Menu
2019-10-14T14:30:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
tensão

Preços do petróleo disparam após ataques na Arábia Saudita

Duas grandes refinarias da empresa petrolífera Aramco foram atacadas no último sábado, 14; oferta de petróleo no mundo pode sofrer uma queda de até 5%; neste domingo, contratos futuros chegaram a saltar 19%

15 de setembro de 2019
19:31 - atualizado às 14:30
Vista aérea da operação de navios cargueiros.
Vista aérea da operação de navios cargueiros. - Imagem: Shutterstock

Os ataques que a companhia petrolífera saudita Aramco sofreu no último sábado, 14, só não causaram um abalo nas bolsas de valores de imediato porque elas estavam fechadas.

Mas, nesta segunda, os contratos futuros de petróleo tipo Brent chegaram a saltar mais de 19%, a US$ 71,95 - maior alta intradiária desde 14 de janeiro de 1991, disse a Reuters.

Já os contratos futuros de petróleo do tipo WTI subiram mais de 15% - maior alta desde 22 de junho de 1998, a US$ 63,34 por barril, ainda de acordo com a agência.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Segundo os especialistas, devido à redução da produção da Aramco, a oferta de petróleo no mercado mundial pode sofrer uma queda de até 5%.

Bob McNally, da consultora Rapidian Energy, calcula que se a redução durar uma semana os preços poderão mesmo subir de US$ 15 a US$ 20 dólares por barril e voltar, assim, a superar a emblemática marca dos US$ 100.

EUA

O chefe do Departamento de Estado norte-americano, Mike Pompeo, ignorou a responsabilidade no ataque de ontem admitida por parte dos rebeldes houthis e acusou o Irã. Acrescentou mesmo uma ameaçadora advertência de que o Irã deve pagar o preço das suas agressões.

Em Teerã, Pompeo obteve uma resposta dura, acusando-o de mentir e negando envolvimento iraniano na ação dos houthis, que beneficiam do seu apoio genérico mas não necessariamente em cada uma das operações que empreendem.

Contudo, Christyan Malek, um analista do JP Morgan Bank citado pela Reuters, sugere que a escalada retórica não corresponde a danos reais causados aos interesses norte-americanos.

Para ele, o ocorrido pode não constituir prova segura de que tenha falhado o projeto de uma cúpula entre Donald Trump e o líder iraniano Rohani.

Fiel da balança

Segundo Malek, o golpe sofrido pela Arábia Saudita coloca os Estados Unidos, atualmente com cerca de 15% da produção mundial, na posição de fiel da balança. Além de único país que pode efetivamente dosar a sua oferta com um intuito estabilizador do mercado mundial.

Mesmo que os EUA só temporariamente fiquem com a "faca e o queijo na mão", isto poderá trazer às suas petrolíferas ganhos astronômicos.

Por isso mesmo, os dois outros países com reservas capazes de beneficiarem da situação - Venezuela e Irã - são objeto de um embargo que lhes levanta grandes dificuldades.

*Com Agência Brasil e RTP (emissora pública de televisão de Portugal)

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

enfim uma trégua

China e EUA fecham ‘fase 1’ de acordo comercial

País presidido por Trump deve retirar tarifas sobre produtos chineses em fases; novas tarifas previstas para entrar em vigor no dia 15 não mais serão levadas adiante

não vingou

Joint venture entre Biolab e Eurofarma encerra atividades

Idealizada em 2012, Orygen não conseguiu colocar seus projetos de desenvolvimento de medicamentos em parceria com laboratórios públicos em pé

Voltou atrás

Governo recua e não vai mais distribuir 100% do lucro do FGTS a trabalhadores

Medida só valeria para a distribuição de lucros a partir deste ano, a serem pagos no ano que vem.

Mercados hoje

Turbulências e acordo entre EUA e China: o Ibovespa tem uma sexta 13 cheia de sustos

China e Estados Unidos anunciam acordo de primeira fase e bolsas globais voltam a atuar no campo positivo

em são paulo

Natura conclui maior instalação de painéis solares orgânicos

Foram colocados 1.580 painéis numa área de aproximadamente 1.800 metros quadrados, capazes de gerar 201 KWh por dia, segundo a companhia

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

impasse

China ainda não confirmou acordo comercial com EUA

Comunicado mostra imprevisibilidade de um processo de negociação que abala os mercados financeiros mundiais desde meados do ano passado

melhora no indicador

‘Prévia’ do PIB avança 0,17% em outubro

IBC-Br considera a trajetória das variáveis da agropecuária, indústria e serviços, além de impostos sobre produtos

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

No radar: 33º recorde na bolsa e fraude na Via Varejo

O Ibovespa bateu seu 33º recorde neste ano ontem e o dólar fechou abaixo de R$ 4,10. Entre as empresas o destaque é a Via Varejo, que deixou todo mundo de cabelo em pé ao confirmar uma fraude bilionária. Combina bem com o clima de sexta-feira 13. O que você precisa saber hoje: Mercados • O […]

Hora de dar tchau

BNDES avalia vender sua fatia na Petrobras em oferta que pode chegar a R$ 24 bi

Intenção do banco é vender toda a fatia que detém hoje da petroleira, ou seja, 10% do total de ações ordinárias emitidas pela Petrobras via oferta pública de ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements