Menu
2020-05-12T07:28:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
de olho nos balanços

Itaúsa, BTG e Carrefour Brasil: os balanços que movimentam o mercado nesta terça

Empresas dão continuidade a temporada de balanços financeiros do primeiro trimestre

12 de maio de 2020
7:28
Carrefour Express
Imagem: shutterstock

A temporada de balanços continua a movimentar o noticiário corporativo nesta terça-feira (12). O Ibovespa deve operar de olho nos resultados do primeiro trimestre de empresas como Itaúsa, BTG Pactual e Carrefour Brasil.

Ontem, o principal índice acionário da bolsa brasileira caiu 1,49%, aos 79.064,60 pontos, enquanto o dólar à vista avançou 1,37%, a R$ 5,8206, em meio à preocupação dos investidores com o coronavírus e às tensões políticas.

Confira os principais números das empresas no primeiro trimestre:

Itaúsa

A Itaúsa reportou lucro líquido de atribuído aos controladores de R$ 1,012 bilhão. O valor representa queda de 59,3% na comparação com o lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 2,486 bilhões em igual período do ano anterior. O lucro recorrente somou R$ 1,062 bilhão, queda de 53,4% na comparação com igual etapa do ano passado.

  • Lucro recorrente:  R$ 1,062 bilhão (↓53,4%)
  • Receita líquida:  R$ 1,162 bilhão (↑8,5%)
  • Retorno sobre o patrimônio 7,6% (ante 18,8%)

BTG Pactual

O lucro líquido do BTG Pactual no primeiro trimestre do ano somou R$ 768 milhões, alta de 14% em relação ao observado um ano antes. Em relação ao quarto trimestre do ano, contudo, o lucro caiu 35%. O lucro líquido ajustado da instituição financeira foi de R$ 789 milhões, alta de 9,4%. Ante o trimestre imediatamente anterior a retração verificada foi de 22%.

  • Lucro líquido: R$ 768 milhões (↑14%)
  • Receita líquida: R$ 1,518 bilhão (↑2,4%)
  • Retorno anualizado: 14,5% (ante 15,1%)

Carrefour Brasil

O Carrefour Brasil registrou no primeiro trimestre de 2020 queda de 17,7% no lucro líquido, para R$ 363 milhões, na comparação anual. O lucro líquido ajustado, excluindo outras receitas e despesas, somou R$ 401 milhões no trimestre, recuo de 1,5% na comparação com o mesmo trimestre de 2019.

  • Lucro líquido:  R$ 363 milhões (↓17,7%)
  • Receita líquida:  R$ 14,42 bilhões (↑12,2%)
  • Ebitda: R$ 1,115 bilhão (↑6,9%)

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mudanças

Governo estudará como zerar imposto sobre diesel de forma definitiva, diz Bolsonaro

O governo também vai cortar benefícios dados a pessoas com deficiência na aquisição de veículos e extinguir o Reiq, que concede incentivos para o setor.

calma, gente

XP considera exagerada reação do mercado à alta de impostos sobre bancos

Analistas ponderam impacto que alta do tributo terá no lucro e no valuation e mantêm recomendação de compra para Bradesco e BB

Exile on Wall Street

O Brasil do Doutor Castor

Castor de Andrade foi talvez o mais famoso bicheiro brasileiro. Tinha, quase literalmente, um exército trabalhando para si. Chegou a contar com mais de cem policiais a seu dispor, além de vários servidores públicos, políticos proeminentes e juízes sob sua influência. Apareceu na posição de segundo homem mais rico do Brasil no meio da década […]

MERCADOS HOJE

Dólar bate R$ 5,71 mesmo após duas intervenções do BC; bolsa recua 1,4%

As bolsas pelo mundo operam em movimento de realização de ganhos, o que é uma péssima notícia para o Brasil, que também tem que lidar com os próprios demônios

preparando para batalha

Dasa vai atrás de recursos para competir com Rede D’Or, Hapvida e Notre Dame Intermédica

Grupo de medicina diagnóstica da família fundadora da Amil segue com planos para fazer re-IPO, em meio à consolidação do mercado de saúde

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies