Menu
2020-09-07T14:34:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após 16 anos de mandato

Ab Inbev busca sucessor de Carlos Brito

CEO brasileiro que liderou expansão deve ser substituído, diz The Financial Times.

7 de setembro de 2020
14:34
Budweiser
Embalagem de Budweiser - Imagem: Shutterstock

A Anheuser-Busch InBev, ou AB Inbev, fabricante da Brahma, da Skol e da Budweiser, entre outras marcas, começou um processo para substituir o presidente-executivo Carlos Brito, o brasileiro que liderou sua transformação na maior cervejaria do mundo por meio de uma série de aquisições durante um mandato de 16 anos. As informações são do The Financial Times.


Segundo o jornal, a cervejaria está considerando candidatos externos, já que apenas um candidato interno estaria no páreo, Michel Doukeris, que dirige sua empresa baseada na América do Norte. De acordo com uma fonte, o próprio Brito estaria envolvido no processo de escolha e planeja deixar o cargo no ano que vem.

É possível que Brito continue no comando por mais tempo se a empresa não chegar a um consenso para um substituto.

As mudanças na liderança ocorrem, diz o jornal, num momento em que a AB InBev lida com um pesado endividamento decorrente de sua aquisição da SABMiller por 79 bilhões de libras, após quase duas décadas de negociações, que lhe deram uma posição dominante no setor.

Tendo atingido níveis recordes em 2015 antes do negócio da SABMiller, a AB InBev as ações agora estão mais de 60% abaixo do pico, já que os investidores se preocupam com seu endividamento, que no final de junho era de US$ 87,4 bilhões, ou 4,9 vezes os lucros.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Que modorra!

Bolsa passa por correção, mas zera perdas na reta final do pregão; dólar retoma alta

Principal índice de ações da B3 passou por correção e ignorou durante a maior parte do dia o impulso do setor de tecnologia à bolsa de Nova York

setor público

Reforma administrativa economiza R$ 400 bi até 2034, aponta estudo

Mesmo restringido a reforma apenas a novos servidores, o setor público poderia economizar pelo menos R$ 24,1 bilhões em 2024 com a aprovação das mudanças no seu RH, liberando o governo para investir mais em saúde, educação e segurança pública, segundo centro de estudos

retomada em pauta

Recuperação está longe de concluída, diz presidente do Fed do Kansas

Esther George fez a declaração durante discurso sobre os bancos comunitários, no qual enfatizou o papel destes para dar estabilidade na crise e apoiar a recuperação

EXILE ON WALL STREET

Bife ancho on sale!

Um país com a trajetória fiscal em xeque mais todas as idiossincrasias tupiniquins deveria ser motivo mais do que suficiente para que todo investidor buscasse diversificação no exterior

inteligência artificial

Elon Musk critica anúncio da Microsoft e expõe insatisfação com projeto de IA

Empresa terá licença exclusiva para o GTP-3, modelo de linguagem de inteligência artificial criado pela OpenAI – iniciativa fundada sem o propósito lucrativo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements