⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-17T17:07:14-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Mercados agora

Ibovespa sobe aos 115 mil pontos, atento aos sinais positivos da China; dólar sobe a R$ 4,32

O Ibovespa abriu a semana em leve alta, pegando carona no bom humor externo com as medidas de estímulo adotadas pelo governo da China. Carrefour Brasil ON e Magazine Luiza ON estão entre os maiores avanços do índice, enquanto Cosan ON (CSAN3) tem o pior desempenho

17 de fevereiro de 2020
10:39 - atualizado às 17:07
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A semana começa mais lenta para os mercados financeiros globais. As bolsas americanas estarão fechadas nesta segunda-feira (17), em comemoração ao feriado do dia do Presidente, o que diminui a liquidez das negociações no mundo. Nesse cenário, o noticiário vindo da China aparece em primeiro plano — e as novidades dão força ao Ibovespa.

O principal índice acionário do país operava em alta de 1,05% por volta de 17h05, aos 115.579,61 pontos, em linha com as principais praças da Europa. Na Ásia, o dia foi marcado por ganhos fortes nas bolsas da China, que avançaram mais de 2%.

Tudo isso porque o governo de Pequim adotou algumas medidas para estimular a economia local e neutralizar eventuais efeitos negativos gerados pelo surto de coronavírus. O banco central chinês cortou os juros em sua linha de crédito de médio prazo e injetou cerca de US$ 43 bilhões no sistema bancário.

Tais medidas, somadas à percepção de que a doença tem se disseminado num ritmo mais lento, deram amplo impulso aos mercados do gigante asiático e melhoraram o humor dos investidores globais. As novidades acabaram neutralizando o mau resultado do PIB do Japão no quarto trimestre — uma baixa de 6,3% em termos anualizados.

O dólar à vista, por outro lado, teve uma sessão mais estressada: a moeda americana fechou em alta de 0,67%, a R$ 4,3292. Lá fora, o dia foi marcado por poucas movimentações no mercado de câmbio.

Vale lembrar que a divisa vem de duas sessões consecutivas em baixa, em resposta às atuações do Banco Central (BC) no mercado de câmbio — a autoridade monetária fez leilões de swap e injetou recursos novos no sistema, aliviando a pressão sobre o dólar. Por enquanto, não há operações do tipo previstas para hoje.

Agitação no front corporativo

Por aqui, destaque para o noticiário corporativo movimentado, com balanços trimestrais e anúncios importantes mexendo com diversos papéis do Ibovespa.

Em destaque, aparece Carrefour Brasil ON (CRFB3), em alta de 3,46% — a empresa anunciou ontem a compra de 30 unidades da rede Makro, por quase R$ 2 bilhões, aumentando sua presença no segmento de "atacarejo".

Magazine Luiza ON (MGLU3) também desponta entre as maiores altas do índice, com ganhos de 5,68%. Mais cedo, a varejista reportou um lucro líquido de R$ 168 milhões no quarto trimestre, queda de 11% na base anual. Em 2019, contudo, os ganhos somaram R$ 921 milhões, um crescimento de 54% em relação a 2018.

Por fim, Cosan ON (CSAN3) cai 1,32% e fica entre os piores desempenhos do índice no momento após reportar uma baixa de 40,3% no lucro líquido do quarto trimestre de 2019, para R$ 792,5 milhões. Além disso, as projeções da empresa para 2020 foram consideradas decepcionantes por analistas.

Juros curtos em baixa

As curvas de juros de vencimento mais curto fecharam em queda nesta segunda-feira, em meio à percepção de que a economia doméstica continua patinando — e que, consequentemente, o BC terá de cortar novamente a Selic, de modo a fornecer estímulo extra à atividade.

Veja como ficaram os principais DIs nesta segunda-feira:

  • Janeiro/2021: de 4,23% para 4,22%;
  • Janeiro/2022: de 4,73% para 4,71%;
  • Janeiro/2023: de 5,27% para 5,26%;
  • Janeiro/2025: de 5,96% para 5,97%;
  • Janeiro/2027: de 6,33% para 6,37%.

Top 5

Confira os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta manhã:

  • Marfrig ON (MRFG3): +6,95%
  • Totvs ON (TOTS3): +6,40%
  • IRB ON (IRBR3): +6,15%
  • Magazine Luiza ON (MGLU3): +5,68%
  • Vale ON (VALE3): +4,25%

Saiba também quais são as maiores baixas do índice:

  • Usiminas PNA (USIM5): -1,82%
  • Natura ON (NTCO3): -1,55%
  • BB Seguridade ON (BBSE3): -1,48%
  • BR Malls ON (BRML3): -1,44%
  • Cosan ON (CSAN3): -1,32%

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 4% com ações da Embraer (EMBR3); confira a recomendação

5 de outubro de 2022 - 8:22

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Embraer (EMBR3). Saiba os detalhes

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O alívio durou pouco: A tensão dos mercados internacionais, o plano de voo da Azul, o 2º turno das eleições e as notícias que mexem com o seu bolso

5 de outubro de 2022 - 8:21

Por aqui, todo mundo está de olho nas primeiras pesquisas de intenção de voto do Datafolha e do Ipec com vistas ao segundo turno das eleições presidenciais.

DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Ibovespa acompanha corrida eleitoral enquanto bolsas no exterior realizam lucro antes da reunião da Opep+

5 de outubro de 2022 - 7:51

Os investidores aguardam os números de emprego nos Estados Unidos antes do payroll de sexta-feira

PLANO DE VOO

Azul (AZUL4) sonha com expansão em Congonhas, mas alta nos custos pode ser vilã no pós-pandemia

5 de outubro de 2022 - 6:45

Hoje, a Azul (AZUL4) já não sofre com problemas de oferta ou demanda, mas cotações do dólar e do petróleo afetam balanço da empresa afirma Alex Malfitani, co-fundador e CFO da companhia, em entrevista ao Seu Dinheiro

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Quem apoia Lula e Bolsonaro no segundo turno, Elon Musk de volta ao Twitter e as ações mais indicadas para outubro; confira os destaques do dia

4 de outubro de 2022 - 18:55

Se ontem (03) a forte alta do Ibovespa foi muito além dos ganhos vistos em Wall Street, hoje o dia foi marcado pelo movimento contrário.  Em Nova York, os investidores seguiram otimistas com a possibilidade de que os mais recentes dados da economia americana possam levar o Federal Reserve a diminuir o ritmo do seu […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies