🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
a regra é otimismo

Mercosul deve fechar dois acordos até o final do ano, diz Ernesto Araújo

Mercosul toca quatro negociações, de forma avançada, com o Canadá, com os países europeus do EFTA (formado por Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), com Cingapura e com a Coreia do Norte

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
2 de julho de 2019
13:14 - atualizado às 14:38
Ernesto Araujo, ministro das Relações Exteriores
Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O Brasil deve assinar ao menos mais dois acordos comerciais até o fim deste ano, afirmou nesta terça-feira, 2, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

O Mercosul toca quatro negociações, de forma avançada, com o Canadá, com os países europeus do EFTA (formado por Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), com Cingapura e com a Coreia do Sul. A expectativa do governo brasileiro é que seja possível concluir no segundo semestre ao menos duas dessas tratativas.

Araújo afirmou que, diante da conclusão do acordo com os europeus, aumentou o interesse do Japão para firmar um tratado com o bloco sul-americano. O ministro ainda disse com a China não há intenção de se avançar, por ora, num acordo comercial amplo.

"Cada país do Mercosul tem uma estratégia. Estamos tentando ações pontuais para abrir novos mercados interessantes ao Brasil, sobretudo na parte agrícola, de atração de tecnologia e investimentos", disse.

Por causa do acordo com o Mercosul, o Brasil só está autorizado a negociar acordos que envolvam tarifas em conjunto com os outros Estados-membros do bloco - Argentina, Paraguai e Uruguai. Mas é possível negociar bilateralmente outros tipos de acordo internacional, como aqueles que garantem segurança a investimento ou eliminam a dupla tributação.

França e Mercosul

Sobre porta-voz francesa Sibeth Ndiaye de que o País não está pronto para assinar o acordo entre Mercosul e União Europeia, Araújo disse que a fala mira "seu público interno".

"Nada do que está no acordo é surpresa aos Estados-membros da União Europeia", afirmou nesta terça-feira, 2, durante coletiva de imprensa em Brasília.

O chanceler brasileiro disse que, como o texto final ainda passa por revisão jurídica, nenhum país signatário está pronto para ratificá-lo. O ministro demonstrou ainda incômodo com a postura dos europeus de colocar os compromissos ambientais como uma obrigação somente do Brasil.

O ministro do Meio Ambiente francês, François de Rugy, afirmou, também nesta terça, que o acordo Mercosul e União Europeia só será ratificado pela França se o Brasil respeitar seus compromissos, referindo-se ao combate ao desmatamento na Amazônia.

Segundo Araújo, há muitos méritos na política ambiental do Brasil "seja na Amazônia ou em outros biomas"e o País tem "total compromisso" contra o desmatamento. "Esse tema se coloca como se fosse apenas de interesse europeu, mas é de interessante nosso também. Muitos países europeus têm uso de agrotóxico por hectare maior que o do Brasil", disse Araújo.

*Com Estadão Conteúdo 

Compartilhe

Esquenta dos Mercados

Aprovação do Orçamento 2021 e dados da inflação dos EUA devem ficar no radar do investidor

26 de março de 2021 - 8:01

Apesar de ser uma boa notícia, o Orçamento veio com quatro meses de atraso e conta com gastos que podem não animar

Mais estudos

Planalto avalia tirar Apex do Itamaraty

16 de abril de 2019 - 10:03

Agência já foi vinculada ao Ministério da Indústria e Comércio, pasta hoje incorporada ao Ministério da Economia; nome do novo titular da Apex ainda não foi definido

desejo de mudança

Diplomacia brasileira quer contribuir para reforma da OMC, diz Ernesto Araújo

8 de abril de 2019 - 14:19

Reforma da OMC é uma das principais demandas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump; de acordo com o ministro, já foram debatidos no âmbito da reforma da instituição a “questão agrícola e solução de controvérsias”

Relações exteriores

Presidente da Apex deixa o cargo e governo Bolsonaro tem a primeira baixa em uma semana

10 de janeiro de 2019 - 7:16

Indicado pelo ministro das relações exteriores ao cargo, Ernesto Araújo, Carreiro enfrentou resistências de funcionários da Apex, de ministros, militares e da CNI

'Menos CNN, mais Raul Seixas'

Novo ministro das Relações Exteriores critica globalismo e quer colocar país no sentido oposto ao movimento

3 de janeiro de 2019 - 6:52

Em discurso de transmissão de cargos, Ernesto Araújo disse que reorientará a atuação diplomática do país na direção contrária à do globalismo

Novo governo

Maduro não foi convidado para posse de Bolsonaro, diz futuro ministro das Relações Exteriores

16 de dezembro de 2018 - 12:00

Em seu twitter, Ernesto Araújo disse que “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia”

Novo govenro

“Com os EUA, o céu é o limite”, diz novo chanceler

5 de dezembro de 2018 - 8:32

Para Ernesto Araújo, Itamaraty terá de mudar para facilitar relações com os EUA, que podem ajudar o país a entrar na OCDE

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies