Menu
2020-07-13T12:25:34-03:00
Estadão Conteúdo
cenários possíveis

Debate sobre sustentabilidade deve crescer em cenário pós-covid, diz ministra

Segundo Tereza Cristina, isso já pode ser observado atualmente nas preocupações de varejistas do Reino Unido e da Alemanha com aspectos de sustentabilidade da produção agropecuária brasileira

13 de julho de 2020
12:25
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina
Tereza Cristina, ministra da Agricultura do governo Bolsonaro. - Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que acredita que, passado o difícil momento de pandemia de covid-19, deve ocorrer um aumento das discussões sobre sustentabilidade, no âmbito de acordos com países e entre consumidores finais.

Segundo ela, que participa na manhã desta segunda-feira de "live" com o setor de cafés especiais, isso já pode ser observado atualmente nas preocupações de varejistas do Reino Unido e da Alemanha com aspectos de sustentabilidade da produção agropecuária brasileira.

Conforme a ministra, no cenário pós-covid-19 vão aumentar as exigências de certificação, rastreabilidade e sobre embalagem. "Devemos estar cientes e preparados para atender as exigências do mercado internacional, por meio da cooperação entre governo e a cadeia produtiva", disse ela.

"Os desafios são grandes e será preciso engajamento do setor privado, em um processo robusto de governança para o País avançar", acrescentou. Entre os desafios, a ministra citou a necessidade de regularização fundiária, para solucionar conflitos agrários históricos e de avançar na implementação do código florestal.

A ministra disse, ainda, que é preciso impulsionar instrumentos que gerem renda ao produtor pelo correto manejo florestal. Segundo Tereza Cristina, o novo Plano Safra 2020/21 já prevê recursos para garantir a inclusão do agricultor familiar junto às cadeias de maior valor agregado, favorecendo inclusive o pequeno produtor de café.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

uma bolada

Bradesco paga R$ 5 bilhões em juros sobre capital próprio

Valor representa R$ 0,416 por ação ordinária e R$ 0,458 por ação preferencial, após o desconto do Imposto de Renda

seu dinheiro na sua noite

Dólar abaixo de R$ 5, Selic de volta aos 7% e o investimento da Petz em página de gatinhos

Apesar dos avanços na vacinação e do relaxamento nas medidas de distanciamento social, o fato de ainda estarmos convivendo com o coronavírus e uma elevada mortalidade pela covid-19 faz com que 2021 tenha um sabor de 2020 – parte 2. Assim tem sido, pelo menos para mim. Imagino que também seja assim para todas as […]

atenção, acionista

Weg e Lojas Renner anunciam juros sobre capital próprio; confira valores

Empresa de fabricação e comercialização de motores elétricos paga R$ 86,1 milhões; provento da varejista chega a R$ 88 milhões

Alívio no câmbio

Dólar fica abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez em mais de um ano — e o empurrão veio dos BCs

O dólar à vista terminou o dia em R$ 4,96, ficando abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez desde 10 de junho de 2020. O Ibovespa caiu

Constitucionalidade em xeque

Autonomia do Banco Central: STF retoma julgamento no dia 25, mas recesso pode estender votação até agosto

A lei em análise restringe os poderes do governo federal sobre a autoridade máxima da política monetária do País

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies