Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-30T14:49:24-03:00
Estadão Conteúdo
Os tempos mudaram

Castello Branco diz que petróleo a US$ 100 é coisa do passado

Castello Branco também fez um alerta sobre o crescimento da demanda do setor de gás natural e disse que a Petrobras está se preparando para isso

30 de outubro de 2019
14:49
Roberto Castello Branco, presidente da Petrobas
Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, voltou a alertar que o preço do barril a US$ 100 é coisa do passado, mas afirmou que, mesmo lentamente, a demanda por petróleo deve registrar crescimento de 1% por ano a nível global nas próximas décadas.

Em apresentação na OTC 2019, feira global do setor de petróleo, Castello Branco disse que espera também o crescimento da demanda do setor de gás natural e que a Petrobras está se preparando para isso.

"O gás está ganhando espaço e assim como o petróleo vai se tornar uma commodity global" disse Castello Branco durante palestra-almoço na OTC.

Segundo ele, a demanda por petróleo deve crescer 38% até 2040, mantendo a fonte como a principal geradora de energia no País.

O Brasil, em 2040, ainda terá 56% da demanda concentrada em petróleo, enquanto a energia eólica será responsável por 15% do atendimento da demanda e o solar 11%, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)apresentados pro Castello Branco no evento.

O executivo disse ainda que vai continuar buscando a redução de custos da companhia e que está otimista com a venda de metade do seu parque de refino para a iniciativa privada, operação que deve ser concluída em 2020.

"O Brasil vai ganhar oito novos players no refino", disse referindo-se às oito refinarias que foram postas à venda pela estatal e que, para evitar a concentração de mercado, deverão ser vendidas para donos diferentes.

Mesmo reduzindo sua participação em algumas áreas, a estatal continuará a participar ativamente dos leilões de petróleo, afirmou, mesmo com uma presença mais discreta do que no passado.

Em 2003, com o mercado recém-aberto à iniciativa privada, a Petrobras teve uma participação de 93% nos leilões de áreas de petróleo e gás natural do governo, posição que em 2018 foi reduzida para 24%, refletindo a nova postura da estatal e a entrada de mais concorrentes no mercado brasileiro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

atenção, acionista

Após forte alta no lucro, Itaú anuncia R$ 2,1 bilhões em juros sobre capital próprio

Instituição aprovou dos proventos no valor bruto de R$ 0,10384 por ação, com base na posição acionária final registrada do próximo dia 13

fique de olho

PetroRio, Marcopolo, Pague Menos, Cielo e Itaú: os balanços que mexem com o mercado nesta terça

Resultados são divulgados em um momento de otimismo com os balanços por parte do mercado financeiro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A derrapada do Ibovespa, a semana do bitcoin e a nova aquisição da XP: um resumo das principais notícias do dia

Se, na sexta-feira (30), as preocupações com o teto de gastos brasileiro levou o Ibovespa a registrar uma queda de mais de 3%, a semana começou com a preocupação com as contas públicas americanas impedindo um dia dourado na B3.  O temor com a saúde fiscal do Brasil está longe de ser uma preocupação do […]

temporada de resultados

Lucro do Itaú Unibanco sobe 55%, soma R$ 6,5 bilhões e supera projeções

Banco também reportou um avanço do retorno sobre o patrimônio (ROE) de 13,5% no segundo trimestre de 2020 para 18,9% no balanço atual

Invasão fitness

De olho no desempenho das ações da rival Smart Fit, rede de academias Bluefit protocola pedido de IPO na CVM

Atualmente com 102 unidades, a rede de academias busca recursos para impulsionar seu crescimento orgânico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies