Menu
2020-11-26T17:03:47-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
mercados hoje

Sem ímpeto, Ibovespa reduz perdas com Vale e opera perto da estabilidade, em dia de bolsas fechadas em NY

Desentendimento no seio da equipe econômica entre Guedes e Campos Neto realça questão fiscal, mas juros recuam após Caged e leilão do Tesouro e moeda americana vira para alta. Mercados nos Estados Unidos não abrem no Dia de Ação de Graças

26 de novembro de 2020
10:59 - atualizado às 17:03
Selo Mercados Touro e Urso
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Ibovespa continua operando em baixa nesta quinta-feira (26), mas reduziu as perdas a partir das 14h20, seguindo a redução das perdas e virada das ações da Vale para alta, cujos papéis tem 12% de participação na composição do índice.

O movimento do principal índice acionário do Ibovespa ainda reflete certa realização de lucros após ganhos expressivos em novembro — no mês, o índice sobe 17% —, para além do novo ruído político no seio da equipe econômica do governo federal.

Ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a gestão Jair Bolsonaro "manteve o rumo mesmo no caos", rebatendo críticas segundo as quais há falta de estratégia para garantir a sustentabilidade da dívida pública.

Guedes também aproveitou respondeu ao presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto — Campos Neto disse que é ponto-chave para o país "conquistar credibilidade com um plano que dê uma clara percepção aos investidores de que o país está preocupado com a trajetória da dívida".

"O presidente Campos Neto sabe qual é o plano. Se ele tiver um plano melhor, peça a ele qual é o plano dele", afirmou Guedes, questionado sobre o que havia afirmado o chefe do BC. "Pergunte a ele qual é o plano dele que vai recuperar a credibilidade. Porque o plano nós sabemos qual é. O plano nós já temos."

O desentendimento demonstra um impasse no núcleo da gestão econômica do país, realçando a questão fiscal — embora o dólar e os juros, mais sensíveis ao pano de fundo de deterioração das contas públicas, agora operem em queda.

Outra notícia que fica no radar é a admissão por parte da farmacêutica AstraZeneca de que não havia a intenção de aplicar metade da dose nos voluntários, o que levanta dúvidas sobre a credibilidade dos resultados obtidos nos testes da fase 3.

O plano inicial era de que os pesquisadores aplicassem a dose completa aos participantes, mas houve um erro de cálculo, o que gerou a aplicação da metade da dosagem.

No grupo que recebeu a metade da dose, a vacina experimental obteve eficácia de 90%, diante de 62% entre voluntários que receberam duas vezes a dosagem completa.

Por volta das 17h, o principal índice acionário da B3 caía 0,05%, para 110.100 pontos, perto das máximas intradiárias, puxado com as ações da Vale se mantendo agora em alta de 1%.

Os papéis passaram a reduzir as perdas a partir das 14h20 — na mínima, chegou a cair 0,13%. O minério de ferro fechou em alta de 0,8% na China.

Os destaques do índice hoje vão para a queda das ações da Petrobras, que reagem ao petróleo em baixa no mercado internacional e caem no mínimo 1,5%, e também os papéis de bancos — ambos os grupos de papéis acumulam alta semanal.

Confira as principais baixas do índice:

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
GNDI3Intermédica ON           70,19 -2,99%
CYRE3Cyrela ON           26,28 -2,09%
ITUB4Itaú Unibanco PN           28,77 -2,01%
HAPV3Hapvida ON           14,23 -2,00%
BRKM5Braskem PNA           23,49 -1,92%

Enquanto isso, papéis amplamente descontados no ano, como Cogna (setor de educação) e Azul (setor aéreo), estão entre as maiores altas da sessão. As ações de siderúrgicas como Usiminas e CSN continuam a subir em meio à alta do minério de ferro.

As ações da Suzano, por sua vez, lideram a alta percentual do índice refletindo a queda mensal nos estoques de celulose nos portos da Europa em outubro — a notícia também afeta as ações da Klabin, que disparam 3,3%. Veja as maiores altas:

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
SUZB3Suzano ON           53,04 4,97%
COGN3Cogna ON             5,09 4,30%
CSNA3CSN ON           24,12 3,97%
USIM5Usiminas PNA           13,88 3,89%
AZUL4Azul PN           37,22 3,39%

É importante lembrar que hoje as bolsas americanas estão fechadas por ocasião do feriado de Dia de Ação de Graças, o que diminui a liquidez disponível para os mercados financeiros globais.

Em meio ao giro financeiro reduzido, os principais índices acionários europeus em Londres, Paris e Frankfurt fecharam com desempenhos mistos — o inglês FTSE 100 caiu 0,4%; o francês CAC-40 ficou perto da estabilidade, em variação positiva de 0,03%; e o alemão DAX, em alta de 0,1%.

O dólar, que abriu em alta, passou a cair por volta das 11h30 refletindo ainda a entrada do fluxo estrangeiro, agora avança 0,3%, sendo cotado a R$ 5,3352.

Os juros futuros dos contratos de depósitos interbancários por sua vez fecharam em queda, tendo passado a operar em baixa, após a venda integral dos lotes de títulos ofertados pelo Tesouro, indício de outro leilão bem sucedido.

A instituição vendeu 32 milhões de LTNs (Letras do Tesouro Nacional), títulos prefixados curtos, e 1,8 milhão de NTN-Fs (Notas do Tesouro Nacional Série F), prefixados longos, além de 500 mil LFTs (Letras Financeiras do Tesouro), títulos pós-fixados atrelados à variação taxa básica de juros, a Selic.

O desempenho ocorre mesmo em meio ao pano de fundo de condições fiscais crescentemente desafiadoras, indicando que o desconforto dos investidores com as falas de Guedes e Campos Neto não se sustentou a ponto de pressionar as taxas. O movimento de queda foi mais intenso em juros de vencimentos mais longos.

Outro dado que instiga alívio é o recorde de vagas formais de trabalho criadas no mês de outubro. O mercado de trabalho registrou a abertura de 394.989 vagas em outubro, de acordo com Caged, superando as projeções.

Campos Neto disse em entrevista ao canal MyNews veiculada pela manhã de hoje que a inflação de longo prazo não está subindo. Ele também afirmou que havia sido feito o aviso de que o "gasto grande na pandemia iria pressionar a rolagem da dívida".

Veja as taxas dos principais vencimentos:

  • Janeiro/2021: de 1,932% para 1,937%
  • Janeiro/2022: de 3,34% para 3,31%
  • Janeiro/2023: de 5,12% para 5,01%
  • Janeiro/2025: de 6,94% para 6,82%
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

guerra dos frangos

KFC denuncia IMC por descumprimento de contrato e ações caem mais de 6%

Operadora de restaurantes negociava repactuação de contrato de master franquia para rever metas e prazos para abertura de lojas

Recuperação

Brincadeira de gente grande: Goldman Sachs e Bank Of America divulgam resultados do 4T20

Grandes empresas, como o Goldman Sachs e o Bank Of America, anunciaram os seus resultados do quarto trimestre de 2020 e eles são bastante animadores.

Prévia operacional

Cyrela tem crescimento de vendas e lançamentos em 2020, e analistas gostam dos números

Lançamentos totalizaram R$ 2,873 bilhões, enquanto vendas líquidas somaram R$ 1,860 bilhão

EM ALTA

Com petróleo em alta, Credit Suisse reitera recomendação de compra da Petrobras

Banco eleva preço-alvo de ADRs após revisar para cima projeção para Ebitda da indústria do petróleo em 2021 e 2022

Exile on Wall Street

Private equity para pessoas físicas

Há uma frase de que gosto muito no livro “Princípios do Estrategista”: as ideias do Taleb são tão boas que se dessem dinheiro seria sacanagem.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies