Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2020-12-21T19:11:17-03:00
seu dinheiro na sua noite

2020 ainda não acabou

21 de dezembro de 2020
19:11
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Talvez você já esteja de “recesso de fim de ano”. Nem todo mundo folga nas semanas de Natal e Ano Novo, é verdade. O mercado financeiro não para - só nos dias 24, 25 e 31 - e nós aqui no Seu Dinheiro também não.

E um ano que já teve de tudo como 2020, é claro, só vai acabar quando terminar. Para essas duas semanas geralmente mais paradas, podemos sim esperar algumas fortes emoções que vão mexer com os mercados.

Já iniciamos a semana com uma: cientistas britânicos detectaram a presença de uma nova cepa do coronavírus, que é transmitida com muito mais facilidade, lá na terra da Rainha, o que levou diversos países, principalmente europeus, a suspenderem voos vindos do Reino Unido.

A descoberta também levou o governo britânico a reforçar as restrições à circulação de pessoas. Tudo isso lembrou os investidores, que vinham animados com a vacina contra a covid-19 nos últimos pregões, de que 2020 ainda não acabou, e a pandemia ainda pode nos reservar algumas surpresas desagradáveis.

A notícia derrubou os mercados na Europa, o petróleo e também as bolsas americanas, contaminando o Ibovespa por aqui. Ao longo do dia, alguns esclarecimentos acerca dessa nova variedade do vírus acalmaram os investidores, mas mesmo assim o dia terminou bastante negativo. Eu trago todos os detalhes das negociações de hoje nesta matéria.

MERCADOS

 O Citibank acredita que o movimento de valorização das bolsas da América Latina visto desde o anúncio das vacinas contra a covid-19 deve continuar no primeiro semestre de 2021. Veja o que o banco espera para a região e para o Brasil no ano que vem.

EMPRESAS

 O Magazine Luiza, por meio de sua subsidiária Magalu Pagamentos, anunciou a compra de 100% da instituição de pagamentos Hub Prepaid Participações por R$ 290 milhões. Saiba mais sobre a empresa adquirida e como a operação deve impactar o Magalu. 

 Magalu é hoje uma das queridinhas da Bolsa, mas nem sempre foi assim. O podcast Tela Azul relembra a trajetória da empresa e fala sobre as perspectivas para diversas frentes da varejista, em uma conversa com Henrique Imbertti, Diretor de Agilidade Organizacional da companhia. É só dar o play!

 Empresas donas de escritórios, galpões e lojas têm vendido os ativos para reforçar o caixa, a exemplo do GPA e da rede varejista Pernambucanas. Esta matéria conta como algumas companhias estão colocando essa estratégia em prática, e como os fundos imobiliários vêm aproveitando este movimento.

ECONOMIA

 A recuperação parcial da economia e o pagamento de tributos adiados no início da pandemia fizeram a arrecadação federal de novembro ter o melhor desempenho para o mês em seis anos. Saiba mais.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Moradia classe A

Pandemia, juros baixos e dólar caro: combo impulsiona o mercado de imóveis de luxo

Uma combinação que prejudicou boa parte das empresas brasileiras acabou beneficiando o segmento imobiliário de alto padrão

fechamento da semana

Brasília impede Ibovespa de decolar, mas saldo da semana ainda é positivo; dólar vai a R$ 5,58

No Brasil, o que garantiu um bom desempenho do Ibovespa foi a alta das commodities e a recuperação econômica de Estados Unidos e China.

em encontro com investidores

Arthur Lira sinaliza que Orçamento será resolvido ‘sem rupturas’

Presidente da Câmara mencionou ainda o posterior encaminhamento da reforma administrativa e ainda o início das discussões sobre a privatização da Eletrobras

Conheça as novatas

A hora da biotecnologia: empresas do setor disparam até 78% após IPOs na Nasdaq

Três estreantes do segmento atraíram a atenção dos investidores e chegaram com tudo à bolsa norte-americana

rearranjo no segmento

Dona da Farm negocia fusão com a Shoulder, de moda feminina

Empresas mantém conversa “em fase preliminar”, em um momento de rearranjo do segmento; Grupo Soma comprou recentemente a NV e a Lauf

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies