Menu
2020-03-30T20:31:38-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Comprando na chuva

Howard Marks, “guru” de Warren Buffett, diz por que saiu às compras no meio do pânico nos mercados

O dinheiro grande em investimentos vem quando você faz coisas que as outras pessoas estão com medo de fazer, o que inclui investir em períodos de estresse, disse o lendário gestor

30 de março de 2020
20:30 - atualizado às 20:31
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree - Imagem: Oaktree Capital / Reprodução Youtube

Assim como boa parte da população mundial, o lendário investidor Howard Marks está recolhido em casa nas últimas semanas. O que não o impediu de sair às compras de ativos no mercado no meio do choque global provocado pela disseminação do coronavírus.

O gestor da Oaktree Capital, uma das referências para o lendário investidor Warren Buffett, disse que as compras se concentraram nas primeiras semanas de março, justamente quando se concentrou a queda no valor dos ativos.

“Quanto mais baixo [o preço], mais agressivos compramos”, afirmou Marks, que participou de uma transmissão na internet promovida pela XP Investimentos.

Os investimentos de Marks no olho do furacão da crise aconteceram principalmente nos mercados de crédito, que sofreram com o temor de um calote das empresas emissoras.

Questionado sobre os setores nos quais investiu, ele mencionou o de petróleo, um dos mais atingidos, tanto pelo choque do coronavírus como pela disputa envolvendo Arábia Saudita e Rússia que derrubou as cotações da commodity.

“As pessoas querem ficar fora desse setor porque ninguém sabe a perspectiva para o petróleo, o que é compreensível. Mas trata-se de uma barganha para pessoas como nós.”

O gestor afirmou que desde 1988 passou por três grandes crises – em 1991, 2001 e 2008 – e em todos os períodos obteve retornos de dois dígitos altos.

Isso não significa que ele esteja otimista com uma reversão da crise no curto prazo “Há muita dor esperando para acontecer”, disse ao citar as grandes perdas esperadas tanto na economia como nas empresas listadas na bolsa norte-americana.

Por outro lado, considera que o momento é o ideal para investir, fazendo, é claro, uma boa seleção.

“O dinheiro grande em investimentos vem quando você faz coisas que as outras pessoas estão com medo de fazer, o que inclui investir em períodos de estresse.” – Howard Marks, Oaktree Capital

Economia em coma

Marks comparou o atual estado da economia ao de um paciente que é colocado propositalmente em coma para suportar o tratamento de uma doença.

“Para parar o contágio do coronavírus, dissemos para as pessoas ficarem em casa e, com isso, não participar da economia. Enquanto isso, o Fed [BC dos EUA] e o Tesouro dão suporte para manter a economia viva enquanto ela estiver no coma.”

Confira a íntegra da transmissão que aconteceu na noite desta segunda-feira.

*Conteúdo em atualização

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Turbulência

Latam reduz prejuízo em 79% e anota perda de US$ 430,8 milhões no 1º trimestre

A receita operacional total da aérea foi de US$ 913,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 61,2% sobre o mesmo período de 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies