Menu
2020-05-19T17:06:17-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Meta é dar fôlego aos clientes

Bradesco decide prorrogar dívida de pessoas físicas e empresas em até 4 meses

Clientes que já estenderam suas dívidas poderão solicitar mais 60 dias de carência. Para os créditos novos, o Bradesco concede o máximo de 90 dias de carência e até 6 anos para quitar a dívida

19 de maio de 2020
17:00 - atualizado às 17:06
Banco Bradesco
Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

O Bradesco anunciou que dará nova opção de prorrogação de dívidas de clientes pessoas físicas e jurídicas para até 120 dias de carência, segundo nota distribuída à imprensa nesta terça-feira (19).

Assim, clientes que já estenderam suas dívidas poderão solicitar mais 60 dias de carência. Para os créditos novos, o Bradesco concede o máximo de 90 dias de carência e até 6 anos para quitar a dívida, diz a nota.

Linhas de Crédito Pessoal, CDC Veículos, Crédito Parcelado, Crédito Imobiliário e Cheque Especial para clientes pessoas físicas, e linhas de capital de giro, para empresas, integram essa facilidade de crédito.

Segundo o banco, a meta é "dar fôlego aos clientes" em um momento de crise.

Folha de pagamento

O Bradesco também disponibilizou limite pré-aprovado para folha de pagamento, no total de R$ 2,4 bilhões. A facilidade é direcionada a empresas com receita menor que R$ 360 mil e maior que R$ 10 milhões.

Para essa linha, há a possibilidade de 6 meses de carência para o pagamento da primeira parcela, além de taxas diferenciadas, a partir de 0,65% ao mês, de acordo com perfil de risco e relacionamento dos clientes.

Para outras linhas de financiamento da carteira pessoa jurídica, o total de crédito pré-aprovado é de R$ 27 bilhões. O crédito pré-aprovado para pessoas físicas e jurídicas soma R$ 100 bi ao todo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

CCR: Alerj recomenda retomar concessão de rodovia, mas governo é contra

Assembleia quer retomada da rodovia para reduzir tarifas, consideradas altas devido a irregularidades no contrato de concessão

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

BDR, bitcoin, shopping: o melhor do Seu Dinheiro na semana

O fim de semana chegou com uma notícia bastante esperada pelos investidores: a volta do Ibovespa ao patamar de 100 mil pontos. O principal índice da B3 foi impulsionado esta semana por dois acontecimentos. O primeiro deles foi o alívio das preocupações em torno do risco fiscal brasileiro, com políticos e governo demonstrando compromisso com a manutenção do teto de gastos. Outro tema foi a esperança de aprovação de um pacote de estímulos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies