Menu
2020-05-11T07:24:16-03:00
declaração de domingo

Bolsonaro minimiza gastos com cartão e diz que fica até janeiro de 2027

Jornal mostrou que gastos com cartão corporativo da Presidência da República dobraram nos quatro primeiros meses de 2020, na comparação com a média dos últimos cinco anos

11 de maio de 2020
7:23 - atualizado às 7:24
O presidente Jair Bolsonaro
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Confrontado por um popular em frente ao Palácio da Alvorada que afirmou "a democracia pede sua renúncia ou impeachment", o presidente da República, Jair Bolsonaro, respondeu que fica no comando do País até 1º de janeiro de 2027. Para seguir no cargo até esta data, Bolsonaro precisa vencer as eleições a presidente de 2022 e cumprir um segundo mandato.

O presidente também minimizou neste domingo, 10, gastos com cartões corporativos da Presidência. Para apoiadores, mesmo sem ser questionado, ele disse que as despesas subiram porque teve de enviar aviões à China para repatriação de brasileiros que estavam isolados em Wuhan, em razão do surto da covid-19. "Teve quatro aviões para China para buscar gente lá. Daí gastou mesmo", disse.

O jornal O Estado de S. Paulo mostrou que gastos com cartão corporativo da Presidência da República, usado para bancar despesas sigilosas do presidente Jair Bolsonaro, dobraram nos quatro primeiros meses de 2020, na comparação com a média dos últimos cinco anos.

A fatura no período foi de R$ 3,76 milhões, valor que é lançado mensalmente no Portal da Transparência do governo, mas cujo detalhamento é trancado a sete chaves pelo Palácio do Planalto.

'Chá revelação'

As declarações foram feitas no fim da tarde deste domingo, quando Bolsonaro parou em frente à residência oficial para conversar com apoiadores.

Ele retornara de uma cerimônia de "chá revelação" na casa de deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, que será pai de uma menina.

"Vou sair em 1º de janeiro de 27", disse Bolsonaro ao popular.

Ao contrário da larga maioria das pessoas que aguardam diariamente o presidente em frente ao Alvorada, o homem não era um apoiador de Bolsonaro. Ao falar sobre renúncia e impeachment do presidente, ele foi vaiado por defensores do presidente.

Mais de 30 pedidos de impeachment

Mais de 30 pedidos de impeachment contra Bolsonaro foram apresentados ao Legislativo em cerca de 16 meses.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já afirmou que não é o momento de colocar o tema em pauta.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio intenso

Ibovespa sobe e encosta nos 90 mil pontos, sustentado pelo exterior positivo

O Ibovespa continua recuperando o terreno perdido, impulsionado pelo clima de menor aversão ao risco no mundo. No câmbio, o dólar à vista cai forte e já fica abaixo de R$ 5,30

no twitter

Grupo divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados

Um perfil publicou imagens que alega retratarem a lista de bens declarados pelo presidente, com valor idêntico à declaração apresentada ao TSE

INVESTIGAÇÃO POLÍTICA

‘Presidente esqueceu de combinar comigo’, diz Aras sobre suposto arquivamento

Cabe a Aras decidir se denuncia ou não Bolsonaro, o que poderia resultar no afastamento do presidente do cargo.

em diário oficial

Governo publica MP que pode destravar o crédito às pequenas empresas

Dentre os vários pontos, o texto autoriza a União a aumentar em até R$ 20 bilhões a sua participação no Fundo Garantidor para Investimentos (FGI), gerido pelo BNDES

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

Cada vez que o dólar sobe eu, você e os demais brasileiros ficamos mais pobres relativamente. Isso fica evidente na hora de converter os custos de uma viagem de férias. Aquele jantar de US$ 50 sai perto de R$ 300 na cotação atual mais custos para o turista.   Dá para minimizar esse efeito alocando […]

efeito coronavírus

Sodexo se volta ao consumidor e entra na disputa por delivery de comida no Brasil

Nas três primeiras semanas de testes da nova estratégia, a Sodexo entregou mais de mil refeições nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul

assunto encerrado

Celso de Mello arquiva pedido para apreender celular de Bolsonaro

Partidos PDT, PSB e PV haviam solicitado ao Supremo a apreensão dos aparelhos “o quanto antes, sob pena de que haja tempo suficiente para que provas sejam apagadas ou adulteradas”

Esquenta dos mercados

China segue comprando soja dos EUA e notícia anima os mercados globais

Ao contrário do noticiado ontem pela Bloomberg, o jornal chinês Global Times afirmou que o país asiático continuará comprando soja dos Estados Unidos. O alívio visto nas bolsas globais deve ajudar o Ibovespa em dia de agenda ecnômica fraca.

questões do governo

PGR dá aval para prorrogar inquérito

Procuradoria vai avalizar pedido da Polícia Federal (PF) para prorrogar por 30 dias as investigações sobre a suposta tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na corporação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements