Menu
2019-11-19T18:30:18-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Migração

Depósitos na NuConta passam a ser feitos em RDB do Nubank por padrão, mas cliente pode voltar à versão antiga

Quem acessa o app do Nubank tem se deparado com um aviso dizendo que novos depósitos passarão a ser feitos no RDB da instituição; cliente, no entanto, pode optar por voltar aos títulos públicos

19 de novembro de 2019
16:59 - atualizado às 18:30
Cartão e aplicativo do Nubank
Para voltar à versão original, cliente deve acessar o menu de configurações da NuConta, no seu app. - Imagem: Shutterstock

Os clientes da NuConta, a conta do Nubank, estão sendo transferidos automaticamente de modalidade de depósito. Depois da última atualização do aplicativo, os usuários que acessam sua conta se deparam com um aviso dizendo que os novos depósitos na NuConta passarão a ser feitos em Recibos de Depósito Bancário (RDB) do Nubank, e não mais em títulos públicos, como era o padrão.

Aviso de conversão da NuConta de títulos públicos para RDB do Nubank

Os depósitos feitos na NuConta eram aplicados automaticamente em títulos públicos Tesouro Selic. Mas desde que o Nubank lançou o seu RDB - título de renda fixa similar aos CDBs dos bancos - os clientes passaram a poder optar por este tipo de papel, que conta com proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para investimentos de até R$ 250 mil por CPF.

Agora, a lógica se inverteu. O padrão passa a ser a aplicação em RDB, tanto para clientes antigos - migrados automaticamente - quanto para clientes novos, que abrirem a NuConta a partir de agora. Os depósitos já feitos na NuConta em títulos públicos permanecem na mesma aplicação. Apenas os novos depósitos serão feitos em RDB.

Todos os clientes, porém, são avisados da migração e precisam dar a sua anuência, clicando no botão "OK, entendi". O Nubank não pode migrar os clientes de modalidade sem autorização.

Segundo o Nubank informou em nota, "conforme a nossa base de clientes cresce e o cenário econômico evolui, precisamos sempre pensar em novas formas para manter os benefícios que tornaram a NuConta a melhor alternativa às contas tradicionais: uma conta livre de tarifas escondidas e com rendimento maior do que a poupança."

Como voltar à versão original da NuConta

Se desejar, porém, o cliente pode retornar à versão original, de conta de pagamentos com recursos aplicados em Tesouro Selic. Para fazer isso, basta acessar o menu clicando no seu nome no topo da tela do app e ir até Configurar NuConta>Opções de Depósito. Ali você poderá desativar a opção do RDB, o que o fará com que os novos depósitos voltem a ser feitos em Tesouro Selic.

O RDB do Nubank também rende 100% do CDI com liquidez diária e sem taxas, assim como o investimento em Tesouro Selic. A tributação de ambas as aplicações também é a mesma: tabela regressiva de IR e IOF quando o investimento tiver menos de 30 dias.

O RDB, entretanto, é um título de crédito privado. Apesar de contar com a proteção do FGC, o título está, em última análise, exposto ao risco da financeira do Nubank, que é a emissora do papel.

O Tesouro Selic, por sua vez, não conta com a proteção do FGC, mas nem precisaria, uma vez que se trata de um título público, contanto com garantia do governo. Trata-se, portanto, do investimento mais seguro da economia brasileira.

Nesta matéria, eu expliquei porque acho que vale mais a pena permanecer na versão antiga da NuConta, com aplicações em Tesouro Selic, do que migrar para o RDB do Nubank.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DE OLHO NO SERVIÇO PÚBLICO

Reforma administrativa é no sentido de valorização do quadro atual, diz Guedes

Ele defende que a estabilidade não seja automática, mas conquistada pelo servidor após anos de boas avaliações no trabalho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

É pra sorrir ou pra chorar?

A bolsa teve hoje um dia bastante parado, terminando o pregão praticamente no zero a zero. Nesse marasmo do mercado – que ainda contou com um alívio para a cotação do dólar – um papel se destacou no Ibovespa: as ações da Smiles dispararam quase 20%. Só que isso não quer dizer, necessariamente, que o acionista da […]

Poucas emoções

Num dia morno, o Ibovespa caiu e perdeu os 111 mil pontos; dólar recua a R$ 4,12

O Ibovespa cedeu a um leve movimento de correção e fechou em baixa, interrompendo a sequência de cinco altas consecutivas. Já o dólar à vista teve uma nova sessão de alívio, chegando à mínima em um mês.

MAIOR OTIMISMO COM PIB

Para Abimaq, PIB deve crescer 2,5% no próximo ano

A indústria, de uma maneira geral, de acordo com o executivo, vai crescer de 3,5% a 5%, focada muito no mercado interno

QUEDA À VISTA?

Bolsonaro sobre carne: Estamos na entressafra e preço vai diminuir

Bolsonaro disse que está levando “pancada” pelo preço da carne. “Muitos falam, nas redes sociais, que tem de ter tabelamento. Na Venezuela está tudo tabelado: vai lá comprar carne”, disse o presidente

DE OLHO NO CHURRASCO

Carnes podem continuar subindo até fim de janeiro ou início de fevereiro, diz FGV

Em meio ao aumento das exportações para a China por causa do impacto da peste suína africana (PSA) naquele país, a inflação das carnes foi destaque na aceleração, tanto no atacado quanto no varejo

Sorriso amarelo

Veneno numa mão, antídoto na outra: a estratégia da Gol para incorporar o Smiles

A nova proposta da Gol para a incorporação do Smiles é atrativa para os atuais acionistas da companhia de fidelidade, mas deixa clara a turbulência na relação entre as empresas

a conta do benefício

Gigantes do Vale Silício deixam de pagar US$ 100 bilhões em impostos em uma década

Seis das principais empresas do Vale do Silício têm se beneficiado de estruturas governamentais ainda não preparadas para lidar com os serviços oferecidos por elas. Amazon, Facebook, Google, Netflix, Apple e Microsoft — cujo valor de mercado somado é de R$ 4,5 trilhões — deixaram de pagar ao menos de US$ 100,2 bilhões em impostos […]

OLHO NAS COTAÇÕES

BTG Pactual eleva preço-alvo das ações de Lojas Americanas e B2W após Investor Day

No caso das Lojas Americanas, a previsão de alta é de 54,2% em relação ao fechamento da última sexta-feira. Já no caso da B2W, a valorização seria de 20,5%

Vitreo zera taxa de performance de fundos para investir no IPO da XP

Com a decisão, a Vitreo se tornou, na minha opinião, a melhor forma de você investir nas ações da XP. Resta agora saber se a gestora conseguirá participar da oferta, que acontece na bolsa norte-americana Nasdaq

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements