Menu
2020-12-22T17:40:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mercados hoje

Ibovespa se firma em alta, mas dólar também fecha no positivo

Apesar de tom negativo em NY, Ibovespa permanece no campo positivo, após tombo de 1,86% ontem; dólar fechou com ganho, na faixa de R$ 5,16

22 de dezembro de 2020
10:51 - atualizado às 17:40
Selo Mercados Touro e Urso
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Após uma manhã positiva de recuperação parcial do tombo de ontem, o Ibovespa desacelerou a alta no início desta tarde, depois que os índices acionários americanos todos viraram para queda.

Mais cedo, o índice chegou até a virar para o negativo. Mais para o fim da tarde, porém, o Ibovespa voltou a se firmar em alta, e às 17h15 avançava 0,60% a 116.514 pontos.

As bolsas de Nova York começaram o dia com sinais mistos, com o Nasdaq subindo, enquanto o Dow Jones e o S&P 500 recuavam. No início da tarde, o Nasdaq chegou a virar para baixa, mas logo voltou a apresentar leve alta. Há pouco, o S&P 500 passou a operar perto da estabilidade. Perto das 17h15, o Dow Jones recuava 0,61%, o S&P 500 caía 0,25% e o Nasdaq tinha alta de 0,32%.

Na Europa, no entanto, o clima do pregão de hoje foi de recuperação dos tombos de ontem, quando repercutiu nos mercados a notícia de que foi identificada no Reino Unido uma nova cepa do coronavírus, mais transmissível.

A notícia levou cerca de 40 países a imporem restrições de viagens e comércio ao país, que também impôs novas restrições à circulação de pessoas, principalmente em Londres.

Estes fatores ainda pesam nas negociações hoje, mas há também certo otimismo com a aprovação do pacote fiscal de US$ 900 bilhões pelo Congresso na madrugada de hoje.

Assim, enquanto Wall Street tem um tom mais negativo, as bolsas europeias fecharam hoje em alta. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou o dia com ganho de 1,18%, depois de cair 2,30% ontem.

Já dólar à vista, que recuava com a redução da aversão a risco no início do pregão, virou para a alta, e fechou em alta de 0,76%, a R$ 5,1619.

Um dos motivos é o aumento da percepção de risco fiscal com a iminência da votação na Câmara, hoje, da PEC dos municípios, que aumenta a transferência de recursos da União para os municípios e pode elevar o gasto do governo federal em R$ 4 bilhões ao ano.

Indicadores econômicos mistos

Alguns indicadores econômicos divulgados nesta terça pesam para o lado positivo da balança. O Reino Unido revelou que o Produto Interno Bruto (PIB) britânico teve alta de 16% no terceiro trimestre, ante os três meses anteriores. O desempenho foi melhor do que o esperado pelo mercado.

A leitura final do PIB americano do terceiro trimestre também veio acima do esperado: crescimento anualizado de 33,4%, acima dos 33,1% esperados.

Por outro lado, houve piora na confiança do consumidor americano em dezembro e queda acima do previsto nas vendas de moradias usadas nos Estados Unidos.

Já no Brasil, a inflação se mostra pressionada. O IBGE mostrou, nesta manhã, que o IPCA-15, considerado a prévia da inflação, avançou 1,06% em dezembro e fechou 2020 em 4,23% - maior acumulado no ano desde 2016, quando bateu 6,58%.

Ainda assim, o número veio abaixo da mediana das estimativas coletadas pelo Broadcast, que era de 1,16% para o mês. O setor de serviços continuou com os preços perto da estabilidade ou até com deflação, mostrando que a recuperação econômica ainda é bastante desigual

Apesar da alta do dólar, os juros futuros fecharam em baixa na maioria dos principais vencimentos. Confira:

  • Janeiro/2021: de 1,91% para 1,914%;
  • Janeiro/2022: de 2,96% para 2,90%;
  • Janeiro/2023: de 4,41% para 4,30%;
  • Janeiro/2025: de 5,94% para 5,86%.

Quem sobe e quem desce

As ações de frigoríficos se destacam entre as maiores altas do dia, assim como as produtoras de papel e celulose. A alta do dólar contribuiu para valorização dessas empresas exportadoras. Também beneficiam as produtoras de papel e celulose as altas nos preços da celulose.

Na outra ponta do Ibovespa, continuam sofrendo as ações mais sensíveis à pandemia de coronavírus e a restrições de viagens e circulação de pessoas, como CVC e aéreas.

Com a queda de mais de 6% do minério de ferro nesta terça, CSN figura entre as maiores quedas do índice. As ações da Vale (VALE3) também caem forte, com recuo de 0,38%, a R$ 86,53, por volta das 17h20.

Maiores altas

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
SUZB3 Suzano 57,68+4,42%
PRIO3PetroRio58,80+3,89%
KLBN11 Klabin 25,77+3,49%
BEEF3Minerva10,55+3,23%
MRFG3Marfrig14,89+3,19%

Maiores baixas

CÓDIGO EMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
CVCB3CVC18,51-6,42%
EMBR3 Embraer 8,23-3,63%
AZUL4 Azul 35,31-3,26%
HGTX3Hering17,15-3,22%
GOLL4 Gol23,21-3,09%
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

perspectivas

Temporada de balanços 1º tri: quem deve ir bem e quem ainda está mal, segundo o BofA

Empresas começam a divulgar resultados de um período marcado por lockdowns e alta dos preços das commodities; veja o que esperar

vale o que pesa?

Oi perdeu atratividade após vender fibra ótica? BTG Pactual diz que não

Para analistas, que trabalham dentro do grupo que fez a oferta pelos ativos, as ações possuem bom potencial de alta em qualquer cenário

Exile on Wall Street

Você daria 5 estrelas para as os ativos da sua carteira?

Imagino que você já foi convidado a dar notas para aplicativos, filmes, músicas, livros, restaurantes e até mesmo relatórios da Empiricus. Ao nos depararmos com a média dessas notas, acessamos diretamente aquilo que os romanos antigos chamavam de “sabedoria das massas”. Por meio de um feedback loop social, tal sabedoria permite reduzir dramaticamente os custos da […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies