A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-30T14:49:24-03:00
Estadão Conteúdo
Os tempos mudaram

Castello Branco diz que petróleo a US$ 100 é coisa do passado

Castello Branco também fez um alerta sobre o crescimento da demanda do setor de gás natural e disse que a Petrobras está se preparando para isso

30 de outubro de 2019
14:49
Roberto Castello Branco, presidente da Petrobas
Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, voltou a alertar que o preço do barril a US$ 100 é coisa do passado, mas afirmou que, mesmo lentamente, a demanda por petróleo deve registrar crescimento de 1% por ano a nível global nas próximas décadas.

Em apresentação na OTC 2019, feira global do setor de petróleo, Castello Branco disse que espera também o crescimento da demanda do setor de gás natural e que a Petrobras está se preparando para isso.

"O gás está ganhando espaço e assim como o petróleo vai se tornar uma commodity global" disse Castello Branco durante palestra-almoço na OTC.

Segundo ele, a demanda por petróleo deve crescer 38% até 2040, mantendo a fonte como a principal geradora de energia no País.

O Brasil, em 2040, ainda terá 56% da demanda concentrada em petróleo, enquanto a energia eólica será responsável por 15% do atendimento da demanda e o solar 11%, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)apresentados pro Castello Branco no evento.

O executivo disse ainda que vai continuar buscando a redução de custos da companhia e que está otimista com a venda de metade do seu parque de refino para a iniciativa privada, operação que deve ser concluída em 2020.

"O Brasil vai ganhar oito novos players no refino", disse referindo-se às oito refinarias que foram postas à venda pela estatal e que, para evitar a concentração de mercado, deverão ser vendidas para donos diferentes.

Mesmo reduzindo sua participação em algumas áreas, a estatal continuará a participar ativamente dos leilões de petróleo, afirmou, mesmo com uma presença mais discreta do que no passado.

Em 2003, com o mercado recém-aberto à iniciativa privada, a Petrobras teve uma participação de 93% nos leilões de áreas de petróleo e gás natural do governo, posição que em 2018 foi reduzida para 24%, refletindo a nova postura da estatal e a entrada de mais concorrentes no mercado brasileiro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Foi tudo graças à peak inflation

11 de agosto de 2022 - 11:07

Imagine dois financistas sentados em um bar. Um desses sujeitos é religioso, enquanto o outro é ateu. Eles discutem sobre a eventual existência de bull markets

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Cadê o retorno?

XP (XPBR31) na berlinda: JP Morgan corta recomendação para neutro e diz que o mercado quer ver lucro

11 de agosto de 2022 - 10:33

O JP Morgan mostrou-se preocupado com o salto nos custos e despesas da XP (XPBR31) no trimestre, o que pressionou as margens da empresa

ACELERANDO NA RETA

Bitcoin (BTC) busca os US$ 25 mil, mas alta é ofuscada por disparada de 12% do ethereum (ETH); confira que movimenta as criptomoedas hoje

11 de agosto de 2022 - 10:09

Os investidores estão otimistas com a atualização do ethereum: em julho deste ano, o ETH acumulou alta de 57,7% e sobe 14,9% nos primeiros dias de agosto

NADA DIPLOMÁTICO

Paulo Guedes fala em “ligar o foda-se” para França, maior empregador estrangeiro no Brasil

11 de agosto de 2022 - 9:36

O país europeu é terceiro que mais investe no Brasil; as exportações para a França vêm crescendo 18% neste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies