Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-12-01T10:05:51-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

10 notícias para começar o dia bem informado

1 de dezembro de 2020
9:49 - atualizado às 10:05
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro
Enquanto aguardava sentada na recepção do Smiles para fazer minha primeira entrevista com o então presidente da empresa, Leonel Andrade, ouvia uma pessoa gargalhar no escritório. Não lembro se foi em 2013 ou 2014, mas lembro que pensei: “quem será que está tão animado?”. Quando entrei na sala para a entrevista, me deparei com uma figura enérgica e bem humorada: era o Leonel.

Em (quase) todo período que esteve à frente do Smiles, Leonel teve motivos de sobra para sorrir. A empresa virou um case de geração de caixa e fez a alegria dos acionistas e do próprio controlador.



O Smiles foi uma peça-chave no processo da Gol de busca por passageiros de alta renda e pelo público corporativo iniciado em 2012. Ele também teve papel central na crise de 2016, com a compra antecipada de passagens da Gol, uma das medidas para evitar a quebra da empresa aérea na época.

O “quase” do parágrafo acima se refere ao triste episódio em que a Gol tentou impor uma incorporação aos acionistas minoritários do Smiles. Não deu certo - e esse incidente culminou com a saída do Leonel da empresa.

Leonel foi anunciado em março deste ano como presidente da CVC, mas assumiu a função em 1º de abril, no meio da quarentena.

Como sabemos, o setor de viagens foi um dos mais afetados pela pandemia. A primeira tarefa do Leonel foi garantir a sobrevivência da empresa.

Em entrevista exclusiva ao repórter Ivan Ryngelblum, Leonel conta como foram os primeiros nove meses à frente da CVC e afirma que ela está “vivíssima”. Na bolsa, isso é bem verdade: sua ação subiu 48,4% em novembro.

Agora a CVC tirou da gaveta novos projetos e busca, justamente, o cliente de alta renda. Os detalhes sobre os planos da empresa o Seu Dinheiro conta com exclusividade nesta reportagem. Recomendo fortemente a leitura!
O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa fechou ontem com queda de 1,5%, aos 108.930 pontos, em meio à aversão ao risco no exterior, com a retomada da tensão entre Estados Unidos e China. Apesar disso, o índice registrou em novembro o melhor resultado para o mês em 21 anos. O dólar encerrou em alta de 0,4%, aos R$ 5,34.

O que mexe com os mercados hoje? Os investidores começam dezembro com bom humor. A previsão de que uma vacina contra a covid-19 comece a circular nos países desenvolvidos nos próximos dias e dados animadores da economia chinesa sustentam o otimismo. Durante a madrugada, as bolsas asiáticas fecharam em alta. Os índices futuros em Wall Street e as principais praças europeias avançam nesta manhã.

 O bitcoin foi o melhor investimento de novembro, seguido pelo Ibovespa. As boas notícias a respeito das vacinas contra a covid-19 e a eleição de Joe Biden para a presidência dos Estados Unidos abriram espaço para a tomada de risco pelos investidores. Confira o ranking mensal dos melhores e piores investimentos elaborado pela Julia Wiltgen.

•Live - 15h: A Julia Wiltgen e o Vinícius Pinheiro estarão ao vivo hoje para comentar os melhores e os piores investimentos de novembro. Anote na agenda e acompanhe ao vivo no YouTube do Seu Dinheiro.

EMPRESAS

 O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou ontem que mesmo com os atrasos causados pela pandemia de covid-19, a empresa vai cumprir a meta de fechar 2021 com oito das suas 13 refinarias vendidas.

 A Embraer informou ontem que sofreu um ataque cibernético aos seus sistemas de tecnologia da informação, que resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos à empresa.

A Boa Vista anunciou na madrugada de hoje que fechou a aquisição da Acordo Certo, plataforma digital de renegociação de dívidas e recuperação de crédito.

ECONOMIA

 A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem a retomada do sistema de bandeiras tarifárias na conta de luz a partir de hoje.

O Brasil registrou 287 mortes e 21.138 novos casos de contaminação por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados ontem pelo Ministério da Saúde.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies