IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-20T15:26:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Carteira diversificada

Corretora quer trazer Wall Street para investidor brasileiro com menos burocracia

Corretora fundada nos Estados Unidos por ex-XP Roberto Lee quer facilitar acesso de brasileiros ao mercado de ações americano

3 de dezembro de 2018
10:25 - atualizado às 15:26
Avenue na Nasdaq
Imagem: Nasdaq/Divulgação

Poder investir no mercado de ações dos Estados Unidos é uma curiosidade e um objetivo distante para muitos. Aliás, é lá que estão Apple, Disney, Microsoft e muitas outras gigantes. Mas algumas empresas estão querendo mudar esse cenário, como é o caso da Avenues Securities.

Fundada pelo ex-XP Roberto Lee, a Avenues quer disponibilizar a brasileiros a compra de ações diretamente de Wall Street. E o intuito é conseguir chamar atenção dos investidores que não são milionários, que, nesse caso, já têm diversas opções dentro do próprio mercado norte-americano.

Hoje, como já te contamos nessa matéria, os brasileiros dispõe de diversas opções, como os BDRs, que são mais acessíveis para investir nos EUA. Mas a proposta de Lee é diferente e acaba cortando toda a burocracia que é abrir uma conta em uma corretora por lá.

"O cliente vai fazer um cadastro e transferir os recursos para a Avenue Brasil, que vai operar como um app de meios de pagamentos. Depois que receber o dinheiro, o app transfere os recursos imediatamente par Avenues Securities, a corretora sediada em Miami, e o cliente conseguirá ver qual é o seu saldo em dólar", disse Lee ao portal "Exame".

Mas o empresário aconselha que o passo de diversificar a carteira a nível internacional só deve ser dado com a experiência necessária.

Inicialmente, a empresa planeja disponibilizar ações e ETFs, que têm maior liquidez. Aliás, enquanto no Brasil a B3 dispõe de 15 ETFs, os EUA são mais de 2 mil.

Ainda segundo a "Exame", a Avenue deve cobrar cerca de US$ 5 por ordem feita, valor um pouco abaixo da média do mercado americano, que gira em torno de U$ 6.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 5% com ações do Hermes Pardini (PARD3); confira a recomendação

29 de novembro de 2022 - 8:29

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis do Hermes Pardini (PARD3). Veja os detalhes

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Transição começa a desemperrar: A PEC de Lula, dividendos do Itaú, desinvestimentos da Petrobras e outras notícias que mexem com os seus bolsos

29 de novembro de 2022 - 8:21

Negociações indicam que a PEC da Transição de Lula deve sofrer uma boa desidratação durante sua tramitação no Congresso. Analistas acreditam que o valor final gire em torno de R$ 150 bilhões

MERCADOS AGORA

Bolsa agora: Ibovespa futuro abre em alta e acompanha melhora de expectativa do exterior; dólar cai

29 de novembro de 2022 - 7:01

RESUMO DO DIA: As bolsas da Ásia e Pacífico fecharam o pregão desta terça-feira (29) majoritariamente em alta. Os investidores por lá acompanham uma possível suspensão das políticas de “covid zero” na China, em meio a protestos no país. Na Europa, o tom é levemente negativo antes dos dados de inflação da Alemanha. Por aqui, […]

AUTOMÓVEIS

Mais seguro e inteligente, o carro semiautônomo já é uma realidade; confira as opções disponíveis no mercado

29 de novembro de 2022 - 6:11

Alguns itens de segurança e de assistência ao motorista transformam carros — nem tão caros — em veículos semiautônomos

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Fora Xi Jinping? Alvo de protestos, covid zero deve afetar PIB da China, mas reação do mercado pode ter sido exagerada

29 de novembro de 2022 - 5:54

Protestos se espalharam por várias cidades chinesas pedindo o fim da política de covid zero, que tortura o país há mais de dois anos, prejudicando a atividade econômica e o bem-estar das famílias chinesas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies