Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-04-23T09:31:37-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

16 notícias para você começar o dia bem informado

23 de abril de 2020
9:31
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Hoje o Seu Dinheiro traz um panorama de como estão os fundos sugeridos na Lupa dos Fundos nos últimos meses. Como eles se saíram em março e qual a estratégia para abril? O Vinícius Pinheiro traz essa análise hoje.

Entre os assuntos do dia, atenção para a tentativa de recuperação do preço do petróleo e para o plano do governo para recuperar a economia anunciado sem a equipe econômica.

O que você precisa saber hoje:

MERCADOS

O Ibovespa fechou em alta de 2,17% ontem, aos 80.687,15 pontos. O dólar à vista subiu 1,90%, a R$ 5,4087 — o novo recorde nominal de fechamento.

O que mexe com os mercados hoje? Após o tombo histórico do petróleo, a commodity segue para o que parece ser mais um dia de recuperação, o que ajuda a embalar os negócios. As bolsas asiáticas fecharam em alta, com exceção do mercado chinês. Tanto os índices futuros em Nova York como as sessões na Europa operam sem uma direção definida após divulgação de dados fracos da atividade econômica europeia.

INVESTIMENTOS

Os fundos de ações registraram resgates pela segunda semana consecutiva. Entre os dias 13 e 16 de abril, os saques superaram as captações em R$ 405 milhões, segundo a Anbima.

•Quer investir em imóveis? Rodolfo Amstalden cita dois segmentos promissores e duas roubadas para passar longe (e muitos ricos estão comprados em uma delas). Veja a entrevista.

SEU DINHEIRO PREMIUM
• O que fizeram os fundos da Lupa na crise do coronavírus? O Vinícius Pinheiro faz uma revisão do desempenho e da estratégia dos fundos sugeridos. A Lupa dos Fundos é um conteúdo exclusivo do Seu Dinheiro Premium. Destrave aqui seu acesso.

ECONOMIA

 O Brasil tem 45.757 casos de coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. São 2.906 mortes.

 O general Braga Neto, da Casa Civil, apresentou ontem o programa pró-Brasil, criado para reerguer a economia após a pandemia. O projeto prevê estímulo via investimentos públicos e recebe críticas por tentar driblar o teto dos gastos . A cerimônia não teve a presença de integrantes do ministério da Economia.

 O governo desistiu de vender neste ano suas ações em empresas privadas ou mesmo participações em empresas públicas, segundo o secretário especial de Desestatização, Salim Mattar.

 O governo cancelou a antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, anteriormente prometida para hoje. A justificativa é de que há um impedimento legal para o pagamento.

 A Câmara aprovou o texto-base do projeto de lei para criar linhas de crédito a micro e pequenas empresas durante a crise. A taxa máxima de juros será a Selic (atualmente em 3,75%) mais 1,25%.

 O ministro Alexandre de Moraes, do STF, abriu prazo de cinco dias para o presidente Jair Bolsonaro se manifestar perante a Corte sobre as medidas adotadas pelo governo no combate ao coronavírus. A decisão foi tomada em ação movida pelo PT contra suposta "postura omissiva" do Planalto durante a pandemia.

EMPRESAS

A BR Malls reabriu dois de seus shoppings. No total, o Brasil tem 43 shopping abertos. Até semana passada, todas os 577 centros de compras estavam fechados.

A rede de estacionamentos Estapar lançou seu IPO, na primeira oferta de ações desde o início da crise. O dinheiro deve ser usado para pagar uma concessão em São Paulo. O preço da ação deve ser definido no próximo dia 13. 

IMPOSTO DE RENDA

 Entregou a declaração com erro ou ficou faltando alguma informação? Veja como retificar os dados.

O Guia Definitivo do Imposto de Renda: você nunca mais vai precisar de um contador para preencher sua declaração. Saiba mais.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Turbulência

Latam reduz prejuízo em 79% e anota perda de US$ 430,8 milhões no 1º trimestre

A receita operacional total da aérea foi de US$ 913,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 61,2% sobre o mesmo período de 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies