Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-10T15:49:51-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Reagindo bem

Ibovespa se afasta das mínimas após decisão do Fed; dólar tem leve alta

Após cair quase 2% no início da tarde, o Ibovespa ganhou força e se afastou das mínimas, reagindo positivamente à decisão de juros do Fed e às sinalizações de que a instituição poderá usar “todas as ferramentas” para dar suporte à economia

10 de junho de 2020
10:28 - atualizado às 15:49
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Após uma sessão mais cautelosa na terça-feira (9), os investidores voltam a assumir uma postura hesitante nesta quarta (10): o Ibovespa abriu em alta, mas, em poucos minutos, virou para queda — um comportamento semelhante ao visto lá fora.

Toda essa prudência tinha nome: Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que divulgaria nesta tarde sua decisão de política monetária. E, passada a publicação, os mercados acalmaram um pouco os nervos.

Por volta de 15h40, o Ibovespa operava em baixa de 1,48%, aos 95.316,73 pontos — no início da tarde, chegou a recuar 2,04%, aos 94.776,81 pontos. Esse leve fortalecimento da bolsa brasileira ocorreu em linha com o movimento visto nos EUA: o Dow Jones (-0,30%) e o S&P 500 (estável) também se afastaram das mínimas , enquanto o Nasdaq (+0,93%) ampliou os ganhos.

  • Eu gravei um vídeo para comentar o resultado do IPCA em maio e os impactos desse dado na bolsa, no dólar e nos seus investimentos de maneira geral. Veja abaxo:

No câmbio, o dólar à vista avançava 0,25% no mesmo horário, a R$ 4,9005, também mostrando uma mudança de tendência após uma abertura em baixa. Lá fora, a moeda americana também se fortaleceu em relação às demais divisas de países emergentes.

Conforme esperado pelo mercado, o Fed manteve os juros dos EUA inalterados na faixa de 0% a 0,25% ao ano. A instituição sinalizou que a taxa permanecerá nesse patamar por algum tempo, mas também disse estar comprometida com o uso de "todas as ferramentas" para dar suporte à economia.

Assim, se é verdade que parte do mercado se frustrou com a recusa do Fed em adotar juros negativos, também é verdade que esse comprometimento com as "ferramentas" serviu para aumentar as esperanças quanto a um novo pacote de estímulo financeiro — o que certamente daria mais fôlego às bolsas.

O saldo, assim, foi marginalmente positivo para os investidores que, agora, acompanham a coletiva de imprensa do presidente do BC americano, Jerome Powell, atrás de mais pistas quanto à visão da instituição.

IPCA e juros

No mercado de juros futuros, os agentes financeiros digerem o resultado do IPCA em maio, mostrando uma deflação de 0,38% — o menor índice em 22 anos. É o segundo mês consecutivo de queda nos preços.

O resultado já era esperado pelos investidores e apenas confirma a percepção de que as pressões inflacionárias, hoje, são inexistentes — o que abre a porta para que o Copom promova mais um corte de 0,75 ponto na Selic na reunião da semana que vem:

  • Janeiro/2021: de 2,18% para 2,16%;
  • Janeiro/2022: de 3,12% para 3,07%;
  • Janeiro/2023: de 4,21% para 4,12%;
  • Janeiro/2025: de 5,77% para 5,68%.

Top 5

Veja abaixo as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa nesta quarta:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
BTOW3B2W ON99,47 +5,26%
MGLU3Magazine Luiza ON64,38 +3,21%
LAME4Lojas Americanas PN31,08 +2,74%
TOTS3Totvs ON21,56 +2,13%
IRBR3IRB ON13,44 +1,66%

Confira também as maiores quedas do índice:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
GOLL4Gol PN20,82 -7,05%
EMBR3Embraer ON9,64 -6,50%
HGTX3Cia Hering ON15,63 -5,27%
AZUL4Azul PN24,50 -4,97%
BRML3BR Malls ON11,22 -4,67%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DINHEIRO NA CONTA

Dividendos: Vibra (VBBR3) distribui R$ 148,5 milhões em JCP

Valor refere-se à segunda parcela de pagamento aos acionistas anunciado quando a Vibra ainda atendia como BR Distribuidora

Rumo aos dois dígitos

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 9,25%

Aumento da taxa básica dispara gatilho de mudança na forma de remuneração da poupança. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies