Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-09-22T09:45:03-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

7 notícias para começar o dia bem informado

22 de setembro de 2020
9:44 - atualizado às 9:45
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

No primeiro romance de Jane Austen, as irmãs Dashwood ficam na pindaíba depois da morte do pai. O irmão mais velho ficou com toda a herança e às mulheres resta a esperança de conseguir um bom casamento.

O próprio amor está sujeito a doses de razão e sensibilidade.

Na coluna de hoje, o Matheus Spiess lembra que os mercados vivem todos os dias um mix de sentimentos.

De um lado, a razão busca alinhar a precificação de ativos às métricas conhecidas. Mas, na prática, o vaivém dos mercados é fruto de decisões humanas, que estão sujeitas a emoções.

Para tornar a equação ainda mais complexa, estamos vivendo uma crise provocada por uma pandemia e uma corrida de estímulo monetário global sem precedentes na história recente.

Como manter a razão neste contexto? Esse é o tema da coluna do Matheus.

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa caiu 1,32% ontem, aos 96.990,72 pontos, e o dólar à vista subiu 0,43%, a R$ 5,4005. O dia foi marcado por um escândalo envolvendo bancos no exterior e a volta do temor de uma nova onda da covid-19.

O que mexe com o mercado hoje? O dia começa com os investidores ensaiando um movimento de recuperação. Os agentes financeiros monitoram a segunda onda de infecções por covid-19 na Europa e a ata da última reunião do Copom. Na Ásia, os negócios fecharam em queda. Os índices futuros em Wall Street e as principais praças europeias exibem sinais mistos.

EMPRESAS

O Bradesco planeja o IPO da Ágora Investimentos. Por enquanto, o banco definiu que vai separar a estrutura da corretora até o final do ano, segundo relatório do Goldman Sachs.

 A gestora de fundos Truxt passou a deter uma fatia equivalente a 12,2% do capital da construtora Plano & Plano.

O conselho da Linx se recusou a dar o aval à proposta de compra apresentada pela Totvs. O negócio ainda pode acontecer, mas será mais difícil. Para a Totvs, os conselheiros independentes da Linx trataram a oferta da companhia de forma desigual em relação à proposta feita pela Stone.

A Vulcabrás/Azaleia assumiu a marca Mizuno, que há 23 anos pertencia no Brasil a Alpargatas. A negociação foi celebrada por cerca de R$ 200 milhões e não inclui fábricas.

ECONOMIA

O Brasil chegou a 137,2 mil mortes por covid-19, segundo o Ministério da Saúde. O total de casos é de 4,55 milhões.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies