Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-27T09:06:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Bancos

Cade aprova associação entre Banco do Brasil e UBS em banco de investimentos

Órgão de defesa da concorrência aprovou negócio sem restrições, mas a conclusão ainda depende do atendimento de condições contratuais e à aprovação do BC

27 de dezembro de 2019
9:06
Banco do Brasil
Imagem: Divulgação

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a associação entre o Banco do Brasil e o suíço UBS nas atividades de banco de investimentos e de corretora para clientes do segmento institucional.

No acordo, o banco suíço entrará com sua plataforma operacional de banco de investimento e de corretora e o BB dará o direito de acesso aos clientes em negócios como operações de fusões e aquisições e a coordenação de ofertas de ações e títulos de dívida a investidores no mercado de capitais.

Os suíços vão controlar a sociedade com 50,01% do capital. O Banco do Brasil terá os 49,99% restantes. O BB já conta com uma área de banco de investimentos, mas não tinha uma corretora própria.

A conclusão da parceria ainda está sujeita ao atendimento de condições contratuais e à aprovação do Banco Central.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies