Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-02T20:00:21-03:00
seu dinheiro na sua noite

Uma previsão (conservadora) para a bolsa em 2021

2 de dezembro de 2020
20:00
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Depois de tudo que passamos em 2020 (e o ano ainda não acabou), eu admiro a coragem de quem se arrisca a fazer previsões para o desempenho dos investimentos.

As estimativas podem parecer mero chute — e às vezes são mesmo — mas no geral têm fundamento.

Com algum trabalho, é possível calcular o fluxo de caixa descontado de cada uma das empresas do Ibovespa e chegar a um número que seria o justo para o principal índice da bolsa.

Os especialistas também gostam de fazer a análise de múltiplos, como a relação entre o preço das ações e o lucro projetado para indicar o potencial de alta (ou de baixa).

O problema é que a bolsa não varia apenas com base na perspectiva de resultados das companhias. Em momentos de maior euforia, os investidores aceitam pagar mais caro pelas ações — e vice-versa.

Além do mais, nenhum modelo é capaz de prever eventos que extrapolam os balanços, como a paralisação da economia global provocada pela pandemia de um novo tipo de coronavírus.

Diante de todas as incertezas que ainda estão no radar, o Bank of America (BofA) divulgou uma projeção para a bolsa brasileira em 2021 que o próprio banco classificou como conservadora.

Mesmo sob essa ótica mais cautelosa, a expectativa é de uma alta de 18% para o Ibovespa, que pode encerrar o ano que vem na marca inédita de 130 mil pontos.

O Ivan Ryngelblum participou hoje de um encontro virtual do BofA com jornalistas e conta para você quais são as principais apostas do banco na bolsa em 2021.

MERCADOS

 O Ibovespa até conseguiu romper os 112 mil pontos hoje, mas foi um ímpeto que não se manteve. Ainda assim, o índice fechou em alta de 0,43%, puxado pelas ações da Petrobras. Veja tudo que mexeu com os mercados.

ECONOMIA

 As privatizações dos Correios e da Eletrobras vão acontecer no quarto trimestre… de 2021. Essa pelo menos é a expectativa do governo, que pretende vender para a iniciativa privada um total de oito empresas. Saiba quais são as outras candidatas

 Em mais um sinal de retomada da economia, as vendas de veículos novos subiram 4,6% em novembro na comparação com o mês anterior, segundo a Fenabrave. Foram 225 mil unidades emplacadas, número ainda abaixo do mesmo período do ano passado.

 A produção industrial brasileira registrou crescimento de 1,1% em outubro, mantendo o ritmo dos últimos cinco meses, de acordo com o IBGE. Com o resultado, a indústria elimina a retração acumulada nos meses de março e abril.

EMPRESAS

 Um crowdfunding bilionário. O C6 Bank recebeu um aporte de capital de R$ 1,3 bilhão em uma rodada de captação fechada com 40 investidores. O banco digital criado por ex-sócios do BTG Pactual foi avaliado em R$ 11,3 bilhões na operação.

 A Vale destoou da alta da bolsa depois de anunciar uma redução na sua projeção para a produção de minério de ferro em 2020. Confira as estimativas divulgadas pela mineradora antes de um evento com investidores e analistas.

 A Qualicorp fechou um acordo para encerrar definitivamente as relações societárias com o fundador José Seripieri Filho, o Júnior. O acerto prevê a extensão, por mais dois anos, da obrigação de não competição de Júnior com a empresa.

ANÁLISE

 Poucos dias fazem toda a diferença quando se fala de investimentos — e 2020 já nos provou que não podemos baixar a guarda em nenhum momento. Na coluna de hoje, o Felipe Miranda faz uma análise completa do que você deve ficar atento antes do apagar das luzes do ano. Vale a leitura!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies