Menu
2020-05-30T09:38:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
#VamosVirarOJogo

Magazine Luiza, Carrefour e ao menos 450 empresas buscam soluções para o pós-pandemia

Três empresários lançaram, no fim de abril, um movimento para trocar experiências e atraíram grandes empresas: é o #VamosVirarOJogo

30 de maio de 2020
9:35 - atualizado às 9:38
startup inovação planejamento
Imagem: Shutterstock

Três empresários lançaram, no fim de abril, um movimento para trocar experiências, em busca de soluções para os negócios durante a pandemia. Em um mês, o #VamosVirarOJogo atraiu 453 empresas e associações interessadas na iniciativa, entre elas Carrefour, Magazine Luiza, 3M e Usiminas.

"Nosso objetivo é estimular a troca de experiências e o compartilhamento de iniciativas que estão dando certo durante a pandemia", afirma o fundador e presidente do grupo Empreenda, César Souza, idealizador do movimento. Ele conta que a iniciativa surgiu como uma forma de ver a vida no pós-covid-19.

Com a ideia na cabeça, Souza procurou dois outros empresários para tocar o projeto: Alexandro Barsi, presidente e fundador da Verity Group, e Vittorio Danesi, fundador e presidente da Simpress. Em dois dias, eles conseguiram 16 adesões. O objetivo é chegar ao fim deste mês com a participação de 500 empresas e, até o fim do ano, ter mil companhias reunidas.

Uma das primeiras iniciativas, diz Souza, foi reunir as melhores práticas adotadas até agora pelas companhias. "Lançamos uma mensagem eletrônica pedindo que as empresas nos enviassem as iniciativas tomadas durante a pandemia e que podem servir de inspiração para outros." Até agora, o movimento tem 52 cases que se enquadram dentro das melhores práticas.

"Entendemos que as empresas terão de se reinventar nas formas de se relacionar com clientes, na gestão e na relação comercial. Nosso objetivo é mostrar como lidar com essa nova situação", diz o idealizador do movimento.

O vice-presidente do Carrefour, Stephane Engelhard, responsável pela área de assuntos institucionais, conta que a empresa aderiu ao movimento por entender que pode dar contribuição para empresas menores. "Nosso setor é considerado uma atividade essencial. Por isso, não fechamos durante a pandemia e tivemos de adotar protocolos rígidos para preservar clientes e funcionários."

Ele conta que várias das iniciativas adotadas pelo grupo francês foram copiadas em outros estabelecimentos, como a instalação de acrílico nos caixas, marcação de distância no chão e medição de temperatura.

"Entendemos que nosso protocolo de medidas sanitárias poderia ser importante para a reabertura da economia em outros companhias. Da mesma forma, acreditamos que podemos adotar outras experiências."

O movimento também será um ambiente para estruturar propostas que serão levadas a formuladores de políticas. César Souza destaca, entretanto, que a iniciativa não tem o objetivo de discutir questões políticas e partidárias. Além disso, não há custos envolvidos.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

Até o momento, 1.209.208 de pessoas se recuperaram da doença

gestor lendário

Ray Dalio volta a dizer que dinheiro é ‘o pior ativo’ e prega diversificação sem ‘real estate’

Dalio participou na noite desta terça-feira (14) de uma das sessões da Expert XP e disse que ativos do mercado imobiliário não são recomendados para a carteira diversificada idealizada por ele

seu dinheiro na sua noite

100 mil é o limite?

No ápice do pânico nos mercados provocado pelo coronavírus, ninguém era capaz de dizer quando (ou quanto) seria o fundo do poço da bolsa. Hoje a grande dúvida dos investidores é saber se chegamos ao teto ou o Ibovespa pode subir ainda mais. O que mais me impressiona não foi nem a mudança da pauta nos mercados, […]

Risco elevado

Preços de ativos têm motivos para subir, mas é hora de pensar em comprar guarda-chuva em dia de sol, diz SPX

Gestora considera que riscos ainda estão elevados e manifestou dúvidas em relação à sustentabilidade do atual nível de estímulo e endividamento global

Bolsa em alta

Petrobras e Vale têm ganhos firmes e puxam a recuperação do Ibovespa; dólar cai

Dados mais fortes na China deram forças ao setor de commodities, impulsionando as ações da Vale e da Petrobras e ajudando o Ibovespa como um todo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements