Menu
2020-02-28T18:54:21-03:00
Estadão Conteúdo
Pensando nas taxas

Goldman Sachs prevê 3 cortes de juros pelo Fed até junho com coronavírus

Primeira redução seria de 0,25 ponto já na reunião do próximo do comitê, marcada para os dias 17 e 18 de março

28 de fevereiro de 2020
18:54
Fed banco central americano
Sede do Federal Reserve (Fed) - Imagem: Federal Reserve

O banco americano Goldman Sachs passou a projetar ação rápida do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) para conter os estragos econômicos causados pelo coronavírus. O banco estima agora três cortes de juros até junho, somando 0,75 ponto porcentual. A primeira redução seria de 0,25 ponto na reunião deste mês do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), nos dias 17 e 18.

O economista-chefe do Goldman, Jan Hatzius, não descarta também ações emergenciais de outros bancos centrais pelo mundo para conter os impactos negativos do coronavírus nas cadeias produtivas e na atividade econômica. Até agora, a expectativa era de manutenção dos juros este ano nos EUA.

Com o coronavírus, o Goldman espera uma contração da atividade mundial, que deve ter "vida curta".

"Apesar de cortes moderados do Fed não terem provavelmente muito poder, o Fomc ficará relutante em decepcionar as expectativas do mercado para cortes mais substanciais por temor de aperto ainda maior nas condições financeiras", escreve o economista do Goldman Sachs em relatório.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

congresso X executivo

Orçamento tem guerra de pareceres

Câmara e Senado se armaram com notas técnicas para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos a emendas; Ministério da Economia já prepara próprio embasamento jurídico.

Aura e Aeris: veja o que dizem os CEOs das novatas da bolsa e outras notícias que bombaram na semana no Seu Dinheiro

Novidade na praça sempre causa burburinho. Na bolsa não é diferente. É bem verdade que as opiniões divergem:Lindas!Não são lá tudo isso…Não sei, nunca ouvi falarA bolsa brasileira recebeu 43 novas integrantes em 2020 e 2021. E a fila para entrar continua a aumentar. Para você, amigo leitor, isso é excelente. São mais ações na […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies