IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2020-09-08T18:07:24-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
expansão pelo país

Hapvida anuncia pacote bilionário de aquisições e ações sobem forte

As aquisições buscam fortalecer a presença da Hapvida em Minas Gerais, Goiás e São Paulo.

8 de setembro de 2020
11:10 - atualizado às 18:07
Ânima
Imagem: Shutterstock

A operadora de saúde Hapvida (HAPV3), com uma forte presença no Norte e Nordeste, segue com o seu plano de expansão para outras regiões do país e foi mais uma vez às compras. Dessa vez, a companhia anunciou um pacote bilionário envolvendo três transações e que tem o objetivo de reforçar a presença da empresa nas regiões Sudeste e Centro-Oeste.

A maior delas é a compra do Grupo Promed, através de sua subsidiária Ultra Som Serviços Médicos S.A, em uma transação de R$ 1,5 bilhão. Os outros dois acordos firmados envolvem o arrendamento de um hospital em São Paulo - com investimentos de R$ 11 milhões - e a aquisição da carteira da Samedh, em Goiás, por R$ 20 milhões. Segundo a companhia, as três operações serão inteiramente financiadas com recursos próprios disponíveis em caixa.

O anúncio das aquisições foi bem recebido pelo mercado. As ações da Hapvida chegaram a liderar as altas do dia no Ibovespa. As ações da companhia fecharam em alta de cerca de 1,40%, cotadas aos R$ 67,34. Os papéis da operadora de saúde acumulam uma alta de 5,6% no ano.

O pagamento de R$ 1,5 bilhão será feito após a da dedução da dívida líquida do Grupo Promed - atualmente em cerca de R$ 500 milhões. Do valor restante, R$ 500 milhões serão pagos em dinheiro e o remanescente em ações da Hapvida a serem emitidas a R$ 60,06 por ação.

Com forte atuação na região metropolitana de Belo Horizonte, o Grupo Promed possui uma carteira total de cerca de 270 mil beneficiários de planos de saúde. A transação também inclui a aquisição de 3 hospitais, dentre eles o tradicional Hospital Vera Cruz, que acabou de passar por reformas para modernização e revitalização da estrutura.

A Hapvida já atua no estado de Minas Gerais, por meio da RN Metropolitan e do Grupo São Francisco, totalizando uma carteira com cerca de 70 mil beneficiários em planos de saúde. A companhia pretende fortalecer ainda mais a sua presença na região e tem planos de construir um novo hospital na cidade de Uberlândia e novas clínicas e prontos atendimentos.

Segundo a Hapvida, o Grupo Promed teve uma receita líquida combinada de R$ 600 milhões nos últimos 12 meses (base junho/20), com sinistralidade de 84%.

Consolidando presença

Em São Paulo, a Hapvida firmou um contrato de arrendamento do Hospital Materno Infantil Sinhá Junqueira, em Ribeirão Preto. Tradicional na região e referência em pediatria e obstetrícia, o hospital receberá investimentos de mais de R$ 11 milhões nos próximos anos, para modernização e ampliação de capacidade.

A Hapvida também possui outros planos de expansão para a região. Recentemente, a empresa concluiu a compra do Grupo São José, no Vale do Paraíba, e deve assumir as operações da Medical, em Limeira. Para o primeiro semestre de 2021 estão previstos três novos hospitais em Barretos, Bauru e São Carlos.

No Centro-Oeste, a Hapvida firmou um protocolo de entendimento para aquisição da carteira de beneficiários da Samedh. Segundo fato relevante divulgado nesta terça-feira (08), o preço da aquisição foi inicialmente fixado em R$ 20 milhões, mas o valor pode ser alterado com base no recebimento médio da carteira na data da conclusão da transação.

Atualmente, a Samedh possui uma carteira com 18 mil beneficiários na região de Goiânia. A Hapvida já atua na região centro-oeste do país, com cerca de 220 mil beneficiários do Grupo América. Para 2021, a operadora de saúde prevê um novo hospital em Dourados (Mato Grosso do Sul), um novo pronto atendimento, uma clínica e duas unidades de diagnóstico.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

TÃO DEIXANDO A GENTE SONHAR

Efeito dobradinha Lula-Haddad? Por que o dólar voltou para baixo dos R$ 5,00 pela primeira vez em quase nove meses?

2 de fevereiro de 2023 - 11:25

Diversos fatores influenciam na pressão sobre a divisa: incertezas políticas, cenário macroeconômico e juros nos Estados Unidos

MARKET MAKERS

O segredo do maior empregador do Brasil: Como atravessar à crise sem desistir do país?

2 de fevereiro de 2023 - 10:50

Num país em que as decisões políticas parecem sobrepujar as melhoras do cenário macroeconômico, a esperança se torna fundamental

AGENDA ESG

Itaú (ITUB4) capta R$ 2 bilhões em títulos sociais para investir em negócios liderados por mulheres

2 de fevereiro de 2023 - 10:33

O banco emitiu R$ 2 bilhões em letras financeiras sociais, também chamadas de social bonds, no mercado local

EXPLORANDO OPÇÕES?

Veja as primeiras explicações da Oi (OIBR3) para o pedido cautelar que pode anteceder seu retorno à recuperação judicial

2 de fevereiro de 2023 - 10:14

Oi (OIBR3) antecipa a possibilidade de um ingressar em um novo processo de recuperação judicial sem nem bem ter saído do primeiro

O MEDO NA ESQUINA

Bitcoin (BTC) se aproxima dos US$ 24 mil e sobrevive ao Fed e ao Facebook — mas as big techs ainda podem melar o rali das criptomoedas; entenda

2 de fevereiro de 2023 - 9:49

A semana dos balanços das empresas de tecnologia tem potencial de movimentar as cotações das maiores moedas digitais do mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies