Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-07-25T18:12:51-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Um ano depois do “Sim”

25 de julho de 2020
18:12
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Caro leitor,

Nesses tempos de quarentena. minha programação de sexta ou sábado à noite se resume a filme com pipoca em casa.

Eu tenho um gosto eclético para cinema, mas dou preferência para temas leves na sexta-feira para "limpar" a mente do estresse da semana.

Recorro com frequência a filmes de época e romances históricos à la Jane Austen. Essas obras trazem tramas sobre arranjos de casamento, jovens apaixonados ou indecisos, interesses escusos e dilemas morais.

O mundo corporativo às vezes tem tramas dignas de cinema. Há "noivas" cobiçadas que provocam "duelos" entre seus pretendentes.

Foi o que vimos no ano passado, quando Magazine Luiza e Centauro travaram uma disputada pela Netshoes. Em vez de briga de espada, o que se viu foi uma sequência de ofertas para tentar ganhar o coração (ou melhor, o bolso) dos acionistas.

Ao final da disputa, o Magazine Luiza ficou com a noiva e conseguiu "casar" com a Netshoes.

Se essa história fosse filme, provavelmente acabaria aí. O enlace é um "gran finale" para a ficcão, mas na vida real sabemos que muita água rola depois do "sim".

E se pudéssemos visitar os casais de romances históricos um ano depois? Bem que eu gostaria de tomar um café com Mr. Darcy e Elizabeth, de Orgulho e Preconceito.

Essa é a vantagem da realidade sobre a ficção. A história continua e você pode acompanhá-la pelo noticiário.

O repórter Kaype Abreu bateu um papo com a Graciela Kumruian, uma das principais executivas da Netshoes, para saber como está o casamento com o Magazine Luiza. O resultado da conversa foi a reportagem mais lida da semana no Seu Dinheiro.
Veja as 5 notícias mais lidas da semana:

1 - Em um ano com o Magazine Luiza, Netshoes resolve pendências e aprofunda integração

2 - Conheça as 2 ações da Bolsa com potencial de multiplicar seu patrimônio [NOME AQUI]

3 - XP lança cartão de crédito sem anuidade em outubro e com ‘cashback’ em investimentos

4 - JHSF também sofre busca e apreensão em operação que atingiu Qualicorp

5 - The man in the high castle e o enfraquecimento global do dólar

Antes de me despedir, deixo um convite. O Seu Dinheiro fechou uma parceria com a Empiricus Research para oferecer um treinamento sobre como identificar A próxima Ação Exponencial da Bolsa. Os três primeiros vídeos gratuitos estão disponíveis neste link.

Um grande abraço e ótimo sábado!

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Perspectiva de crescimento

Pandemia reaquece setor de terrenos e total de lotes disponíveis despenca

No ano passado, o recuo nas vendas foi de 4% -, que fez o setor colocar o pé no freio dos lançamentos

segredos da bolsa

Semana deve ser marcada por fim do prazo da MP da Eletrobas e briga entre BCs e inflação

A semana deve ser marcada por cautela, envolvendo temores em relação à inflação e as movimentações dos BCs pelo mundo. No Brasil, ata do Copom e RTI ficam no radar

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies