IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-01-27T11:03:12-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
REINCIDÊNCIA

Ministro da AGU diz que Vale é responsável por desastre em Brumadinho

“É uma reincidência. Ainda que haja espaço para alguma negociação, não podem ser adotadas medidas nos mesmos parâmetros que foram adotados anteriormente”, disse o ministro André Mendonça

27 de janeiro de 2019
10:53 - atualizado às 11:03

O chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), ministro André Mendonça, disse a jornalistas na noite deste sábado, 26, que a Vale do Rio Doce é responsável pelo desastre em Brumadinho (MG).

"Há uma responsabilidade pelo que aconteceu. A responsável por isso, pelo risco do próprio negócio, é a empresa Vale do Rio de Doce", disse, após reunião para tratar da tragédia, no Palácio do Planalto.

O advogado-geral disse que é preciso aguardar as apurações e o levantamento dos órgãos técnicos para verificar a extensão do dano causado e como serão adotadas as medidas de responsabilidade, que podem ser de natureza civil, administrativa e até mesmo criminal.

"É uma reincidência. Ainda que haja espaço para alguma negociação, não podem ser adotadas medidas nos mesmos parâmetros que foram adotados anteriormente (em Mariana)."

De acordo com ele, os dados preliminares que mostram que o número de vítimas é maior do que o do desastre de Mariana "indicam uma responsabilidade humana maior".

Leia também

Mais cedo, Mendonça afirmou que o governo tem atuado juntamente com seus órgãos técnicos para trazer "o máximo de ressarcimento e reparação" para as vítimas em Brumadinho e para o meio ambiente.

Ele também informou que monitora eventuais medidas que a AGU possa adotar na esfera judicial para minimizar os impactos da tragédia.

É com o MP

Também presente na coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, não quis apontar um responsável pela tragédia em Brumadinho, diferentemente do ministro da AGU. "Se alguém tem que identificar um culpado, me parece que é o próprio Ministério Público."

Na tarde deste sábado, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse a jornalistas que "certamente há um culpado ou mais de um culpado", mas enfatizou que "o Ministério Público precisa trabalhar de uma forma adequada, sem espetacularização, mas firmemente na busca dos responsáveis por essa tragédia".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

BOLSOS CHEIOS

Dividendos e JCP: Itaú (ITUB4) anuncia pagamento de proventos; confira valores e prazos

28 de novembro de 2022 - 20:34

A distribuição será realizada até 28 de abril de 2023; provento considera a incidência de 15% de imposto de renda retido na fonte

EXILE ON WALL STREET

O raio não cai duas vezes no mesmo lugar: das big techs à PEC da Transição

28 de novembro de 2022 - 19:50

Do lado das big techs, é difícil reconhecer o próximo bull market. Do lado da PEC da Transição, estamos emperrados no valor a ser considerado fora do teto e o prazo.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

PEC da Transição é protocolada no Senado, os protestos na China e projeções para 2023; confira os destaques do dia

28 de novembro de 2022 - 19:25

Sem grandes divulgações econômicas marcadas para esta segunda-feira (28) e com um jogo da seleção brasileira no início da tarde, o dia foi morno para a B3.  Assim como no jogo de estreia do time do técnico Tite, as negociações não foram interrompidas enquanto a bola rolava, mas a falta de novidades no cenário político […]

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras (PETR4) evita queda maior, mas Ibovespa recua antes de apresentação da PEC da Transição; dólar e juros também caem

28 de novembro de 2022 - 19:09

Com o volume de negociações menor no Ibovespa, o índice ficou próximo do zero a zero, aguardando detalhes sobre a PEC protocolada apenas no fim da tarde

TEMORES CONFIRMADOS?

Lula vai barrar venda de ativos da Petrobras (PETR4)? Primeira reunião da estatal com equipe de transição indica que sim, mas apenas em casos especiais; veja quais

28 de novembro de 2022 - 19:05

A equipe enviará um ofício ao Ministério de Minas e Energia para adiar os desinvestimentos até que o presidente eleito tome posse

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies