⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-01-27T19:51:51-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
DE OLHO NO CORONAVÍRUS

‘Índice do medo’ atinge patamar visto no auge da guerra comercial e sobe mais de 25%

Na máxima intradiária, o indicador chegou a bater a casa dos 19,02 pontos, valor que não era visto desde outubro do ano passado quando ele atingiu a marca dos 19,28 pontos

27 de janeiro de 2020
17:06 - atualizado às 19:51
Vírus coronavírus China Ibovespa
Imagem: Shutterstock

De olho na velocidade de propagação acelerada do novo tipo de coronavírus pela China e outras cidades do mundo, os investidores acenderam o alerta e estão mais cautelosos. Hoje (27), o índice que mede "o medo" do investidor e a sensibilidade do mercado por meio das opções do S&P 500, o VIX, alcançou patamares de negociação vistos no período mais tenso da guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Na máxima intradiária, o indicador chegou a bater a casa dos 19,02 pontos, valor que não era visto desde outubro do ano passado quando ele atingiu a marca dos 19,28 pontos. Mas no fim do pregão o VIX recuou um pouco e terminou o dia cotado em 18,23 pontos, uma alta de 25,21%.

Por conta das incertezas com relação à economia chinesa e à economia mundial, outro ativo que também viu sua cotação subir nos últimos dias foi o ouro.

Hoje, o SPDR Gold (GLD), que é o principal ETF referenciado em preços de ouro, fechou o dia cotado em US$ 148,99, o que representa uma alta de 0,66%.

Porém, na máxima intradiária o ETF de ouro chegou a bater os US$ 149,32, cotação que não era vista desde abril de 2013.

Por outro lado, de olho no exterior, o principal índice acionário brasileiro terminou a segunda-feira com queda acentuada de 3,29%, cotado em 114.481,84 pontos.

Nos Estados Unidos, o Dow Jones (-1,57%), o S&P 500 (-1,58%) e o Nasdaq (-1,89%) caíram em bloco no pregão de hoje. Acompanhe a nossa cobertura de mercados.

O mercado de câmbio, por sua vez, não ficou para trás e o dólar à vista terminou o dia pressionado, com alta de 0,60%, cotado em R$ 4,2098.

Os impactos na economia

Ao analisar os impactos na economia da China, o temor dos investidores está ligado às estratégias do país para conter a propagação do surto. A expectativa é que as proibições de viagens e o menor movimento em grandes centros comerciais provoquem uma queda acentuada nas viagens e nas vendas do varejo.

Outro ponto que preocupa é que o surto ocorre no momento em que a China ainda enfrenta o impacto da guerra comercial com os Estados Unidos.

E se a economia chinesa crescer a um ritmo menor do que o esperado, os países europeus que dependem das exportações chinesas também poderão ser afetados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

EFEITO MEIRELLES 2.0

Bolsa amplia alta e Magazine Luiza (MGLU3) dispara com novo rumor sobre Henrique Meirelles no governo em caso de vitória do petista

30 de setembro de 2022 - 16:01

Descolando de seus pares internacionais, a bolsa brasileira opera em forte alta, mas o grande destaque fica com a curva de juros e a disparada de ações do setor de consumo

É HORA DE COMPRAR?

Morgan Stanley altera recomendação da Weg (WEGE3) de venda para compra e papel sobe mais de 6%

30 de setembro de 2022 - 15:51

Na avaliação dos analistas, a Weg (WEGE3) tende a se beneficiar das tendências de automação, eletrificação e descarbonização do mercado e pode subir 29,3%

BITCOIN NA SEMANA

Bitcoin (BTC) passa por turbulências de bancos centrais e sobrevive a mais uma semana aos US$ 20 mil; veja o que esperar das criptomoedas agora

30 de setembro de 2022 - 13:09

Entre os destaques da semana estão a saída do CEO da Celsius, mudanças na CVM sobre decisão do faraó dos bitcoins e mais

JUST (DON’T) DO IT

Ações da Nike despencam mais de 10% após projeções menos animadoras; o que isso significa para a Centauro (SBFG3)?

30 de setembro de 2022 - 13:06

A gigante dos tênis se viu diante de níveis de estoque excessivos — e o remédio encontrado pela empresa para tentar solucionar o problema atingiu em cheio o lucro do trimestre

RESSACA

Mercado adia para segunda-feira uma reação às eleições após debate sem propostas e com muito bate-boca

30 de setembro de 2022 - 12:57

Apesar da alta vista no Ibovespa nesta sexta-feira, analistas e gestores apontam que o mercado só deve reagir ao pleito quando tiver um cenário mais concreto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies