Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2020-07-29T20:05:28-03:00
Tudo o que mexeu com o seu dinheiro hoje

O pior da crise já passou?

29 de julho de 2020
20:05
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Não é incomum que o mercado tenha visões exageradas, para o bem ou para o mal, acerca dos acontecimentos que podem impactar a economia e os resultados das empresas. Ora os preços parecem refletir o apocalipse iminente, ora dão conta de que a solução dos problemas da humanidade está chegando.

A realidade normalmente se encontra no meio dessas duas interpretações. E como os fatores que afetam os preços também são muitos, contradições que provocam verdadeiras quedas de braço entre investidores comprados e vendidos também aparecem.

Hoje, por exemplo, as bolsas reagiram muito bem a uma série de balanços trimestrais divulgados por companhias no Brasil e no exterior. Alguns resultados foram bons, outros foram ruins, mas a interpretação geral era de que os números mostravam que o fundo do poço da crise do coronavírus ficou lá nos meses de abril e maio e não tem um alçapão.

Apesar disso e de uma série de indicadores econômicos positivos divulgados recentemente, nós ainda nos vemos às voltas com os temores de uma segunda onda de covid-19 na Europa e na Ásia.

Além disso, os Estados Unidos parecem estar meio lá, meio cá. Alguns dados vêm positivos, outros vêm negativos, e o estágio da pandemia no país ainda gera preocupação.

Os investidores estão achando que o pior já passou, mas hoje o Federal Reserve - o banco central americano - manteve os juros zerados e disse que eles permanecerão nos níveis atuais até que se tenha certeza de que o país resistiu à crise. E tem mais: vinculou a recuperação econômica ao andamento da pandemia.

O mercado pode até exagerar ou parecer contraditório às vezes, mas a autoridade monetária americana parece não estar nem um pouco a fim de dar chance ao azar. A reação das bolsas à decisão do Fed foi positiva, levando o Ibovespa para mais perto dos 106 mil pontos, como você confere nesta matéria.

INVESTIMENTOS

 Amanhã, os leitores Premium do Seu Dinheiro vão receber uma indicação de ação para comprar do nosso colunista Alexandre Mastrocinque. Se você é Premium, fique ligado no site ou no seu e-mail. Se você ainda não é, destrave o seu acesso aqui.

EMPRESAS

 No meio da disputa pela rede móvel da Oi, a Telefônica Brasil - dona da Vivo - anunciou um programa de recompra das próprias ações. Os papéis da companhia acumulam uma desvalorização de 7% em 2020.

 A China suspendeu importações de mais um frigorífico brasileiro, desta vez dos produtos de aves da BRF de Dourados, em Mato Grosso do Sul. O documento não especifica o motivo do veto.

 A Embraer está tentando superar o noivado malsucedido com a Boeing em meio à maior crise da história da indústria da aviação. A companhia tem promovido mudanças em sua diretoria desde junho.

 A centenária Kodak vem tentando se reinventar após uma década difícil e agora anima os investidores. Suas ações já acumulam uma alta de mais de 1.000% em três dias. Entenda o que aconteceu para a empresa ficar tão bem na foto.

 Os CEOs de quatro gigantes de tecnologia - Facebook, Apple, Amazon e Google - tiveram de depôr no Congresso americano na tarde de hoje. Os parlamentares investigam se as big techs estão adotando práticas que comprometem a livre concorrência no setor.

ECONOMIA

 O lobo-guará é o mais novo membro da família do Real. O Banco Central anunciou nesta tarde a criação de uma nota de R$ 200, que será estampada pelo animal, ameaçado de extinção.

 Juro baixo para quem? Segundo o Banco Central, o juro médio do rotativo do cartão de crédito até caiu de maio para junho, mas ainda supera os 300% ao ano.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Hortifruti na bolsa

Grupo Fartura, dono do Oba Hortifruti, protocola pedido de IPO

Varejista quer fazer oferta primária e secundária de ações e se listar no Novo Mercado, nível mais alto de governança da bolsa

BDRs mais acessíveis

Investidor considera ter até 25% do patrimônio em ações de empresas estrangeiras, diz pesquisa da XP

Negociação dos BDRs, certificados de ações de empresas listadas em bolsas estrangeiras na B3, será liberada para qualquer investidor a partir de amanhã

Expectativa

Casa Branca mostra otimismo e prevê acordo por estímulo fiscal nas próximas 48h

As negociações entraram, em uma “nova fase” que discute impasses técnicos do pacote ainda em aberto.

fluxo cambiam

Saída de dólar supera entrada em US$ 19,753 bi no ano até 16 de outubro, diz BC

Depois de encerrar setembro com saídas líquidas de US$ 3,482 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 1,056 bilhão em outubro até o dia 16

PODCAST TELA AZUL

Investindo com robôs e ajuda de inteligência artificial

Te convido a ouvir no Spotify um papo animal que eu tive com o Rodrigo Terni, da Giant Steps, a maioria gestora de fundos sistemáticos da América Latina.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies