Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-03T19:34:58-03:00
o melhor do seu dinheiro

Um V meio capenga

3 de dezembro de 2020
19:34
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu nunca tive letra bonita nem fiz exercícios de caligrafia na infância. Mas também não fazia garrancho. As duas pernas do meu V têm o mesmo tamanho, e as suas?

De acordo com diversas projeções, o desempenho da economia em 2020 poderia tomar a forma de tantas letras diferentes do alfabeto latino que Mário Quintana poderia escrever um poema sobre elas.

Uns falavam em W, outros em U, teve até quem falasse em K (!). Mas o formato preferido das autoridades para ilustrar a intensidade da recuperação da economia, incluindo o nosso ministro Paulo Guedes, é o V.

Ou seja, a atividade que mergulhou num primeiro momento por causa da pandemia se recuperaria rapidamente e com quase a mesma intensidade após a flexibilização das medidas de distanciamento social.

Mas não foi bem isso que aconteceu. Depois de um segundo trimestre horrível para a economia, o terceiro - que deveria ter sido o da recuperação - deixou o nosso V meio capenga, um pouco torto, por assim dizer.

O IBGE divulgou nesta quinta o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre, e a cifra veio abaixo da mediana das projeções do mercado, pertinho das estimativas mais baixas. Também ficou abaixo da expectativa do próprio governo.

É que depois da nossa quarentena meia-boca e reabertura mais ou menos, o setor de serviços ainda está um pouco na lama. O Kaype Abreu repercutiu os dados com especialistas do mercado e levantou seis pontos cruciais para você entender os números do PIB no terceiro tri.

MERCADOS

 A notícia da alta do PIB menor que o esperado, porém, não fez preço nos mercados. Mas o Ibovespa, que se manteve no positivo durante todo o dia e chegou a bater os 113 mil pontos, desacelerou após uma má notícia no front das vacinas contra o coronavírus. O Felipe Saturnino conta tudo que aconteceu no pregão de hoje.

 As ações da Tesla, montadora de carros elétricos do bilionário Elon Musk, tiveram uma forte alta nesta quinta depois que o Goldman Sachs recomendou compra para os papéis. O Rafael Lara te explica tudo sobre o assunto nesta matéria

A oferta de ações da XP realizada para que o Itaú Unibanco vendesse uma participação de 5% na corretora movimentou R$ 1,2 bilhão, entre papéis que estavam de posse do Itaú e novas ações emitidas pela XP. O Ivan Ryngelblum te conta sobre a negociação nesta matéria

 Com grande peso no PIB brasileiro, mas baixa representação na B3, o agronegócio se prepara para ir à bolsa. Ao menos seis empresas do setor têm planos de abrir o capital a partir do ano que vem. Confira as candidatas.

ECONOMIA

 O ministro Paulo Guedes admitiu que o crescimento de 7,7% do PIB no terceiro trimestre ficou um pouco abaixo do esperado. Mas insistiu que o país vive uma retomada em “V”. O governo também comentou as perspectivas para o auxílio emergencial.

 O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou Guedes depois de o governo abandonar a meta fixa de resultado primário para 2021, propondo uma meta flexível. Entenda o que está em jogo nesta matéria

OPINIÃO

 Investidores iniciantes podem chegar à Bolsa com a impressão de que ações sobem quando tudo está bem e caem quando tudo está mal. Mas não é bem assim. Principalmente no Brasil, onde o investidor precisa se acostumar a comprar problemas e conseguir dormir tranquilo mesmo assim. Para o nosso colunista Rodolfo Amstalden, o brasileiro tem vocação para investir na bolsa. Entenda por quê.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies