Cotações por TradingView
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Comprando na chuva

Howard Marks, “guru” de Warren Buffett, diz por que saiu às compras no meio do pânico nos mercados

O dinheiro grande em investimentos vem quando você faz coisas que as outras pessoas estão com medo de fazer, o que inclui investir em períodos de estresse, disse o lendário gestor

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
30 de março de 2020
20:30 - atualizado às 20:31
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree - Imagem: Oaktree Capital / Reprodução Youtube

Assim como boa parte da população mundial, o lendário investidor Howard Marks está recolhido em casa nas últimas semanas. O que não o impediu de sair às compras de ativos no mercado no meio do choque global provocado pela disseminação do coronavírus.

O gestor da Oaktree Capital, uma das referências para o lendário investidor Warren Buffett, disse que as compras se concentraram nas primeiras semanas de março, justamente quando se concentrou a queda no valor dos ativos.

“Quanto mais baixo [o preço], mais agressivos compramos”, afirmou Marks, que participou de uma transmissão na internet promovida pela XP Investimentos.

Os investimentos de Marks no olho do furacão da crise aconteceram principalmente nos mercados de crédito, que sofreram com o temor de um calote das empresas emissoras.

Questionado sobre os setores nos quais investiu, ele mencionou o de petróleo, um dos mais atingidos, tanto pelo choque do coronavírus como pela disputa envolvendo Arábia Saudita e Rússia que derrubou as cotações da commodity.

“As pessoas querem ficar fora desse setor porque ninguém sabe a perspectiva para o petróleo, o que é compreensível. Mas trata-se de uma barganha para pessoas como nós.”

O gestor afirmou que desde 1988 passou por três grandes crises – em 1991, 2001 e 2008 – e em todos os períodos obteve retornos de dois dígitos altos.

Isso não significa que ele esteja otimista com uma reversão da crise no curto prazo “Há muita dor esperando para acontecer”, disse ao citar as grandes perdas esperadas tanto na economia como nas empresas listadas na bolsa norte-americana.

Por outro lado, considera que o momento é o ideal para investir, fazendo, é claro, uma boa seleção.

“O dinheiro grande em investimentos vem quando você faz coisas que as outras pessoas estão com medo de fazer, o que inclui investir em períodos de estresse.” – Howard Marks, Oaktree Capital

Economia em coma

Marks comparou o atual estado da economia ao de um paciente que é colocado propositalmente em coma para suportar o tratamento de uma doença.

“Para parar o contágio do coronavírus, dissemos para as pessoas ficarem em casa e, com isso, não participar da economia. Enquanto isso, o Fed [BC dos EUA] e o Tesouro dão suporte para manter a economia viva enquanto ela estiver no coma.”

Confira a íntegra da transmissão que aconteceu na noite desta segunda-feira.

*Conteúdo em atualização

Compartilhe

FII EXPERIENCE

“Não temos mais um mar de oportunidades em fundos imobiliários, é preciso ser mais seletivo”: especialistas e gestores de FIIs discutem as perspectivas para a indústria

21 de setembro de 2023 - 18:47

Com a inversão do cenário macroeconômico, a grande “liquidação” das cotas dos fundos terminou, mas especialistas indicam que ainda é possível encontrar oportunidades no mercado

NO TRIBUNAL DA INADIMPLÊNCIA

Gestora do DEVA11, fundo imobiliário vítima de calotes da Gramado Parks, diz que acionará Justiça contra emissora de CRIs inadimplentes

21 de setembro de 2023 - 16:08

A Devant Asset pediu mais informações sobre os títulos inadimplentes à Fortesec, mas diz que suas tentativas extrajudiciais de contato não foram bem sucedidas

DESTAQUES DA BOLSA

Magazine Luiza (MGLU3) puxa perdas do Ibovespa e já acumula queda de mais de 20% em 30 dias; Sabesp (SBSP3) sobe

21 de setembro de 2023 - 14:52

As bolsas no Brasil e no exterior reagem com cautela às decisões sobre juros aqui e nos Estados Unidos

QUEM VAI LEVAR?

Três pretendentes: Na busca de compradores, Natura (NTCO3) encontra mais interessados na The Body Shop; ações sobem

21 de setembro de 2023 - 11:27

Além da Elliot Advisors, outras duas empresas britânicas entraram nas negociações; os valores das ofertas não foram divulgados

SATISFAÇÃO GARANTIDA OU...

GetNinjas (NINJ3) vai devolver dinheiro para os acionistas após fiasco das ações na B3

21 de setembro de 2023 - 8:59

Conselho de GetNinjas aprovou uma proposta de redução do capital de R$ 223,5 milhões, equivalente a R$ 4,40 por ação, exatamente a cotação de fechamento dos papéis NINJ3 ontem

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa leva tombo de 2% com temor de juros altos por mais tempo; dólar avança a R$ 4,93

21 de setembro de 2023 - 7:05

RESUMO DO DIA: Com a cautela internacional e a desaceleração das commodities, o Ibovespa terminou o pregão em queda. Lá fora, os investidores repercutiram a perspectiva de que os juros em níveis altos nos EUA e na Europa devem permanecer por um longo período. A decisão do banco central norte-americano, o Federal Reserve (Fed), de […]

NOVO TICKER

A sucessora da VIIA3: como foi o primeiro dia de negociações de Casas Bahia (BHIA3) na bolsa

20 de setembro de 2023 - 16:47

O objetivo das mudanças é, segundo a companhia, “reforçar os valores e o compromisso com seus clientes, resgatando o histórico de bons resultados das categorias core da companhia”

TRIPULAÇÃO, DECOLAGEM AUTORIZADA

O “céu aberto” que faz a Azul (AZUL4) disparar hoje na B3 — e ajuda a levantar o voo de outras companhias 

20 de setembro de 2023 - 13:33

Revisões de recomendação da ações com a melhora do cenário macroeconômico contribuem para a alta hoje; Gol (GOLL4) e CVC (CVCB3) acompanham

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em alta à espera do Copom e destoa do tom negativo de NY após Fed; dólar vai a R$ 4,88

20 de setembro de 2023 - 7:18

RESUMO DO DIA: Na “Super Quarta”, o Ibovespa fechou o pregão em alta acompanhando o desempenho das companhias de commodities metálicas. Os ganhos forma limitados, porém, pela cautela sobre a trajetória dos juros nos EUA. Os investidores repercutiram a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de manter os juros […]

RECOMENDAÇÃO MANTIDA

O roxinho mais brilhante? Bank of America eleva preço-alvo para a ação do Nubank — mas riscos inibem melhora da recomendação

19 de setembro de 2023 - 14:45

A melhora das estimativas é atribuída ao lucro acima do esperado pelo BofA no primeiro semestre deste ano

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies