Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-10-14T14:39:42-03:00
Quem dá menos?

Uma (provável) quarta-feira de cortes de juros

18 de setembro de 2019
10:15 - atualizado às 14:39
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Se vai operar nos mercados hoje, prepare seu coração. Será mais uma “super quarta-feira”, com anúncios dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos sobre a taxa básica de juros das suas economias. Aqui e lá, a expectativa é de novos cortes.

O mundo embarcou recentemente em uma maratona de juros baixos para tentar evitar um desaquecimento de suas economias. É como se os bancos centrais estivessem competindo entre si e dissessem: “quem dá menos?”.

Fed Copom
Os presidentes do Fed, Jerome Powell, e do Copom, Roberto Campos Neto. - Imagem: Federal Reserve e Banco Central do Brasil

O juro baixo é um estímulo para que governos, empresas e pessoas se financiem a baixo custo. Nesse contexto, não vale a pena deixar todo o seu dinheiro parado, rendendo praticamente nada no banco. Para o investidor pessoa física, como eu e você, é um empurrão para a tomada de risco. O juro baixo reduz a atratividade das aplicações de renda fixa e favorece alternativas como ações e fundos imobiliários.

O Eduardo Campos traz nesta reportagem as expectativas para as decisões do Copom e do Fed hoje. Ele também faz um alerta: os cortes na taxa nem sempre são boas notícias. Recomendo muito a leitura!

Lupa nos discursos

As decisões dos BC estão no centro das atenções dos investidores. Como todo pronunciamento de um banco central, além da decisão em si, importa o discurso. O mercado vai observar com atenção palavra a palavra do comunicado do Copom e do discurso de Jerome Powell.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,90%, aos 104.616,86 pontos. O dólar fechou a sessão em queda de 0,29%, a R$ 4,0773. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Alta temporada

O segundo semestre promete ser agitado na bolsa de valores, com diversos IPOs e follow ons no horizonte. Hoje há duas novidades sobre essas ofertas:

  • Sinqia, empresa que já viu suas ações valorizarem mais de 200% na bolsa neste ano, aprovou o preço para sua oferta subsequente para R$ 62 por ação.
  • Já o banco estatal gaúcho Banrisul adiou para hoje a definição do preço dos papéis que serão ofertados. Além disso,o governo do Rio Grande do Sul também alterou o número de ações ofertadas.

Saindo do forno

A infindável discussão sobre a reforma tributária teve mais um episódio ontem. Depois do presidente Jair Bolsonaro sepultar a ideia de uma nova CPMF no projeto, o ministro da economia, Paulo Guedes, disse que a reforma do governo está pronta. O desafio agora é “apenas” conciliar essa proposta com os outros dois textos que tramitam na Câmara e no Senado. A medição de forças entre as duas casas, já que naturalmente ambas querem o protagonismo da proposta, tem colocado o governo numa saia-justa. Guedes estima que a discussão dos projetos vai até o final deste ano. Saiba mais.

Fechando os trabalhos

Se Bolsonaro causou furor ao escolher um novo Procurador-Geral da República à margem da lista tríplice, Raquel Dodge não deixou por menos. De saída da PGR, ela tirou seu último dia de trabalho para bater de frente com o governo. Ontem, Dodge enviou um parecer pedindo que o STF barre seis decretos assinados por Bolsonaro. Os textos dizem respeito ao porte e posse de armas, além de mudanças que o governo fez nos conselhos nacionais do meio ambiente e dos direitos da criança e adolescente.

Mais cripto no cardápio

Você está por dentro das principais tendências do mundo das criptomoedas? Nosso colunista Fausto Botelho, um dos principais analistas gráficos do país, analisa as perspectivas para cinco criptomoedas que você deve ficar de olho. Elas podem ir mais longe? Neste vídeo, nem o bitcoin ficou de fora. Confira.

Agenda

Indicadores 
- Banco Central divulga dados semanais sobre o fluxo cambial
- Reino Unido e zona do euro divulgam inflação de agosto
- Estados Unidos publicam dados semanais sobre o mercado de petróleo

Bancos Centrais
- Copom anuncia sua decisão sobre a taxa Selic
- Fed anuncia sua decisão de política monetária, com entrevista coletiva do presidente Jerome Powell na sequência
- Banco do Japão inicia reunião de política monetária

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

QUEDA À VISTA?

Bolsonaro sobre carne: Estamos na entressafra e preço vai diminuir

Bolsonaro disse que está levando “pancada” pelo preço da carne. “Muitos falam, nas redes sociais, que tem de ter tabelamento. Na Venezuela está tudo tabelado: vai lá comprar carne”, disse o presidente

DE OLHO NO CHURRASCO

Carnes podem continuar subindo até fim de janeiro ou início de fevereiro, diz FGV

Em meio ao aumento das exportações para a China por causa do impacto da peste suína africana (PSA) naquele país, a inflação das carnes foi destaque na aceleração, tanto no atacado quanto no varejo

Sorriso amarelo

Veneno numa mão, antídoto na outra: a estratégia da Gol para incorporar o Smiles

A nova proposta da Gol para a incorporação do Smiles é atrativa para os atuais acionistas da companhia de fidelidade, mas deixa clara a turbulência na relação entre as empresas

a conta do benefício

Gigantes do Vale Silício deixam de pagar US$ 100 bilhões em impostos em uma década

Seis das principais empresas do Vale do Silício têm se beneficiado de estruturas governamentais ainda não preparadas para lidar com os serviços oferecidos por elas. Amazon, Facebook, Google, Netflix, Apple e Microsoft — cujo valor de mercado somado é de R$ 4,5 trilhões — deixaram de pagar ao menos de US$ 100,2 bilhões em impostos […]

OLHO NAS COTAÇÕES

BTG Pactual eleva preço-alvo das ações de Lojas Americanas e B2W, após Investor Day

No caso das Lojas Americanas, a previsão de alta é de 54,2% em relação ao fechamento da última sexta-feira. Já no caso da B2W, a valorização seria de 20,5%

Vitreo zera taxa de performance de fundos para investir no IPO da XP

Com a decisão, a Vitreo se tornou, na minha opinião, a melhor forma de você investir nas ações da XP. Resta agora saber se a gestora conseguirá participar da oferta, que acontece na bolsa norte-americana Nasdaq

banco central americano

Ex-presidente do Fed, Paul Volcker morre aos 92 anos

Volcker foi presidente do Fed entre 1979 e 1987 e, antes disso, havia comandado o a distrital do Fed de Nova York

Credit Suisse recomenda compra de ação do BMG após queda de 28% desde IPO

Os analistas do banco suíço – que foi um dos bancos coordenadores do IPO – iniciaram a cobertura das ações do BMG com preço-alvo de R$ 12,50, o que representa um potencial de alta de 50%

de olho no dólar

Fundo Verde vê medo do câmbio como infundado, mas zera posição vendida em dólar

Em novembro o fundo teve um retorno zerado e abaixo do CDI, que teve um desempenho de 0,38%. No acumulado do ano o Verde ainda tem um desempenho de 11,19%, acima dos 5,57% do índice de referência

Mercados hoje

Ibovespa fica perto do zero a zero, em linha com as bolsas globais; dólar cai a R$ 4,12

O Ibovespa abriu o pregão desta segunda-feira em alta, dando continuidade aos ganhos da semana passada. O dólar à vista oscila perto do zero a zero, com um leve viés negativo.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements