Menu
2020-10-07T14:13:32-03:00
Estadão Conteúdo
Crise

União gastou R$ 310,71 mi em setembro para honrar dívidas de governos regionais

Os dados foram divulgados nesta quarta pelo Tesouro Nacional e constam do Relatório de Garantias Honradas pela União em operações de crédito

7 de outubro de 2020
14:13
Bruno Funchal, secretário do Tesouro
Bruno Funchal, secretário do Tesouro - Imagem: Por CSNonato/Wikicommons

O Tesouro Nacional precisou desembolsar R$ 310,71 milhões em setembro para 2020 para honrar débitos bancários com garantias da União que não foram quitados pelos governos estaduais no mês passado.

Os valores referem-se a dívidas de R$ 226,07 milhões do Rio de Janeiro, R$ 81,80 milhões de Minas Gerais e R$ 2,83 milhões do Rio Grande do Norte. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Tesouro Nacional e constam do Relatório de Garantias Honradas pela União em operações de crédito.

De janeiro a setembro de 2020, a União já bancou R$ 6,60 bilhões em dívidas garantidas de 14 Estados e sete municípios, um aumento de 15,9% em relação ao valor honrado no mesmo período de 2019 (US$ 5,69 bilhões).

No acumulado no ano, somente cinco Estados foram responsáveis por 90,4% de todo o valor pago pelo Tesouro em garantias. São eles: Minas Gerais e Rio de Janeiro - cada um com R$ 2,39 bilhões, ou 36,2% do total -; Goiás (R$ 553,18 milhões, ou 8,4% do total), Pernambuco (R$ 354,85 milhões ou 5,4% do total), e Maranhão (R$ 280,16 milhões ou 4,2% do total).

O Tesouro lembra que, "pelo fato de a União estar impedida de recuperar as contragarantias de diversos Estados que obtiveram liminares judiciais suspendendo a execução das referidas contragarantias, e também as relativas ao Estado do Rio de Janeiro, que está sob o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), os valores honrados no ano aumentaram a necessidade de financiamento dívida pública federal".

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Exile on Wall Street

Governo dos 100 dias

O período entre a fuga de Napoleão do exílio na Ilha de Elba em março de 1815 e sua derrota definitiva na batalha de Waterloo é bastante conhecido. Enquanto o Congresso de Viena tenta restabelecer a ordem e a monarquia na Europa depois das guerras napoleônicas, foi subitamente surpreendido pela aclamação de Napoleão, cujo objetivo […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa opera em queda com repercussão do PIB e novas mudanças na Petrobras

A votação da PEC emergencial e a divulgação do livro bege ficaram para tarde, o que não deve afetar a bolsa, por enquanto, nesta manhã

Varejista avança

Com nova aquisição, Magazine Luiza quer virar o seu supermercado digital

A empresa fechou a compra da VipCommerce, uma plataforma que permite a supermercados e atacarejos venderem online usando suas próprias marcas

Controle do orçamento

Líderes do Senado querem tirar Bolsa Família do teto

Os senadores pegaram carona na ideia e concordaram em ampliar a sugestão para tirar o Bolsa Família do teto de gastos

apesar de pandemia

PIB vem melhor que o esperado pelos economistas, subindo 3,2% no 4º tri e caindo 4,1% em 2020

Apesar de ter vindo acima do projetado, PIB de 2020 representa o pior desempenho da série histórica, iniciada em 1996

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies