Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2020-12-28T10:07:10-03:00
O melhor do seu dinheiro

Longe demais das capitais

28 de dezembro de 2020
10:06 - atualizado às 10:07
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Quando falo para as pessoas que sou jornalista, uma das primeiras perguntas que me fazem é sobre os lugares que conheci na profissão. No imaginário delas está aquele repórter de guerras ou grandes eventos.

Eu até fiz algumas viagens internacionais na cobertura de economia e finanças, mas o lugar onde mais estive nas últimas duas décadas foi o “condado” da Faria Lima — a região da zona sul de São Paulo onde se concentra o mercado financeiro.

A maioria das empresas listadas na bolsa também está instalada ou possui seus principais escritórios na capital paulista ou no Rio. Essa distância talvez ajude a explicar por que a bolsa ainda é vista como algo feito para “especuladores”.

Aos poucos, porém, o mercado de capitais começa a descobrir o Brasil. As responsáveis pelo fenômeno são as empresas de fora do eixo Rio-SP que abriram o capital na B3.

Das quase 30 companhias que fizeram ofertas públicas iniciais de ações (IPO) na B3 neste ano, oito vieram de fora do chamado eixo-Rio-SP.

Boa parte do dinheiro captado por essas empresas será empregado na expansão de suas atividades. Ou seja, é dinheiro na veia da economia dessas regiões.

O Kaype Abreu conversou sobre o movimento com banqueiros, gestores e economistas. Ele também conta para você como está o desempenho na bolsa das ações das companhias que ficam “longe demais das capitais”. Vale a leitura!

MERCADOS

 A bolsa brasileira fez uma pausa durante o Natal. No dia 23, data da última sessão, o Ibovespa fechou em alta de 1%, aos 117.806,85 pontos. Lá fora, as bolsas funcionaram por pelo menos meio período na véspera de Natal e fecharam no azul mesmo com a baixa liquidez devido ao feriado.

SEU DINHEIRO PREMIUM
• O acordo pós-Brexit finalizado pela União Europeia e Reino Unido, anunciado na véspera de Natal, e a assinatura do pacote fiscal de US$ 900 bilhões por Donald Trump na noite de ontem sustentam o bom humor das bolsas globais na volta do feriado e em semana de agenda fraca. Confira os principais eventos da semana no Segredos da Bolsa de hoje. Ainda não é um leitor premium? Destrave aqui o seu acesso.

INVESTIMENTOS

 Você conhece todos os benefícios de investir em uma previdência privada ainda em 2020? O colunista Richard Camargo traz todas as vantagens dessa modalidade, que vai muito além apenas da redução no imposto de renda.

EMPRESAS

 O ano ainda não acabou para as empresas que negociam fusões e aquisições. A AES Tietê anunciou a compra de dois complexos eólicos, nos estados do Rio Grande do Norte e Ceará, por R$ 806 milhões.

POLÍTICA

 Após críticas, o presidente Jair Bolsonaro disse ter pressa pela vacina contra a covid-19 e afirmou que a vacinação será feita de forma gratuita e não obrigatória assim que a Anvisa concluir a análise completa para uso emergencial.

 A disputa pela presidência da Câmara e do Senado é vista como estratégica para destravar as votações das reformas e o andamento dos planos do governo em 2021. Confira qual é a expectativa da equipe econômica.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Briga de peixe grande

BTG Pactual capta mais R$ 2,6 bilhões com oferta de ações para entrar na disputa dos bancos digitais

O preço por unit (certificado de ações) do banco foi definido em R$ 92,52, o que representa um pequeno desconto de 0,32% em relação ao fechamento dos papéis ontem na B3

Prazo de 60 dias

TCU cobra crédito dado a bancos públicos

A devolução envolve também os aportes feitos nas instituições por meio de um instrumento híbrido de capital e dívida, chamado de IHCD.

Agora vai?

Reforma tributária deve sair este ano, diz Bolsonaro

A reforma tributária é uma das apostas do governo para a retomada da economia após a pandemia da covid-19.

Pré-mercado

Bolsas lá fora caem, mas mercado local pode se descolar com vacina

As bolsas europeias e Wall Street reagem mal ao avanço da covid-19 e a dados mais fracos da indústria, mas mercado brasileiro pode se descolar com notícias positivas sobre vacina

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Mortes somam 214,1 mil e casos, 8,69 milhões

Nas últimas 24 horas, foram registradas 1.316 mortes, segundo dia seguido em que óbitos ficaram acima de 1,3 mil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies