomoedas mais conhecidas ao topo histórico.

Cotação da dogecoin na última semana Fonte: CoinMarketCap

Segundo dados do CoinMarketCap, o volume negociado chegou a ter um crescimento de até 1.000% na última quarta-feira, pico do interesse na dogecoin.

A ação dos influenciadores e a disparada do preço da moeda, no entanto, não deve se manter e a tendência e que logo retorne aos níveis pré-Tiktok. A criptomoeda já vem mostrando sinais da perda de interesse dos 'jovens investidores', mesmo que ainda se encontrem em patamares mais elevados do que no período anterior aos virais.

O que deve se manter aquecido são as discussões em torno da manipulação de preços e o "Pump and Dump", um esquema proibido nos mercados tradicionais, que busca estimular a alta de um ativo para se desfazer das posições no momento de alta.

Mesmo a tática podendo ser investigada pela SEC (Comissão de Valores Imobiliários dos Estados Unidos), tem gente querendo se aproveitar da situação.

O CEO do protocolo Tron - uma criptomoeda muito utilizada no GitHub - , Justin Sun, utilizou o Twitter para anunciar que a companhia irá desenvolver novos conteúdos no TikTok como forma de promover o seu produto.

O aplicativo queridinho dos adolescentes já está na mira do governo americano por outras razões, já que pertence à startup chinesa ByteDance. Para o governo, a empresa estaria entregando dados dos usuários ao governo chinês. O presidente americano Donald Trump estuda até mesmo banir o aplicativo no país, como forma de retaliação a China. Na semana passada, funcionários da Amazon foram aconselhados a desinstalarem o aplicativo devido a riscos à segurança.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies