Menu
2020-12-14T14:41:03-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Parou tudo

Tesla suspende produção de Modelos S e X e dá folgas não remuneradas a funcionários

A empresa disse que eles podem ser “voluntários” em outras áreas do negócio.

14 de dezembro de 2020
14:40 - atualizado às 14:41
tesla
Imagem: Shutterstock

A montadora de carros elétricos do bilionário Elon Musk, a Tesla, está suspendendo a produção de seus veículos Modelo S e Modelo X por 18 dias a partir do final de dezembro. A informação foi divulgada, na última sexta-feira (11), em um e-mail enviado à equipe da fábrica.

Leia também:

Isso fez com que os funcionários forçados a tirar folgas do trabalho não remuneradas. A Tesla disse que eles podem ser "voluntários" em outras áreas do negócio, de acordo com o canal de televisão norte-americano CNBC.

A produção na fábrica da Tesla, em Fremont, Califórnia, será encerrada em 24 de dezembro e retomada em 11 de janeiro. Os trabalhadores serão forçados a tirar uma semana inteira de folga, segundo o e-mail enviado na última sexta. Além disso, os funcionários terão apenas alguns dias de férias remuneradas.

Contudo, isso deixa cinco dias para que a equipe tenha que se ausentar do trabalho não remunerado e não planjeado.

No e-mail, a Tesla disse que haveria "oportunidades remuneradas limitadas" para os funcionários trabalharem em outras partes da empresa durante o período. Caso contrário, a equipe poderá ser "voluntária" nas entregas ou vendas, de acordo com a CNBC.

"As linhas do SX serão fechadas para o feriado começando em 24 de dezembro e voltando em 11 de janeiro", disse a Tesla no e-mail.

"Gostaríamos que você aproveitasse a oportunidade para se refrescar ou passar um tempo com sua família, então Tesla estará dando a você um pagamento integral para a semana de 4 de janeiro", continua o comunicado da empresa de Elon Musk.

"Haverá também oportunidades limitadas de pagamento para você apoiar outras lojas ou se voluntariar para entregas durante algum tempo", completa a nota.

Em outro e-mail separado para os trabalhadores, Elon Musk disse que a demanda foi "um pouco maior do que a produção neste trimestre".

As vendas dos veículos Modelo S e Modelo X da Tesla tiveram um total de 15.200 no trimestre que encerrou em setembro, em comparação com 124.100 de seus veículos Modelo 3 e Modelo Y.

O desligamento temporário segue uma série de problemas com os dois veículos da montadora.

No fim de novembro, a Tesla teve que fazer um recall de mais de 9.000 carros Modelo X por conta de um adesivo que poderia se desprender e voar, o que causaria um risco de segurança. Isso foi após um outro recall de 15.000 carros do mesmo modelo por problemas de direção hidráulica e 30.000 carros Modelo S e Modelo X com problemas de suspensão em outubro.

Por volta das 14h30 desta segunda, as ações da Tesla (TSLA) na Nasdaq estão em alta de 4,49%, a US$ 637,59. O seu BDR (TSLA34), que é negociado na B3, dispara 5,51%, cotado a R$ 101,36.

*Com informações da CNBC.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia percentual do lucro que vai pagar em dividendos em 2020 e 2021

Banco pretende distribuir 35,29% do lucro líquido do ano de 2020 aos acionistas e 40% do resultado deste ano

Seu Dinheiro na sua manhã

Pendurados em São Pedro

O desempenho pífio da economia brasileira nesta última década, quem diria, pode ter nos livrado de um grande problema: um novo racionamento de energia. A ameaça vem desde 2013, quando o país passou a consumir um volume muito grande de energia das hidrelétricas, o que derrubou o nível dos reservatórios — mais uma herança do […]

Pré-mercado

Em dia de feriado na B3, bolsas internacionais reagem a notícias sobre covid-19 e balanços

Semana nas bolsas será marcada pela divulgação dos balanços dos pesos pesadíssimos da tecnologia Microsoft, Apple, Facebook, Tesla e Amazon

Mais uma baixa

Wilson Ferreira Junior vai deixar a presidência da Eletrobras

A saída do presidente da Eletrobras enfraquece ainda mais a ala liberal do governo Bolsonaro e deve jogar ainda mais terra no plano de privatização da companhia

Entrevista

Como blindar a Petrobras do populismo com o preço dos combustíveis? Para Adriano Pires, a solução está na venda das refinarias

O diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) também defende o uso do gás do pré-sal para afastar o risco de um novo racionamento de energia no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies