Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-06-03T09:14:37-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

10 notícias para começar o dia bem informado

3 de junho de 2020
9:14
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Você provavelmente foi impactado por alguma campanha de banco ou corretora oferecendo mais que 100% do rendimento do CDI. É um CDB que renumera 120% do CDI ou uma debênture com taxas mais convidativas que aplicações na renda fixa conservadora. 

Meu caro, antes de mais nada, cuidado com o efeito psicológico da oferta. Em tempos de juro básico a 3% ao ano, um título que paga 130% do CDI rende pífios 3,77%. 

Mas, sim, rende mais que a poupança e o fundo DI. Será que o risco compensa? 

Esse é o tema da reportagem de hoje da Julia Wiltgen. Ela ouviu fontes no mercado, fez as contas e aponta o que está valendo a pena (e o que não está) no crédito privado. 

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa avançou 2,74% ontem, aos 91.046,38 pontos, e o dólar caiu 3,34%, a R$ 5,2086. A despeito da economia real desabando, os últimos dias foram de alívio nos mercados.Veja aqui cinco razões para o otimismo que guiou as negociações. 

O que mexe com os mercados hoje? Os investidores ignoram as tensões sociais em solo americano e seguem otimistas com a retomada econômica pós-pandemia, principalmente depois de dados animadores na China e Europa. As bolsas asiáticas fecharam em alta. Nos Estados Unidos, os índices futuros operam no campo positivo, assim como o pregão europeu.

INVESTIMENTOS

 Vale a pena investir em títulos de crédito privado para ganhar um pouco mais que o CDI? A Julia Wilgen mostra nesta reportagem.

EMPRESAS

A Braskem registrou prejuízo líquido de R$ 3,65 bilhões no primeiro trimestre de 2020, revertendo o lucro do mesmo período do ano passado. Com dívida em moeda estrangeira, a petroquímica foi impactada pela variação cambial.

 A Eixo-SP, empresa recém-criada pelo fundo de private equity Pátria, começa a operar o lote Piracicaba-Panorama (PiPa), a maior rodovia concedida no País, com 1.273 km.

ECONOMIA

O Brasil chegou a 555.383 casos de coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. O número de mortes bateu recorde em 24 horas: 1.262. No total, são 31.199 óbitos.

O Ministério Público Federal determinou a abertura de um inquérito civil público para apurar por que o governo empenhou apenas 6,8% dos R$ 11,74 bilhões disponibilizados para o Ministério da Saúde no combate à pandemia.

 O ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga disse que o déficit primário das contas públicas brasileiras deve chegar a 12% do PIB neste ano. Ele apontou o encurtamento de prazos nas emissões de títulos públicos como uma saída para baratear o custo da dívida.

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan disse que vê um excesso de otimismo nas previsões de organismos internacionais e parte do mercado de uma recuperação na forma de "V".

 Com reformas, o PIB pode surpreender. A avaliação é do economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato. Em entrevista ao Estadão, ele considera que o dólar valorizado em relação ao real poderia se traduzir em aumento do investimento.

 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NÚMEROS DA PANDEMIA

Brasil registra 209,9 mil mortes e 8,48 milhões de casos de covid-19

Nas últimas 24 horas, foram notificados 551 óbitos e 33.040 novos diagnósticos de covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde

entrevista exclusiva

Para Figueiredo, da Mauá e ex-BC, as ações no Brasil estão baratas

Sócio fundador da Mauá Capital diz que economia deve se recuperar e a Bolsa terá bom desempenho em 2021, desde que não haja descuido do lado fiscal

SD PREMIUM

Segredos da Bolsa: Semana promete ser agitada com Copom, IBC-Br, Biden e mais…

A semana promete ser agitada, com importantes indicadores no radar e a “mudança de guarda” nos Estados Unidos

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies