Menu
2020-06-04T20:10:45-03:00
Estadão Conteúdo
coronavírus na energia

Copasa prorroga pagamento de contas devido à pandemia

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que prorrogou os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus

4 de junho de 2020
20:10
Torre de transmissão de energia elétrica
Imagem: Shutterstock

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou nesta quinta-feira, 4, ter decidido, com a aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG), prorrogar os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a empresa, clientes contemplados com a tarifa social não terão o abastecimento suspenso até 30 de junho, ou até que as medidas de isolamento social sejam relaxadas pelo Governo de Minas Gerais. A determinação também inclui a não cobrança de juros e multas de faturas vencidas e não pagas até a data.

Os clientes comerciais com faturas com vencimento a partir do último dia 31 de maio terão o prazo postergado para 31 de julho, ou até que as medidas de isolamento social sejam relaxadas no Estado. Já os clientes que receberam aviso de suspensão entre 1º e 31 de maio terão o prazo para pagamento prorrogado para 30 de junho.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mercados hoje

Ibovespa sobe de olho em privatizações e reformas; dólar recua mais de 1%

Em evento do Credit Suisse, Bolsonaro e Guedes reafirmaram o compromisso com o andamento das reformas e das privatizações, o que apaga a perspectiva negativa com a saída de Wilson Ferreira Junior da Eletrobras.

ministro pistola

Guedes renova esperança com avanço de reformas e critica Maia

Ministro critica “disfuncionalidade” do sistema político por permitir que centro-esquerda domine votações, apesar da vitória da centro-direita nas eleições

reunião

Alguns membros julgam que Copom deveria considerar início de normalização parcial

O Copom, no entanto, manteve na semana passada a Selic em 2,00% ao ano pela quarta reunião consecutiva.

o melhor do seu dinheiro

Dando nome aos cavalos

A bolsa brasileira viveu um dos maiores períodos de valorização de sua história entre 2003 e 2008, a mesma época em que comecei a acompanhar o mercado financeiro mais de perto. Dessa fase eu guardo bem viva na memória uma entrevista que fiz com um gestor de fundos que havia ficado entre líderes dos famigerados […]

Painel sobre América Latina

Bolsonaro adota tom positivo para reformas e vacinas em evento do Credit Suisse

O painel também conta com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies