Menu
2020-07-14T13:45:07-03:00
Estadão Conteúdo
em conferência virtual

Crise atual é ‘mais severa e complexa’, diz diretora-gerente do FMI

Para Kristalina Georgieva, cenário exige uma adaptação e que repensemos nossas vidas e economias, enquanto a política monetária entra em “território desconhecido”

14 de julho de 2020
13:44 - atualizado às 13:45
Kristalina Georgieva
Kristalina Georgieva - Imagem: Shutterstock

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, destacou em discurso nesta terça-feira, 14, que a crise atual é singular, sendo "mais severa e mais complexa do que qualquer uma que temos visto na memória viva". Segundo ela, o cenário exige uma adaptação e que repensemos nossas vidas e economias, enquanto a política monetária entra em "território desconhecido".

As declarações foram dadas como apresentação da Conferência Camdesuss, realizada pela primeira vez de modo virtual, por causa da pandemia da covid-19, pelo presidente do Banco Central da Suíça, Thomas Jordan.

Georgieva destacou em sua fala as "medidas extraordinárias de governos e bancos centrais" para apoiar o quadro, que estabeleceram um piso para a economia global, embora esta não esteja fora de perigo, advertiu.

Ela disse que isso traz questões importantes, como o meio pelo qual os bancos centrais podem apoiar a economia, uma vez que tenha se exaurido o espaço político convencional, e como evitar consequências indesejáveis como o distanciamento dos mercados dos fundamentos econômicos; além de quais outros instrumentos os bancos centrais podem utilizar nesse contexto, por exemplo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies