Menu
2020-03-22T16:51:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
INJEÇÃO DE DINHEIRO

FED destinará até US$ 4 bilhões em empréstimos a empresas para resgatar economia, diz Mnuchin

O secretário disse que o projeto que busca disponibilizar todo esse dinheiro deve ser finalizado neste domingo e que deve estar pronto para votação na segunda-feira (23) no Senado americano

22 de março de 2020
12:21 - atualizado às 16:51
Helicóptero joga dólares
Imagem: Shutterstock

Em entrevista à Fox News neste domingo (22), o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse que "está trabalhando com o banco central americano (FED) e que há um projeto que busca destinar até US$ 4 bilhões para aumentar a liquidez e apoiar a economia americana". As informações são do site Market Watch.

O secretário disse que o projeto que busca disponibilizar todo esse dinheiro deve ser finalizado neste domingo e que deve estar pronto para votação na segunda-feira (23) no Senado americano.

De acordo com ele, a iniciativa buscará incluir empréstimos de retenção para pequenas empresas, com o objetivo de ajudá-las a manter os trabalhadores e a folha de pagamento por um período entre 90 e 120 dias.

Em sua fala, ele destacou ainda que os pagamentos devem ter como base valores referentes à duas semanas de fluxo e que cobririam ainda despesas gerais.

O secretário também anunciou uma medida que buscará oferecer uma espécie de "cheque" aos americanos. Segundo ele, famílias de até quatro pessoas deverão receber em média US$ 3 mil.

E se alguém for demitido por conta da pandemia, Mnuchin falou que a medida prevê disponibilizar uma espéciice de seguro desemprego aprimorado para essas pessoas.

Mnuchin disse ainda que, se o desligamento virtual da economia americana durar mais do que o esperado, o Congresso aprovará outro pacote de resgate.

Ajuda do FED

Além de auxiliar na recuperação da economia americana, o FED anunciou, na última sexta-feira (20), uma ação coordenada com outros cinco bancos centrais do mundo na tentativa de aumentar a liquidez nos mercados por meio de operações de swap cambial.

Segundo o comunicado, as operações diárias terão início na segunda-feira (23) e continuarão pelo menos até o fim de abril. Além disso, a autarquia informou que os bancos centrais continuarão a fazer semanalmente operações com vencimento de 84 dias.

Entre as entidades envolvidas na ação estão nomes como o Banco do Canadá, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), o Banco do Japão (BoJ), o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco Nacional da Suíça.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Efeito reverso

Elon Musk fez piada sobre o Dogecoin na TV aberta — e as cotações desabaram

Elon Musk fez a aguardada participação no SNL no último sábado, fazendo piada sobre si mesmo e falando do Dogecoin — mas a cotação caiu forte

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies